Rosana Hermann

2 de abril de 2014 às 22h53

Mais uma compra online que deu certo.

Demora, mas chega!

Todo mundo pensa por associação de ideias. Você lê a palavra 'opinião formada' e o cérebro já invoca o Raul Seixas com sua Metamorfose Ambulante. Mesmo quem não concorda com o verso vai acabar repetindo o texto, porque ele já vem pronto, um combo, como os pacotes de assinatura de TV a cabo.

metamorfose Opinião, liberdade de expressão e falta de educação

É quase impossível evitar que essas associações antigas, guardadas no fundo do baú do Raul, digo, da memória, escorreguem pela boca. Você ouve "requintes" e pensa "de crueldade". Requinte deveria vir com a ideia de coisas requintadas, luxuosas, elegantes, mas a crueldade veio e tomou o primeiro lugar no SEO do Google da cabeça. Mesma coisa vale para "óbvio". Tem que vir sempre junto com "óbvio e ululante", porque a frase do Nelson Rodrigues se popularizou. E "férias"? Ninguém diz que está tirando férias, está tirando suas "merecidas" férias sempre.

Tudo isso para dizer que muitas vezes a gente PENSA que pensa uma coisa, que formou uma opinião, mas já tinha um pedaço lá pronto pra entrega, dentro do nosso arquivo, coisas que entraram pelos olhos, ouvidos, que vieram das repetições da TV, do rádio, da nossa avó repetindo. Pessoas em todo o planeta repetem conceitos que os pais, avós, parentes e amigos, celebridades nos dizem e que nós compramos sem piscar.

 

ululante Opinião, liberdade de expressão e falta de educação

Formar uma opinião sobre um determinado assunto a partir do zero é diferente. Você toma contato com o assunto, a proposta ou o caso, procura dentro de você o que você já tem, sabe, pensa que tem ou sabe, confirma o que suas crenças e princípios têm a dizer sobre o tema. Aí você pesquisa, ouve outros pontos de vista, realinha suas conclusões e assim vai moldando sua opinião. Opinião não é um TIJOLO, uma pedra, é uma massa que você molda, como um barro. Depois o barro seca e se firma. E sempre pode quebrar. Porque qualquer opinião pode ser mudada diante de NOVOS inputs. Só quem está morto ou é fanático, dogmático não muda de opinião.

 

Agora vem a questão: as redes sociais EXIGEM que todo mundo tenha uma opinião sobre tudo, formada rapidamente na base do binário, a linguagem digital, sim-não, aceso-apagado, 0-1, contra-a-favor. E, para não ficar de fora, porque ser ignorado e não pertencer aos grupos parece ser a PIOR coisa de uma vida, todo mundo sai correndo para opinar de qualquer jeito, copiar opinião de alguém pra não chegar sem nenhuma, ou já sai atacando a opinião de qualquer pessoa que seja um desafeto. MESMO que você CONCORDE com o que ela está dizendo!

Sim, existe uma belicosidade, um espírito de briga, um ódio que permeia a Internet. Alguns lugares mais (comentários do YouTube) , alguns menos (Instagram).

Mas há uma espécie de cultura de hate, que faz com que a pessoa mais agressiva seja vista como líder fodão pelo bando. Uma inversão geral.

E, nesse clima, a confusão entre opinião não -solicitada e agressividade ocorre o tempo todo. Você posta um tweet, aberto, público e, claro, ele está sujeito a todo tipo de crítica. Mas o comentarista não critica ou contraargumenta, ele vem e ATACA vocÊ!

 

A falta de educação está tomando conta das redes sociais. Pessoas não sabem argumentar, nem opinar, nem interpretar texto, entendem ERRADO e já julgam em 5 segundos baseadas num ERRO. Partem para a ofensa, a agressão e, quando você reclama, ela joga a carta do 'censura!` , 'liberdade de expressão!'. Ora, nada pode ser mais canalha do que achar que o direito sagrado à liberdade de expressão é simplesmente o direito de ofender e agredir o outro!

