Rosana Hermann

5 de março de 2014 às 12h51

O limite da magreza

As duas palavras que mais vejo na Internet não são sexo e dinheiro, mas dieta e beleza. Todo mundo quer ser magro, ao que parece. Mas não é magro dentro de um padrão real, é magreza extrema, até onde der. O zero é o limite.

Vejo isso aqui nos Estados Unidos, na hora de comprar roupa. Tem roupa feminina tamanho zero. Isso, ZERO. A pessoa não tem tamanho, ela não existe, é zero.

Sim, eu já sabia disso. Sabia também que existe o Zero-Zero, tipo personagem do Rá-Tim-Bum. No seriado Desperate Housewives a doida da Eva Longoria reclamava porque era 00 e tinha virado tamanho 0. E, claro, se achava gorda.

Pois ontem, numa loja no Aventura Mall, que eu nem sei precisar qual, tinha uma calça tamanho zero zero zero. Isso mesmo, zero triplo, 000

Sério, gente, zero zero zero não é tamanho de roupa, é tamanho de pilha. A mulher que ser o que, pilha palito? Porque se for pra virar mulher palito melhor comprar roupa na Duracell. A única vantagem é que quando a pilha acaba você bota a pessoa dentro do controle remoto e fecha a tampinha.

E os termos ligados ao 'corpo ideal' são todos estranhos. Chapada, por exemplo, é reta e lisa como uma chapa metálica. Seca, idem. Coisa horrível uma pessoa seca. Trincada então nem se fala, eu jogo fora qualquer coisa trincada porque corre o risco de desmoronar.

Enfim, aqui estou gripada e doente, espirrando e tossindo, sem respirar e com dor de ouvido, pensando que a saúde é a única coisa que realmente importa pra se viver bem. E aceitar-se, ter o corpo que melhor lhe serve pra viver a vida plenamente.

Acho muito louco e sem sentido usar zero zero zero. Melhor então compra extra large na sessão infantil.

icon smile O limite da magreza

 

 

 

5 de março de 2014 às 00h35

Eu quero voltar pra casa

Todo mundo adora viajar. Eu também. Mas cada vez que viajo quero voltar antes. Agora, por exemplo, queria pegar um avião e voltar para casa. Não consigo ficar muito tempo longe. Deu 4 dias eu já estou pronta pra voltar. Deve ser coisa de velha, apegada a suas coisinhas.
Enfim, vou me concentrar e esperar chegar a hora.
Mas que eu queria ir hoje, isso eu queria.

Enquanto isso, veja esse site com infinitas bobagens pra terminar o carnaval.

Relógios que marcam dados em tempo real sobre nosso planeta. Quantos nascem, quantos morrem, quantos somos.
Muito interessante de ver. Clique aqui.

3 de março de 2014 às 10h06

Oscar, eu gostei

Gostei muito da Ellen apresentando, apear da grosseria com a Liza Minelli. Dancei com I'm so Happy do Pharell, chorei com o discurso do Jared Leto. Vi Gravity no avião e achei os prIemios técnicos merecidos.

A pizza pra mulherada que fica 2 meses sem comer pra caber no vestido foi espetacular. Achei moderno e fun.

E, claro, o Selfie coletivo com 2.5 milhões de RTs, o máximmo. Clique pra ver - https://twitter.com/theellenshow/status/440322224407314432

Detalhe: notou que o Twitter desabilitou o código de embed do tweet da Ellen? Ou seja, só da pra dar...RT

Ah, e que lindo a Pink cantando somewhere over the raibow naquele vestido!
amei!
e vc?

Update - pronto, já passou de 3 milhões de RTs. https://twitter.com/theellenshow/status/440322224407314432

Não sei qual é o seu assunto do dia, mas aqui no quarto o tema do momento é o possível cachê que Roberto Carlos teria recebido para dizer que voltou a comer carne: 25 milhões de reais.

Juro que não me incomoda. Ele é único, cedeu sua imagem, sua melhor canção, sua vida de credibilidade. O preço é justo.

Só não sei porque ele precisa desse dinheiro a mais. Mas aí nem é da minha conta, nem da bancária.

Detalhe: se dizer sem comer vale 25 mi, imagine se ele morder e engolir o bife!

Aguardemos os próximos friboiantes capítulos.

