Rosana Hermann

Posts Relacionados

IYiPjnD Apresentadores AND apresentadores: minha visão do MasterChef

Ana Paula Padrão é uma ótima jornalista.
Ontem, como apresentadora do reality show Master Chef, ficou apagada. Concordo com a crítica de Mauricio Stycer.

Ana Paula Padrão é coadjuvante do divertido trio de jurados do “MasterChef” - Entretenimento - UOL Entretenimento.

Apresentar de fato um programa, conduzir um talk show, uma plateia, um game, é uma arte. Tem que ter o programa inteiro na cabeça, saber se relacionar com plateia e convidados e, principalmente, tem que saber a que veio, para onde está indo e o que pretende com tudo aquilo.

Como conversamos num debate no RIA da Fundação Telefônica, com praticantes de ativismo social, o importante é Ter A Visão Do TOdo, Visão de Mundo. Sem isso você é uma peça solta, perdida, que qualquer um encaixa onde quiser.

O formato privilegia os 3 jurados, a experiência do programa investe nos personagens que sempre form um elenco, cada um com suas historinhas que vão conquistar o público. E, como em todos os reality shows que afunilam um grande número de candidatos para uma quantia menor de participantes, tem que ter os 'engraçados', os 'agressivos', etc. Cada reality show tem uma bíblia que rege essa formação de um 'elenco' de participantes.

Ana Paula Padrão apareceu pouco na estreia. Me fez lembrar do Rafael Cortez quando estreou como apresentador de um reality show de talentos na Rede Record. Me fez lembrar também de Amanda Françozo fazendo as cabeças do reality show Troca de FAmilia. É só uma função. Receber o candidato aprovado ou eliminado, fazer uma cabeça, o chama-chama, como dizemos em TV. A pessoa não é dona do programa,não se coloca, não se expressa, faz só um papel pré-estabelecido.

Eu gosto da Ana Paula Padrão e sei que é só um episódio de estreia. Mas conhecendo reality shows, já posso dizer que prefiro Ana Paula fazendo documentários sobre mulheres oprimidas no Afeganistão do que abraçando eliminados que não sabem fazer nem um bom arroz.

Quando ao programa, adorei.

icon smile Apresentadores AND apresentadores: minha visão do MasterChef

Posts Relacionados

1 de setembro de 2014 às 13h21

The Fappening: sobre as fotos que vazaram

No último dia do infindável mês de agosto de 2014, incontáveis fotos de jovens americanas famosas  como Jennifer Lawrence, Avril Lavigne, Rihanna, 'vazaram na Internet', ao que tudo indica por causa de uma falha no aplicativo Find My iPhone. O hacker entrou nos arquivos dessas celebridades no iCloud, encontrou as fotos, tentou vendê-las em troca de Bitcoins, os arquivos foram todos publicados no Reddit e assim a coisa toda se deu.  Detalhes estão em todo lugar, mas se você quiser ler mais detalhes agora clique para ver a lista de mais de 100 famosas em mais de 400 videos e fotos vazados.   Leia mais aqui. 

DtyciWk The Fappening: sobre as fotos que vazaram

A primeira reação normal de qualquer ser humano é fazer perguntas como 'quem foi? já descobriram? e se fosse comigo? será que meus arquivos no iCloud estão seguros?' A resposta a gente já sabe. Não, nada é seguro, nada é inviolável e viver é muito perigoso.

A segunda reação comum é querer ver as fotos para saber como são, se são parecidas com a gente, se realmente são fotos íntimas, se as pessoas estão nuas. A maior parte de nós, na verdade, quer ver para poder dizer que viu quando alguém perguntar. É quase uma 'obrigação social' participar de tudo e saber de tudo. Ver fotos vazadas, assistir vídeos virais, participar de memes é praticamente a nossa 'nova boa educação'  que antes correspondia ao dar bom dia, boa tarde, boa noite e pedir licença. Hoje, na Internet ininterrupta, global e em diferentes fusos horários, bom dia-boa tarde-boa noite nem sentido faz e o negócio é 'estar por dentro de tudo o tempo todo'.