Essa é minha opinião.

Se você tem outra, diferente desta, exponha-a. Assim a gente lê todas e vai corrigindo os rumos até que a gente encontre o consenso ou o bom senso, o que chegar primeiro.

Bem-vindo ao prisma, um leque de opiniões a partir de um feixe de luz.

Comprei no Ali Express.<

E o LINK pra vc comprar.

Posts Relacionados

viaCBN - País - Brasil fica em 38º em estudo que mede capacidade de estudantes para resolver problemas matemáticos.

E aqui, a reportagem completa para você ler. E chorar.

O YouTube é muito mais rico do que a gente pensa, muito mais útil do que só ser arquivo de coisas engraçadas. TEm aulas, tem tutoriais, tem tudo!

Aqui, dois vídeos, duas teleaulas que explicam o golpe de 64, uma série chamada 'Da esperança à repressão' .

O texto diz: "Na teleaula Da esperança à repressão: o golpe de 64, você vai saber o que as consequências da renúncia de Jânio Quadros trouxe para a nossa história, e como foi o período parlamentarista no Brasil, que teve como presidente João Goulart. Entenda o golpe militar de abril de 1964."

Boa aula!

30 de março de 2014 às 21h06

Sim, tudo vai virar visual

Li essa pergunta e respondi pra mim mesma: sim, as redes sociais vão se tornar redes visuais.

 Twitter goes more visual, is social media world bucking text for pics? : PERSONAL TECH : Tech Times.

Meus alunos não usam o Twitter, usam o Instagram, que é uma rede de imagens onde você pode postar texto. Ou seja,  é o contrário  do Twitter, que é uma rede de textos (e links) onde você pode usar imagem.

As pessoas gostam de imagens. Textos,frases, viram posters, viram imagens. Imagens estáticas, animadas, vídeos, todos ' cortam caminho'. Juro que não vou usar o clichê das mil palavras, mas está acontecendo.

A Web Visual é uma realidade. Em um mesmo tempo é possível ver muito mais do que ler. Ler demora, exige da pessoa. Veja o quanto de desentendimento acontece quando se usa sofisticações de texto como 'ironia'. Ninguém entende e acaba em briga

Eu lamento, porque amo texto. Mas as imagens conseguem fazer o que o texto (opa...) explica, comunica mensagens complexas de forma rápida.

Mas, como perguntou alguém, como é que você diz 'uma imagem vale mais de mil palavras' com...uma imagem?

Enfim, vai acontecer. Já está acontecendo. A Web vai ser tornar cada vez mais visual.

Vou meditar sobre como eu poderia fazer este post com uma imagem...

28 de março de 2014 às 16h31

Bruna Marquezine: só dá ela

Veja como está a lista das notícias mais lidas no portal R7.com nesse momento, mais precisamente, veja quais são as duas mais lidas :

HwRmoXq Bruna Marquezine: só dá elaA número 02, 'Bruna Marquezine se desespera ao fazer exame' é um sinal dos novos tempos. Trata-se de um vídeo postado pela BFF da Bruna, Marcela Gomes (@maaa_gomes) no Instagram, uma das redes sociais mais amadas do mundo. Tão amada que muita gente mais jovem está deixando de usar o Twitter pra postar só no Insta. Marcela Gomes também é amiga de Neymar.

Além de ter namorado com o jogador, o que ajudou a alavancar o interesse dos veículos de comunicação, Bruna é linda, jovem, querida e tem muitos, muitos fãs. Só no Instagram ela tem praticamente dois milhões e meio de seguidores. Wow!

A9TpW05 Bruna Marquezine: só dá ela

Boa parte desse interesse deve ser masculino, porque quando você vai pesquisar os resultados de Bruna Marquezine no Google (mais de 6 milhões)  antes mesmo que você termine de digitar o nome o auto complete do site já dá opções nacionais e internacionais associadas a ela: nua e hot.

eSYc9wg Bruna Marquezine: só dá ela

Por tudo isso é fácil compreender que qualquer coisa sobre ela vire 'notícia mais lida'.

