Rosana Hermann

7 de abril de 2014 às 08h14

O avião da Malásia que sumiu

Toda história precisa de um fim. Comédia, drama, piada, caso de mistério, tanto faz, tem que ter um fim. Todo mundo já ficou acordado assistindo aquele filme ruim só pela curiosidade de ver o final. O mesmo acontece com tragédias reais, como a do avião malaio. Para amigos e parentes é mais do que mera curiosidade, é essencial. Não se pode conviver com uma dúvida, com a angústia de ter um filho, uma mãe, um irmão em estado de Schrodinger,combinação de vivo-e-morto no reino das possibilidades. É muito cruel.

No entanto, por mais esforços que façam em equipes multinacionais, nada acontece.

Agora procuram o sinal da caixa-preta que pode estar quase 'sem bateria'. E por que não procuraram antes? Ah, porque nem sabiam em que parte do oceano poderia estar.

Um dia haverá uma explicação, mas por enquanto, fica só o desejo de se atirar nos braços de uma teoria da conspiração e pensar que algum governo não quer que ninguém ache o avião.

Aqui, mais uma notícia, pra nossa coleção.
Onde quer que estejam essas almas, que fiquem em paz.

Sem caixas-pretas, buscas por avião desaparecido dependem de detectores especializados  - Notícias - R7 Internacional.

comentarios-icon3 Comentários
Um beijo, um browse, um aperto de mouse da @rosana
  • Twitter
  • RSS
  • Facebook

Erro no acerto - suplementos - geral - Estadão.

Lembrando, inclusive, a frase absurda e icônica do pensamento de Paulo Maluf "Estupra, mas não mata".

comentarios-icon1 Comentário
Um beijo, um browse, um aperto de mouse da @rosana
  • Twitter
  • RSS
  • Facebook

docura jose wilker fernanda montenegro meryl streep MLB F 3044270823 082012 640x480 Morre José Wilker, um gentleman em forma de artista

Duro acreditar que José Wilker morreu. Mas é verdade. Sofreu um ataque fulminando aos 66 anos. Assim, do nada.

Para os padrões de hoje, 66 anos é pouco para uma vida. Morreu jovem. Basta olhar para o panteão de artistas vivos, como Silvio Santos, Suzana Vieira, Renato Aragão, Gilberto Gil, Caetano e tantos outros, para saber que 70 anos ainda é idade pra trabalhar e aproveitar o tempo que se tem.

Wilker tinha uma voz incomum, linda, um jeito de interpretar muito forte. Todos os seus personagens de novelas, minisséries, filmes de longa-metragem ou sua atuação como apresentador e comentarista de cinema foram marcantes, pois ele tinha um traço raro: elegância. Quem vai esquecer seu papel em Bye Bye Brasil ou no Homem da capa preta?

Seu jeito nem sempre simpático, um tanto fechado, era de quem tinha uma sofisticação natural. Não era dado a brincadeiras, não era um doce no trato em geral. Sua inteligência e ironia finas não permitiam que ele fosse mesmo simpático a qualquer tosquice.

Era também culto. Estudou artes dramáticas, começou um curso de sociologia, sabia muito de cinema.

Com sua morte, não só amigos, parentes e fãs ficam um pouco órfãos. O cinema, o teatro, a TV e o mundo perdem muito. Porque em tudo o que fazia ele era um gentleman. Nesse mundo grosseiro de machos ignorantes e abusivos, que desprezam a cultura e a sofisticação artística, Wilker vai fazer muita falta.

Vou guardar com carinho a imagem do querido amigo Carioca imitando o José Wilker. icon smile Morre José Wilker, um gentleman em forma de artista

Bye Bye, Wilker do Brasil.
Você foi 'felomenal'.

 

.Leia mais - filmografia de José Wilker 

comentarios-icon4 Comentários
Um beijo, um browse, um aperto de mouse da @rosana
  • Twitter
  • RSS
  • Facebook

O vídeo da matéria

E o comentário no JRNews

comentarios-icon4 Comentários
Um beijo, um browse, um aperto de mouse da @rosana
  • Twitter
  • RSS
  • Facebook

Rosana Hermann comenta criação de 'twitter cubano' para incentivar revolta - Vídeos - R7.

No JRNews, com Heródoto falando do "twitter cubano"

comentarios-icon1 Comentário
Um beijo, um browse, um aperto de mouse da @rosana
  • Twitter
  • RSS
  • Facebook

2 de abril de 2014 às 22h53

Mais uma compra online que deu certo.

Demora, mas chega!

comentarios-icon7 Comentários
Um beijo, um browse, um aperto de mouse da @rosana
  • Twitter
  • RSS
  • Facebook

Todo mundo pensa por associação de ideias. Você lê a palavra 'opinião formada' e o cérebro já invoca o Raul Seixas com sua Metamorfose Ambulante. Mesmo quem não concorda com o verso vai acabar repetindo o texto, porque ele já vem pronto, um combo, como os pacotes de assinatura de TV a cabo.

metamorfose Opinião, liberdade de expressão e falta de educação

É quase impossível evitar que essas associações antigas, guardadas no fundo do baú do Raul, digo, da memória, escorreguem pela boca. Você ouve "requintes" e pensa "de crueldade". Requinte deveria vir com a ideia de coisas requintadas, luxuosas, elegantes, mas a crueldade veio e tomou o primeiro lugar no SEO do Google da cabeça. Mesma coisa vale para "óbvio". Tem que vir sempre junto com "óbvio e ululante", porque a frase do Nelson Rodrigues se popularizou. E "férias"? Ninguém diz que está tirando férias, está tirando suas "merecidas" férias sempre.