StPGgyX The Fappening: sobre as fotos que vazaram

Outro comentário muito comum, infelizmente, foi aquela coisa horrorosa de CULPAR A VITIMA. 'Ain, mas também, pra que tirar fotos nuas?'. Porque tem câmera, tem corpo, tem foto, tem espelho e nada pode ser mais natural para uma criatura do que ter curiosidade de se ver em fotos, nua inclusive. Não é da conta de ninguém, não é crime, não é errado, não é feio, não é 'digno de punição' ou de 'bem-feito' e quem acha o corpo nu algo 'sujo ou impróprio' poderia entrar agorinha numa máquina do tempo, voltar pra Idade média e não voltar nunca mais para o presente, obrigada. E o pior: até gente BACANA como Ricky Gervais culpou as vítimas. 

O que MAIS me chamou a atenção, no entanto, foi confirmar o óbvio: que uma parte significativa da Internet é movida por garotos punheteiros. Tanto é que o nome dado a esse vazamento no dia de ontem foi 'batizado' de  The Fappening 2014. 

jTH6Wc3 The Fappening: sobre as fotos que vazaram

Fappening é a mistura de palavras Happening com Fapping. E fap é um verbo onomatopeico em inglês para para masturbar-se. Quer dizer, aos olhos (e mãos) desses garotos (e homens adultos com mentalidade de 11 anos), não importam as garotas, suas vidas, o vazamento. Importa só ter material novo pra bater punheta. E isso na Internet, onde se tem acesso a todos os tipos de imagens e dispositivos e toys para qualquer fim sexual. Mas, aparentemente, mesmo tendo TUDO, o que é 'proibido' ou 'privado' ainda tem um efeito sobre mãos que raciocinam mais rápido que cérebros. Ou isso ou estou velha demais para entender a arte de se masturbar com memes novos e afins. Anyway, prazer que vem do sofrimento do outro tem nome e classificação:perversidade.

Vi e li coisas tão primárias e tontas que acabei acordando do meu mundo adulto onde pessoas devem se respeitar e cai na vala comum da garotada que curte jackass e quer que tudo se exploda, contanto que eles possam se masturbar em seus quartos. Aliás, muitos programas de TV, fechada e aberta, tem como pauta assumida dar conteúdo visual para punheteiros. Espero não estar chocando ninguém com esse Desafio do Balde de Realidade na sua cabeça.

Enfim, amiguinhos, o mundo tá desse jeito. Vamos trabalhar pra melhorar a segurança dos serviços na nuvem porque pra mudar a cabeça das pessoas vai demorar um pouquinho mais. Porque a grosseria, como a zuêra, não tem limite.  E a realidade é o que é. Pra transformá-la é preciso mais do que um post. Mas a conscientização é um primeiro passo.

Em frente.

shareasimage 2 The Fappening: sobre as fotos que vazaram

27 de agosto de 2014 às 19h56

5000 mil dias de blog

Os primeiros posts que publiquei usando a ferramenta blog já se perderam. O registro oficial que tenho como ~primeiro post~ é de 19 de dezembro de 2000. Usando o Day Between Dates para a data de hoje, cheguei ao resultado: 5 mil dias de blog

 

wiWJALr 5000 mil dias de blog

 

E o número de posts registrados nesse blog, do blogspot mais R7 e mais os que foram importados do UOL?

Mais de 23 mil posts.

CNni6Pm 5000 mil dias de blog

 

Faça a conta. 23.720 (esse post conta, né?) / 5000 dias = 4.74 posts por dia, ou seja, praticamente 5 posts por dia.

 

Sim, eu postava MUITO mais do que hoje. Mas há quase 14 anos a Internet, o Mundo, as Pessoas, TUDO era bem diferente. Não existia Twitter, YouTube, Facebook, Gmail, WhatsApp, Instagram, NADA DISSO!