A 1a. mais lida tem uma pegada diferente, porque cai num binômio que extremo interesse, composto por vaidade-riqueza. A parte da vaidade fala de cabelo, talvez o assunto MAIS pesquisado por brasileiras. A mulher do nosso país ama cuidar de cabelos e unhas muito mais do que qualquer outra parte ou o todo do corpo. Pessoas que não fazem exercícios regularmente, nem por estética nem por saúde, pessoas que não dão importância para o peso ou a forma, que abriram mão de padrões corporais, ainda assim cuidam dos cabelos e das unhas com grande paixão.

Imagine quando o assunto cabelo vem da Marquezine! E ainda com esse apelo financeiro, que bate direto no quesito luta-de-classes e injustiça social: ela pagou 20 MIL reais pra ficar loira.   E se arrependeu depois.

2dCA1Ys Bruna Marquezine: só dá ela

 

E aí vem a pergunta: como é que pode um procedimento capilar custar 20 mil reais, que é o preço de muitos carros bons? (Duvida? Clique)

A explicação foi dada no jornal Extra. Além de clarear os próprios fios, Bruna fez um mega-hair para alongar e dar volume aos seus cabelos originais. O 'cabelo natural loiro virgem' veio do Sul do Brasil e custa 20 mil o quilo. Sério, gente, isso é a raça humana. Nós, humanos, valorizamos o cabelo 'loiro natural virgem' de tal forma que um quilo desse cabelo vale um automóvel.

Chocado? Chocada? Bom, não tem como reclamar com ninguém, a não ser nós mesmos.

Nem adianta ficar só culpando a mídia. Somos nós que nos interessamos, que consumimos, que clicamos, que queremos saber da vida dos famosos. Somos nós que ainda colocamos a ideia de 'pessoas de cabelo loiro e liso' como sendo aspiracionais e, assim, criamos essas aberrações mercadológicas que culminam com isso, 1kg de cabelo loiro virgem natural vale 27 salários mínimos.

Ler e analisar as preferências do público brasileiro, encarar pesquisas que mostram que o povo brasileiro ainda culpa a MULHER por ser estuprada ou assediada, achando que ela ~provocou com suas roupas atrevidas~ (ABSURDOOOO), que ainda acredita que ~homem é assim mesmo, tem desejo, não consegue se controlar~( que raiva desse conceito, viu), é difícil. Mas é tão necessário como encarar um diagnóstico ruim. É ruim, é grave, é uma doença terrível, mas é melhor saber e começar a tratar do que fingir que não está acontecendo nada e deixar a coisa pior.

Foi isso que fizemos durante muitos anos antes da Internet, empurramos todas as nossas mazelas pra debaixo do tapete. Agora, veio tudo a tona. O povo brasileiro, em média, é machista, preconceituoso, invejoso e fofoqueiro. Só nos resta tentar ao menos começar a mudar tudo isso.

 

 

27 de março de 2014 às 22h00

Odeio email, mas… fazer o quê?

27 de março de 2014 às 11h13

Sobre ontem a noite

Então, fui lá no JRNews com Heródoto Barbeiro. E devo ter falado bobagem porque o deputado Molon ligou pra mim, mas não consegui falar com ele.
Onde foi que eu errei, hein? Se bem que eu acho que sei.

No final da matéria tem um infográfico muito bom, que esclarece as possibilidades sobre o desaparecimento do avião, que reproduzo aqui.

20140318 Desaparecimento aviao Empresa que achou pista sobre rota do MH 370 usou tecnologia de ponta inédita

 

 

 

Empresa que achou pista sobre rota do MH-370 usou tecnologia de ponta inédita - Notícias - R7 Internacional.

Ir para a home do site
Todos os direitos reservados - 2009- Rádio e Televisão Record S/A
exceda.com