E ainda dizem que a carne é fraca.

O bom do HelloFood é que ele localiza os restaurantes que atendem pedidos de entrega em torno de onde vc estiver. Daí você decide o que quer a partir do que tem, muito bom!

26 de fevereiro de 2014 às 11h42

Selfies de cemitério e busca de túmulos!

Selfies e boas ideias e...

selfies do além túmulo!

E aqui o link do Find a Grave

26 de fevereiro de 2014 às 08h44

Ovelhas voadoras e namoradas imaginárias!

Blod do @mombaque, bem legal!

24 de fevereiro de 2014 às 17h50

Marcas usam Selfies de forma inteligente

Selfies vieram pra ficar. E não vale nem dizer 'sabendo usar não vai faltar' porque a coisa tende ao infinito mesmo.

Em vez de reclamar, algumas empresas entraram direto no mantra 'aceita-que-dói-menos' e já passaram para o 'se assim é, vamos aproveitar' e lançaram serviços a partir dos selfies. Aqui vão os exemplos:

 

1. Third Love usa reconhecimento corporal de selfies para compreender melhor o tamanho do sutiã das clientes. 

A ThirdLove, que fabrica lingerie, lançou um aplicativo para você tirar seu selfie, como indicado. São duas fotos que indicarão seu tamanho exato.

Pelos reviews, a gente vê que algumas pessoas tinham medo de tirar as fotos. Sabe, tirar uma foto de camiseta justa, ou sutiã, sem saber pra onde elas vão? mas é de confiança.  vc não está nua, tira as fotos de camiseta justa ou de top.

Mas é um uso inteligente e adequado ao produto. Link para o app aqui. 

Belo exemplo de MeCommerce.

 

3ruATEy Marcas usam Selfies de forma inteligenteZ6SyYpt Marcas usam Selfies de forma inteligente

 

 

2. Ingressos com seu Selfie na TicketLeap 

Em vez do QR code, o código de barras 2D, seu selfie para autenticar que você é mesmo o dono do ingresso. Essa é a ideia do TicketLeap para pequenos eventos que podem usar o sistema Selfie Ticket, com identificação pela foto.

O Selfie Ticket funciona para os eventos do TicketLeap. Você escolhe um evento, baixa o aplicativo e tira um selfie para aquele evento. Depois é só apresentar seu selfie ticket para entrar.

 

27O6pS0 Marcas usam Selfies de forma inteligente

(via @leahgonz)

 

3. FreePeople está usando conteúdo gerado pelo usuário (UGC) 

É lindo de ver. Em vez de modelos, pessoas comuns vestindo as roupas da grife. Não são  modelos profissionais, nem blogueiras de moda. São clientes, são pessoas que compram a marca. As clientes de forma direta é que serão as próximas influenciadoras das marcas. 

freepeople Marcas usam Selfies de forma inteligente

Ou seja, são selfies de consumidoras que formam um catálogo real da Free People

 

Gostou?

Compartilhe. Clique e espalhe por aí.

Selfies sendo usados de forma inteligente por marcas.

Clique para ver no site.

 

A ideia é ótima, mas não foi da DHL, propriamente dita, foi de uma agência alemã, a  Jung von Matt que promoveu uma competição inerna de criatividade para seus funcionários. Foi lá que surgiu a pegadinha da DHL usando os seus concorrentes.

Eis a pegadinha:

.Foram feitas caixas de encomenda, de papelão, com uma inscrição impressa com uma tinta especial que 'some' com baixas temperaturas e 'aparece' quando a temperatura sobe.  O texto dizia "DHL é mais rápida". As caixas foram então colocadas em câmaras frias até ficarem pretas. Em seguida, as imensas caixas foram despachadas nas concorrentes.

Conforme o tempo passava e a temperatura subia, a inscrição aparecia, ou seja, os funcionários de concorrentes diretos da DHL, como UPP, passaram a levar a mensagem da DHL em vermelho!

 

eVT4Ow2 DHL faz pegadinha promocional com concorrentes, MUITO BOA!

 

Veja o vídeo todo da ação:

Foi o correio de Tróia, muito bom.
Vi aqui.

 

 

Posts Relacionados

Ir para a home do site
Todos os direitos reservados - 2009- Rádio e Televisão Record S/A
exceda.com