O blog era a modernidade, o contato com as pessoas, nosso lugar na Internet. Era tudo.

O Querido Leitor é muito importante na minha vida, por tudo o que já me proporcionou, pelas pessoas que me trouxe.

Só pra contar rapidamente, um dia eu contratei um leitor para fazer um levantamento das coisas que eu tinha postado. Ele trabalho um ano. E o resultado da coleta SÓ DE TEXTOS - 8.941 paginas MIL PAGINAS EM PDF. Só de TEXTO

Isso sem contar ANOS de posts mais recentes.

Por isso, quero agradecer a tudo e a todos por este marco de 5 mil dias ou 13 anos 8 meses e 9 dias.

São MILHARES de crônicas.

Fazer um livro? Daria uma coleção de livros. Sério.

Se alguém quiser pegar o arquivo pra selecionar tudo e fazer um livro de 15 anos de blog no ano que vem, eu topo!

Obrigada, querido leitor.

De coração.

 

PS - Aqui o ~site~farofa em janeiro de 2000, há mais de 14 anos.

https://web.archive.org/web/20000408041137/http://www.farofa.com.br/

 

 

Não, não é mesmo, Geisy. Toda razão.
Não é crime querer ser famoso.

Mas acho importante lembrar que também não é vergonha nenhuma ser anônimo.

Só acho que essa crença quase dogmática de que o único caminho da felicidade plena é a fama é, não apenas errado, mas perigoso.

Porque em busca de sonhos muitas vezes impossíveis (porque 7 bilhões de pessoas não serão famosas ao mesmo tempo) muitas pessoas fazem mal a si e as outros.

Bom dia, anônimos e famosos do meu Brasil.

Juro que eu ia escrever "Cronologia do Desafio do Balde de Gelo" como título. Mudei de ideia porque suspeito que nem todas as pessoas se sentiriam compelidas a clicar no termo 'cronologia' e, talvez, eu já tenha perdido mais umas duas ao dizer compelida.

A linguagem que a gente escolhe para passar uma mensagem determina o sucesso ou fracasso da comunicação dessa mensagem. Para falar com todos é preciso ser claro, direto, objetivo, cortar caminhos, não deixar dúvidas e, sobretudo, não oferecer nenhum tipo de barreira, seja ela gramatical, cultural, social ou qualquer outra que me escapa agora.

Vamos então nos dar as mãos e passear juntos pela linha do tempo dessa história que estamos vivendo para saber como ela começou, onde ela está e o que ela revela sobre como nós somos e para onde vamos.

Antes da viagem uma pequeeeeeeena baldeação no jardim de Mark Zuckerberg e Bill Gates. Tem que dar 2 plays, um em cada vídeo ( e fechar a mensagem chata do vídeo do Zuck no X )

 

YouTube Doubler

 

Vamos começar lá longe, no século 19, com um verbete.

1874 - O "Pai da Neurologia",o francês Jean-Marie Charcot analisou os primeiros relatórios com os sintomas e características desta e deu a ela o nome de Esclerose Amiotrófica. a ELA (ou ALS, em inglês) é caractereizada pela degeneração das células do sistema nervoso central que controlam os movimentos dos músculos e pode ser fatal. A doença é referida também como Doença de Charcot.

Pulamos para:

1939 - O famoso jogador americano de baseball LouGehrig, que ganhou o All-Star 7 vezes e foi campeão do World Series 6 vezes  e considerado duas vezes o jogador mais valioso do esporte, foi obrigado a se aposentar aos 36 anos ao ser diagnosticado com ALS, morrendo dois anos depois. Por isso a doença é chamada por muitos nos EUA como "Doença de Lou Genrig" em homenagem ao atleta.