Tudo isso para dizer que muitas vezes a gente PENSA que pensa uma coisa, que formou uma opinião, mas já tinha um pedaço lá pronto pra entrega, dentro do nosso arquivo, coisas que entraram pelos olhos, ouvidos, que vieram das repetições da TV, do rádio, da nossa avó repetindo. Pessoas em todo o planeta repetem conceitos que os pais, avós, parentes e amigos, celebridades nos dizem e que nós compramos sem piscar.

 

ululante Opinião, liberdade de expressão e falta de educação

Formar uma opinião sobre um determinado assunto a partir do zero é diferente. Você toma contato com o assunto, a proposta ou o caso, procura dentro de você o que você já tem, sabe, pensa que tem ou sabe, confirma o que suas crenças e princípios têm a dizer sobre o tema. Aí você pesquisa, ouve outros pontos de vista, realinha suas conclusões e assim vai moldando sua opinião. Opinião não é um TIJOLO, uma pedra, é uma massa que você molda, como um barro. Depois o barro seca e se firma. E sempre pode quebrar. Porque qualquer opinião pode ser mudada diante de NOVOS inputs. Só quem está morto ou é fanático, dogmático não muda de opinião.

 

Agora vem a questão: as redes sociais EXIGEM que todo mundo tenha uma opinião sobre tudo, formada rapidamente na base do binário, a linguagem digital, sim-não, aceso-apagado, 0-1, contra-a-favor. E, para não ficar de fora, porque ser ignorado e não pertencer aos grupos parece ser a PIOR coisa de uma vida, todo mundo sai correndo para opinar de qualquer jeito, copiar opinião de alguém pra não chegar sem nenhuma, ou já sai atacando a opinião de qualquer pessoa que seja um desafeto. MESMO que você CONCORDE com o que ela está dizendo!

Sim, existe uma belicosidade, um espírito de briga, um ódio que permeia a Internet. Alguns lugares mais (comentários do YouTube) , alguns menos (Instagram).

Mas há uma espécie de cultura de hate, que faz com que a pessoa mais agressiva seja vista como líder fodão pelo bando. Uma inversão geral.

E, nesse clima, a confusão entre opinião não -solicitada e agressividade ocorre o tempo todo. Você posta um tweet, aberto, público e, claro, ele está sujeito a todo tipo de crítica. Mas o comentarista não critica ou contraargumenta, ele vem e ATACA vocÊ!

 

A falta de educação está tomando conta das redes sociais. Pessoas não sabem argumentar, nem opinar, nem interpretar texto, entendem ERRADO e já julgam em 5 segundos baseadas num ERRO. Partem para a ofensa, a agressão e, quando você reclama, ela joga a carta do 'censura!` , 'liberdade de expressão!'. Ora, nada pode ser mais canalha do que achar que o direito sagrado à liberdade de expressão é simplesmente o direito de ofender e agredir o outro!

Essa é minha opinião.

Se você tem outra, diferente desta, exponha-a. Assim a gente lê todas e vai corrigindo os rumos até que a gente encontre o consenso ou o bom senso, o que chegar primeiro.

Bem-vindo ao prisma, um leque de opiniões a partir de um feixe de luz.

comentarios-icon7 Comentários
Um beijo, um browse, um aperto de mouse da @rosana
  • Twitter
  • RSS
  • Facebook

Comprei no Ali Express.<

E o LINK pra vc comprar.

comentarios-icon5 Comentários
Um beijo, um browse, um aperto de mouse da @rosana
  • Twitter
  • RSS
  • Facebook

viaCBN - País - Brasil fica em 38º em estudo que mede capacidade de estudantes para resolver problemas matemáticos.

E aqui, a reportagem completa para você ler. E chorar.

comentarios-icon5 Comentários
Um beijo, um browse, um aperto de mouse da @rosana
  • Twitter
  • RSS
  • Facebook

O YouTube é muito mais rico do que a gente pensa, muito mais útil do que só ser arquivo de coisas engraçadas. TEm aulas, tem tutoriais, tem tudo!

Aqui, dois vídeos, duas teleaulas que explicam o golpe de 64, uma série chamada 'Da esperança à repressão' .

O texto diz: "Na teleaula Da esperança à repressão: o golpe de 64, você vai saber o que as consequências da renúncia de Jânio Quadros trouxe para a nossa história, e como foi o período parlamentarista no Brasil, que teve como presidente João Goulart. Entenda o golpe militar de abril de 1964."

Boa aula!

comentarios-iconComente
Um beijo, um browse, um aperto de mouse da @rosana
  • Twitter
  • RSS
  • Facebook
Ir para a home do site
Todos os direitos reservados - 2009- Rádio e Televisão Record S/A
exceda.com