Rosana Hermann

15 de março de 2005 às 11h50

Vivo

Ora ora ora. Que sorte. Como o celular do maridão foi clonado, a Vivo mandou pra ele um aparelho novo, gratuito, modernissimo, todo cheio de trique-triques, com um visor colorido que é um show. Não consigo entender como é que alguém clona um aparelho remotamente e não clona a linha. Mas tudo bem, em certos casos na vida a gente deve adotar aquela filosofia de algumas matérias da escola: não é pra entender, é só pra copiar. E passar na prova.

comentarios-iconComente
Um beijo, um browse, um aperto de mouse da @rosana
  • Twitter
  • RSS
  • Facebook

15 de março de 2005 às 06h29

Bom dia molhado

Quente e úmido. Parece descrição do clima tropical amazônico mas é só o dia de hoje. O planeta amanhece um pouco mais burro e perigoso já que Bush andou pensando sobre o tratado nuclear. EUA com Bush, Brasil som Severino. Povo tem karma, né?

comentarios-iconComente
Um beijo, um browse, um aperto de mouse da @rosana
  • Twitter
  • RSS
  • Facebook

14 de março de 2005 às 23h01

Separados

Bruno Motta me chama pelo ICQ e avisa que o Geraldo Magela, nosso amigo, estará no Boa Noite Brasil e que o Feltrin disse que João Kléber se separou de sua mulher Vânia. Sem comentários. Não me meto em assuntos de teste de fidelidade ou de felicidade. Mas por falar em separação, Guga também se separou de Larri Passos, amigavelmente.

comentarios-iconComente
Um beijo, um browse, um aperto de mouse da @rosana
  • Twitter
  • RSS
  • Facebook

14 de março de 2005 às 23h01

Terça Insana

wilson Terça InsanaSó não me queixo da agenda lotada nesta terça-feira, porque estou revendo o náufrago e em matéria de sofrimento, o personagem de Tom Hanks é imbatível.

Até mais, querido leitor.

Até mais, tom. Até mais, Wilson.

 

comentarios-iconComente
Um beijo, um browse, um aperto de mouse da @rosana
  • Twitter
  • RSS
  • Facebook

14 de março de 2005 às 20h36

América

Não vi direito o primeiro capítulo mas a música tema é linda. A direção geral, ok, todo mundo sabe, é do Jayminha Monjardim. Mas um dos diretores é o Marcelo Travesso, filho do Nilton Travesso. Conheço-o há anos, um cara bacana e competente, um orgulho para Nilton e a Marilu Torres. Também conheço a Camila, que é um doce de pessoa. Família legal, é tudo.

comentarios-iconComente
Um beijo, um browse, um aperto de mouse da @rosana
  • Twitter
  • RSS
  • Facebook

14 de março de 2005 às 19h41

Chuva de tudo

Noite de chuva. Trânsito. E meu carro, começando a falhar. Fim da gasolina. O ponteiro é incerto, não tem luz que avise, não há como saber a não ser, quando já é tarde demais. Fomos, o carro e eu, movidos pela fé, até o posto mais próximo. Deu. Cem reais de combustível, cem mil vezes obrigada Senhor por mais esta. Anota na caderneta.

No caminho, sentimentos confusos, daqueles que englobam detalhes como 'o que fazer da vida'. Ao chegar em casa, um presente inesperado de uma amiga querida e grata por tão pouco que eu fiz. Me deu um alento muito grande, uma esperança travestida de quase-certeza de que no fim, tudo vai dar certo.