 1963 - Aos 21 anos, o hoje mundialmente conhecido físico teórico e escritor  Stephen Hawkings foi diagnosticado com ALS. A expectativa de vida pós-diagnóstico era de pouco mais de 4 anos de vida, mas Hawkings está vivo, tem filhos e netos e já passou dos 70 anos.

 E finalmente chegamos a 2014:

Julho, 1a. quinzena  - Um desafio envolvendo um balde de gelo jogado na cabeça que dava 24 horas pra 3 pessoas fazerem o mesmo ou pagar uma multa, já estava acontecendo entre jogadores de golfe do Reino Unido. É o que podemos ver nesse vídeo do YouTube datado de 14 de julho. Mas a multa pra doação tinha outra finalidade. 

14 de julho - O treinador de golfe James Whatmore recebeu o desafio, passou para Jon Bullas, que repassou-o para Chris Kennedy. 

14 de julho - Chris Kennedy , jogador de golfe, treinado por James e Bullas, gravou um vídeo (vertical) jogando o balde em si. E convocou 3 pessoas. Entre elas estava a prima de sua esposa, Jeanette Senerchia, cujo marido sofre de Esclerose Lateral Amiotrófica. Como casa pessoa que recebe o desafio indica outras três para doarem para uma instituição de sua escolha, ele fez esta escolha por afinidade.

15 de julho - O vídeo de Chris Kennedy foi publicado no YouTube e divulgado no Facebook.

 

A partir dai a associação entre a doença ALS e o Desafio do Balde de Gelo começou a se viralizar. A mulher de Chris Kennedy, Jeanette Senerchia também fez o desafio e doou para uma organização não-governamental ligada à ALS (ELA), que ajuda pessoas de baixa renda que sofrem deste mal.

Vizinhos de Jeannette seguiram os passos, fizeram videos e doaram dinheiro. O desafio acabou chamando a atenção de Pat Quinn, que sofre de ALS e tem muitos amigos em sua comunidade. Quizz desafiou Pete Frates, que foi capitão de baseball do Boston College, que desafiou atletas e celebridades.

E foi assim que as pessoas famosas geraram massa crítica que fez a ação explodir.

Artistas brasileiros então foram contactados por assessores e entidades ligadas à ELA e a coisa chegou aqui.

 

E deu tudo certo?

O problema é que a construção da proposta era estranha. Como assim OU você joga gelo na cabeça OU tem que 'pagar uma multa em forma de doação de 100 dólares para filantropia'? Quer dizer que se você jogar o balde, você se LIVRA DA TAREFA de doar?

Bem, apesar do VIDEO VERTICAL e a PROPOSTA SEM NEXO, o mundo foi passando a coisa adiante. Alguns faziam as duas coisas, jogavam o balde E doavam, o que fazia mais sentido.

Mas quem quer sentido nesse mundo, não é mesmo? A graça é participar, botar nome kaiowá-guarani sem saber nada sobre índios, trocar o avatar por uma girafa no Facebook e ser feliz.

E assim, os baldes de gelo foram se proliferando, os videos sendo produzidos de todas as formas e muita gente fez doações. Só que:

.nos USA foram arrecadados 71 MILHOES de reais

. no Brasil 75 MIL reais.

 

MESMO ASSIM...

...o resultado foi positivo pra todo mundo. Não tem ninguém que tenha sido prejudicado pela campanha, só há beneficiados.

A Pró-Cura da ELA recebeu 63 mil reais em 2 dias sendo que desde sua fundação em dezembro de 2013 havia recebido apenas 12 mil.

 

E OS APROVEITADORES?

Bem, eles sempre vão existir. Pessoas que só querem chamar atenção, que jogam baldes de gelo só para aparecer, fingir que  são legais sem doar nada, enfim. Assim como existem baldes, gelo, doenças físicas, há também doenças mentais e desvios de personalidade e caráter. É tudo coisa de ser humano.

Ainda assim, com pessoas sem nexo, sem noção, que só fazem por grana ou por narcisismo, apesar de TUDO, ainda é legal saber que tem gente que poderá ser ajudada por causa dessa campanha.

 

E, pra terminar o post com muito AMOR, aqui vai o vídeo (longo, mas vale), mais legal e chocante e alegre e triste e comovente, de um rapaz que tem ALS.

 

 

Referências:

.http://www.telegraph.co.uk/men/the-filter/virals/11046482/How-the-ALS-Ice-Bucket-Challenge-started.html

,

 

Desafio do leitor que vai até o final do post e ainda clica nas referências:

.Nudistas (NSFW, não diga que eu não avisei) fazendo o desafio do balde, revelando o desafio do tempo sobre nossos corpos - https://vimeo.com/103678520
.Jovem nua fazendo o desafio do balde -

 

Estou feliz. Feliz porque a justiça começou a ser feita. Feliz porque há muito tempo eu sonhava com esse dia em que o ex-médico Roger Abdelmassih fosse preso. Meu nojo por ele é uma coisa descomunal. Meu e de qualquer ser humano que tenha a dimensão do crime que ele cometeu conta milhares de pessoas e que se perpetuará durante gerações.

Vou começar com o link da matéria referente ao título.Roger Abdelmassih chega hoje a São Paulo e deve ficar no mesmo presídio de Nardoni e irmãos Cravinhos. E agora vou em frente.

Em 2008 eu trabalhava na Band, apresentando o Atualíssima.  Deixei o Pânico bem no começo desse ano de 2008 e aceitei o convite para fazer o programa diário e ao vivo.

Como muitos programas vespertinos, o Atualíssima tinha uma grande audiência de mulheres. E, como costuma acontecer, muitas pessoas que não têm a quem recorrer para fazer denúncias, procura apresentadores de televisão em quem confiam.

Foi o que aconteceu comigo e, provavelmente, com muitos jornalistas de rádio e TV. Um dia, na redação do programa, recebi em meu email a mensagem de uma pessoa fazendo uma denúncia gravíssima contra Dr. Roger Abdelmassih, do marido de uma vítima que dizia ter sido estuprada por ele.

Fiquei muito abalada. Não parecia hoax, parecia ser mesmo um email de alguém desesperado em busca de ajuda para trazer a verdade à tona.

Comecei a me corresponder com a pessoa e a pesquisar para saber se havia mais casos. Não era o tipo de pauta que tínhamos no programa, por isso, fui falar com o departamento de jornalismo para relatar o que estava acontecendo. Repassei todas as informações para o jornalismo da Band e nunca mais deixei de acompanhar o caso. Os relatos e histórias a partir de então se transformaram em peças de um quebra-cabeça aterrorizante. Pra mim, Roger Abdelmassih é um dos piores criminosos que já existiam na Terra. Não há palavra melhor para definí-lo: um monstro.

Ele abusou de dezenas de mulheres, durante anos, usando de seu poder e da fragilidade dessas pessoas de forma covarde. Não preciso nem justificar, qualquer pessoa entende o que ele fez.

O silêncio de parte da mídia também revela dores pessoais dos envolvidos. Dezenas de celebridades tiveram seus filhos por meio de procedimentos realizados com o ex-médico. Que pai, que mãe, vai querer falar disso, causando dor para quem ama?

A coisa vai piorando. Além do abuso, há suspeita de que ele possa ter feito inseminações de pessoas diferentes daquelas que eram para serem doadoras, ou seja, pode haver casais que hoje tenham filhos que acreditem serem seus biologicamente, mas que podem ter sido gerados com sêmen de desconhecidos.

Ou pior, do próprio Dr. Roger.