 

comentarios-iconComente
Um beijo, um browse, um aperto de mouse da @rosana
  • Twitter
  • RSS
  • Facebook

14 de março de 2005 às 17h41

Segunday

Que espécie de segunda-feira é esta? Um turbilhão de boas-más-péssimas notícias. Sobressaltos de emoção a cada minuto, como se o mundo fosse desabar sobre nossas cabeças. Por Tutatis e Belenos. Ai que saudades do passado, que nostalgia, do tempo que eu era estudante e dava aula de inglês, vivia uma vida solta e tinha uma coleção do Asterix, o gaulês! Como é duro crescer, amadurecer, envelhecer e finalmente, apodrecer. Rugas, cabelos brancos, responsabilidades, carnês, mensalidade. Por que a gente não pode viver só o lado bom da maternidade? Porque tanta lista pra comprar, coisas pra consertar, contas a pagar, ligações pra dar, dentistas pra agendar, médicos pra consultar? O pior é que sempre fui autônoma não posso nem me aposentar.

Eu era contra, mas hoje, só hoje, sou a favor da auto-clonagem humana.
Pra tirar férias da minha vida de fato, catar a família e ir pro mato.
Nem que fosse só por uma semana.
Vida, não rima com grana.

album01s Segunday album02s Segunday album03s Segunday album04s Segunday
album05s Segunday album06s Segunday album07s Segunday album08s Segunday
album09s Segunday album10s Segunday album11s Segunday album12s Segunday
album13s Segunday album14s Segunday album15s Segunday album16s Segunday
album17s Segunday album18s Segunday album19s Segunday album20s Segunday
album21s Segunday album22s Segunday album23s Segunday album24s Segunday
album25s Segunday album26s Segunday album27s Segunday album28s Segunday

comentarios-iconComente
Um beijo, um browse, um aperto de mouse da @rosana
  • Twitter
  • RSS
  • Facebook

14 de março de 2005 às 15h45

Nem, P, nem M, nem G

coelho Nem, P, nem M, nem GNão, eu não estou afim de comentar nada sobre a notícia de que o Clodovil vai posar para a capa da Revista G. Mas desde já desejo a todos uma Feliz Páscoa, um ótimo dia das Mães, Boas Festas e um Próspero Ano Novo.

comentarios-iconComente
Um beijo, um browse, um aperto de mouse da @rosana
  • Twitter
  • RSS
  • Facebook

14 de março de 2005 às 14h18

FURO!

Denis Meneses, do DGOL, ligou pra Dra. Ruth. Está me contando detalhes da ligação agora, pelo ICQ. Já conto. Mas adianto: ela é muito educada e não é gaga, evidentemente. Ele ligou no celular dela. Ela não deu a entrevista ainda mas ela disse que o fone de ouvido estava com problemas. Como sempre dissemos. Estamos aqui, esclarecendo sempre que a Dra. Ruth foi vítima de um problema de áudio. Claro que eu entendo que a gente ache graça do resultado e tal mas daí a concluir que ela tem ecolalia sem nem ligar para a própria e perguntar, é muito delírio, né não? Sim, é provável que ela estivesse um pouco nervosa com a entrevista e tudo mas o delay do fone foi decisivo. Aguarde novidades através do Denis.

comentarios-iconComente
Um beijo, um browse, um aperto de mouse da @rosana
  • Twitter
  • RSS
  • Facebook

14 de março de 2005 às 14h02

Emails

blushingorange Emails
Recebi dois emails da TRIP, um do Bruno Torturro Nogueira, muito gente fina, o repórter que fez a entrevista com o Patreze e outro da Daniela Falcão, diretora de redação , em resposta ao email que mandei sobre a TRIP em pleno estado de TPM. Bruno disse que não acreditou em tudo o que o entrevistado disse. Ou seja, eu é que devo ter interpretado assim. Intepretação de texto é fogo, às vezes a gente lê só as linhas. Quanto aos erros, Daniela disse que foi a primeira vez que alguém reclamou e que a revista é muito bem revisada. Legal, deve ter sido outro delírio meu.

Hoje, então, vou de Gil. Os meninos são todos sãos, os pecados são todos meus.

 

comentarios-iconComente
Um beijo, um browse, um aperto de mouse da @rosana
  • Twitter
  • RSS
  • Facebook
Ir para a home do site
Todos os direitos reservados - 2009- Rádio e Televisão Record S/A
exceda.com