Agora, apenas IMAGINE o desespero. Você é uma mulher que quer ter filhos e não consegue. Vai com seu parceiro a um médico para realizar uma reprodução assistida. É sedada e estuprada. Engravida e tem um bebê. Sofre com o abuso em silêncio e,quando revela, ninguém acredita em você e ainda CULPA você por isso. Depois você fica sabendo o que o médico fez e surge a ideia de que  seu bebê possa ser filho desse monstro que estuprou você. Não preciso continuar, preciso? O que você faria? Você ama seu filho, você o criou. Você vai fazer um exame de DNA para tentar confirmar um pesadelo que você não poderia suportar e que estimagtizaria a criança, causando uma dor eterna em uma criança que você ama e É seu filho?

O caso é escabroso em todos os sentidos, mas mesmo sem essas conjecturas, ele é um crime hediondo pelo básico mesmo, porque ele abusava de mulheres. Do beijo ao estupro, passando por qualquer, repito, QUALQUER palavra ou toque não -consentido,  tudo é criminoso e inaceitável.

Roger Abldelmassih é um monstro.
Hoje, homens e mulheres, até os que têm pesadelos a serem resolvidos, como as vítimas diretamente envolvidas, vão dormir mais tranquilos.
O monstro foi preso.
Agora vamos aguardar para ver quantos outros monstros vão apoiá-lo.

Um beijo, um browse um aperto de mouse da

Rosana Hermann, que canta agora Ding Dong the witch is dead, the wicked witch is dead! 

19 de agosto de 2014 às 16h26

Uma causa pra chamar de sua

Espero que você goste do texto.

E abrace essa causa também.

Uma causa pra chamar de sua.

hTxRQZA O pior cego é aquele que só vê o que a mídia mostra

Sabe aquele desespero que você sente quando vê que a velhinha vai cair num buraco, a criança está brincando com uma faca e alguma coisa vai dar muito errada e você, de longe, não consegue impedir? É assim que me sinto de vez em quando e tenho certeza que você sente exatamente o mesmo muitas vezes. Estou sentindo isso agora nas redes sociais, onde quase todos se acham na obrigação de comentar tudo. Mas não tudo o que pensam, acreditam ou tudo o que acontece, mas apenas tudo o que a mídia mostra.

Vou dar um exemplo: o rapaz que ganhou a medalha Fields de Matemática, Artur Avila.

Antes de mais nada meus super parabéns pra ele, um feito muito legal!

Agora vamos à mídia e a forma como isso é noticiado.

Primeiro vem a coisa do "Nobel de Matemática". Para encurtar caminho, tudo na mídia é comparado e referenciado por outra coisa já conhecida. O Nobel da Matemática, o Oscar da TV, etc.  No Brasil, aliás, qualquer prêmio é Oscar de alguma coisa, porque 'Oscar' virou um sinônimo curto de "prêmio de grande reconhecimento mundial".

No caso, meu exemplo nem foi muito bom, porque Nobel de Matemática é quase uma correção, já que o Nobel não tem prêmio para categoria de Matemática, porque o Sr. Nobel tinha bode federal do matemático suiço chamado Gosta Magnus Mittag-Leffler e pra que ele NUNCA ganhasse o prêmio, deixou a categoria de fora.  Assim, o prêmio Fields foi considerado o Nobel da Matemática porque é o mais importante na sua área.

Pois o genial Artur Avila foi lá e ganhou a medalha. Maravilha!

O que acontece então? A mídia brasileira inteira noticia porque ele é brasileiro. Faz todo sentido. Beleza.

A questão é o que vem a partir dai.

Editores e pauteiros, passam a "suitar". Aqui, uma pauta para a definição de Suíte em Jornalismo:

Suíte – Prosseguir num assunto do próprio jornal ou de outro. Veja suite. Também se usa o verbo suitar no sentido de repercutir

Ou seja, como o assunto 'deu repercussão' e todo mundo comentou, os veículos passam a PROCURAR assuntos relacionados para suitar. E ai começam as notícias sobre grupos que ganharam prêmios de  Astrofísica ou qualquer outra ciência exata. Quando acabam as exatas, a mídia parte pra humanas , biológicas até que o assunto morra.

Funciona assim desde SEMPRE.

Mas a gente  não percebe. E passamos a confundir o fato da mídia estar noticiando mais com o fato da COISA estar acontecendo mais!

Não, senhoras e senhores, não está acontecendo mais necessariamente. A gente é que está vendo mais casos porque a MIDIA ESTA BOTANDO FOCO NISSO.

A gente faz isso também!

Você fica grávida e dá a sensação que tem MUITO MAIS mulheres grávidas na rua, mas é só a gente que focou nisso e enxerga mais. Você pinta o cabelo de ruivo e descobre que todo mundo tá ruivo também!

Hoje na CBN, ouvi  uma comentarista cair nessa armadilha. Ela juntou dois dados da mídia para tirar conclusões generalizadas.

Porque teve o fato do Artur ganhar uma medalha de matemática e a suíte da mídia que noticiou um grupo de estudantes brasileiros  que ganhou uma medalhe de prata num concurso de astrofísica, ela já CONCLUIU que o ensino brasileiro está melhorando muito no campo das ciências! Nem sei se está, só sei que não dá pra concluir nada só por duas notícias.

E assim fazemos sempre, assim fazemos todos. Tiramos conclusões totalmente precipitadas e, muitas vezes, erradas. E depois, desprezamos tudo que nos contesta e só vemos o que comprova o que queremos!

Dan Ariely, meu guru, fala muito sobre esse 'confirmation bias', um viés de confirmação que faz com que a gente só enxergue aquilo que confirma nossas teorias. E meu querido escritor Leonard Mlodinow fala disso muito bem no livro O Andar do Bêbado. Ele conta um caso interessantíssimo sobre um aluno de pilotagem que faz um pouso ruim, leva bronca do instrutor e depois melhora. Ai o instrutor ASSOCIA a bronca com a melhora e acha que DAR BRONCA FAZ O ALUNO MELHORAR. Quando, na verdade, todo aluno tem uma média para onde ele volta, estatisticamente. Um dia ele piorou, depois melhorou e voltou pra média e não tem NADA a ver com a bronca, apenas com a flutuação estatística.  

Ciência é uma coisa e superstição é outra. E o que fazemos em geral é associar coisas que não estão realmente relacionadas, a não ser na nossa cabecinha.

Claro que tem o fato psicológico que influencia muito.

Claro que se você está numa vibe assim ou assado o resultado pode ser diferente no SEU desempenho, mas não tem como provar que o fato de VOCÊ vestir sua cueca da sorte vai alterar o resultado do JOGO DO SEU TIME!

Eu sei que as pessoas odeiam quando qualquer um (eu) vem com seu saquinho de lógica pra atrapalhar a brincadeira de faz-de-conta do outro, mas quando se trata de mídia e responsabilidade eu acho que, sim, temos que ter mais consciência das coisas.

Assim, amiguinhos, a brincadeira de hoje é essa: tentar reparar nos portais e jornais o QUANTO uma notícia forte é seguida (suitada) por várias outras da mesma natureza.

Crime gera mais notícias de crimes, não necessariamente gera MAIS CRIMES.

Violência, traição, brigas, geram mais notícias sobre violência, traição, brigas. A COBERTURA aumenta, não necessariamente aumenta a ocorrência.

O bom mesmo é a gente ter não só olhos abertos, mas a mente aberta.
Porque só com os olhos abertos e a mente fechada a gente só vai ver o que a mídia mostra. E daí pra ser o idiota que acredita em tudo, compra o que nos vendem, vota em quem nos mandam é um passo.

Bom dia.
- Abaixo um comercial da Honda num vídeo genial que mostra o quanto nem tudo o que vemos corresponde à realidade. Nem tudo é o que parece, nem tudo que reluz é ouro, porque o cérebro é uma máquina que pode ser enganada.

Ir para a home do site
Todos os direitos reservados - 2009- Rádio e Televisão Record S/A
exceda.com