Rosana Hermann

13 de março de 2005 às 08h41

Colchão

Uma das maiores felicidades é ter um colchão que cuide do seu corpinho durante as frágeis horas de sono. Porque o contrário é realmente fatal. Acordar e perceber que seu colchão destruiu sua coluna é desanimador. O problema é que colchão é um trambolho, não é um item que você compre e traga numa sacolinha de supermercado. Além do que, existe uma espécie de pacto silencioso entre os humanos de que ele sofrerá mas manterá seu colchão durante cerca de dez anos. No momento, 10 a zero para a cama da praia. Ai, que dor nas costas.

comentarios-iconComente
Um beijo, um browse, um aperto de mouse da @rosana
  • Twitter
  • RSS
  • Facebook

12 de março de 2005 às 22h40

Tristeza

Acabei de ver a chamada no site da VEja Online sobre o caso da menina que sobreviveu ao envenenamento de toda a família, em Campinas. Parece que ela era molestada sexualmente pelo pai. Desde os cinco anos de idade.

comentarios-iconComente
Um beijo, um browse, um aperto de mouse da @rosana
  • Twitter
  • RSS
  • Facebook

12 de março de 2005 às 22h15

Emilio e Pânico

Realmente uma loucura o sucesso que o Pânico está fazendo. Nâo só o sucesso em si, mas a capacidade que eles tem de mexer com a cabeça das pessoas e com a mídia em geral. Olho a capa de uma revista e tem lá uma menção a uma brincadeira ou trote do Pänico. Home do UOL, Panico. Na praia, falam das materias do programa. Na palestra que fui dar na sexta, todo mundo oferecendo bala como o glu glue 'olha a bala!!!' Nunca vi nada assim. Impressionante. Falei com o Emilio e ele, apesar de estar trabalhando muito, está muito feliz com o resultado do trabalho. Ele merece. Emílio é o melhor locutor de rádio do Brasil. Criou um estilo. Hoje, o vocabulário que ele usa, é o que vira moda entre a garotada. Ditar vocabulário, não é pra qualquer um.

comentarios-iconComente
Um beijo, um browse, um aperto de mouse da @rosana
  • Twitter
  • RSS
  • Facebook

12 de março de 2005 às 22h12

Barulho

O barulho aqui em casa está terrível. Tem alguma casa que está dando uma festa ou algo assim e o barulho está infernal. Já tem gente querendo ligar pra polícia. Acho triste isso, briga de vizinho. Em todo lugar do mundo acontece. Porque neste mundo tem de tudo. Tem vizinho amoroso que traz bolo de cenoura no tupperware mas tem vizinho que envenena o cachorro. Tem vizinho que abre o portão da garagem quando vê você chegando e tem aquele que fura o pneu do seu carro porque você ficou 3 milímetros mais pra lá do que devia. Tem vizinho que rouba o jornal da gente da porta, um absurdo. Tem outro que pega sua revista. Vizinho é complicado porque é ser humano competindo pelo espaço, motivo de guerras em toda a história da humanidade. Quem tem vizinho legal tem sorte. Tem que levantar as mãozinhas pro céu e balançar em agradecimento.

comentarios-iconComente
Um beijo, um browse, um aperto de mouse da @rosana
  • Twitter
  • RSS
  • Facebook

12 de março de 2005 às 22h01

Baralho

Compramos o baralho mais vagabundo da história dos jogos de azar. É de plástico, supostamente, mas as cartas são tão finas que dá pra ver o naipe pelas costas! Além do que não são brancas, são acinzentadas. Tenho quase certeza que são feitas de saco de lixo reciclado. Nunca vi uma coisa tão miserável. Dá até nervoso. Mesmo assim, joguei e me diverti muito. Jogar com criança é muito gostoso.

comentarios-iconComente
Um beijo, um browse, um aperto de mouse da @rosana
  • Twitter
  • RSS
  • Facebook

12 de março de 2005 às 21h52

Filmes na TV

Praia combina com filme na televisão. A gente acaba vendo todos os filmes que já viu, de novo. Eu acho ótimo. Eu sempre esqueço o fim dos filmes. Se não for alzheimer precoce é disco cheio. TEnho esquecido tudo, tudo mesmo. Mas não esqueço de você, querido ... querido... eleitor??

comentarios-iconComente
Um beijo, um browse, um aperto de mouse da @rosana
  • Twitter
  • RSS
  • Facebook

12 de março de 2005 às 21h25

Chove?Chove?

Aqui o banquete é dos pernilongos. E o calor, reina. Ouvi dizer que chove em alguns lugares do Brasil, é isso mesmo? Está precisando.

comentarios-iconComente
Um beijo, um browse, um aperto de mouse da @rosana
  • Twitter
  • RSS
  • Facebook

12 de março de 2005 às 21h01

Sai de Baixo do Destino!

Maridão viu o primeiro e último capítulo da novela Senhora do Destino e já entendeu tudo: Nazaré virou Caco Antibes e Giovanni virou Magda. Só falta agora a imigração ilegal pros istêites aumentar por causa da nova novela das 8-9. Sem contar que o padre que fez o casamento da anta com o anto é o São Nunca do comercial da ford.

comentarios-iconComente
Um beijo, um browse, um aperto de mouse da @rosana
  • Twitter
  • RSS
  • Facebook

12 de março de 2005 às 17h12

TRIP e TPM

O Paulo Lima é um cara muito admirável.Gosto dele, gosto da revista TRIP, gosto da TPM. Gosto do Arthur Veríssimo e da Milly Lacombe. Acabei de ler as duas revistas agora. Mas tem muita coisa que eu não gosto não. Não gosto por exemplo, dos incríveis erros de português e da falta de revisão. Sim, sim, (ai como é chato sempre explicar as exceções e os erros pessoais) eu também erro e tal. Mas existe uma diferença entre um blog pessoal e uma empresa, uma editora, a maior editora de custom publishing, por exemplo. E a trip sempre tem muitos erros. Hoje, por exemplo, vi uma referência à caderneta de poupança "aspa", assim, sem H. Me deu até um choque. Outro. Não era um erro de ortografia, porque estava na pergunta e na resposta. OK, uma bobagem. Mas editora não tem revisor? Como esses já vi muitos mas não acho legal.

 

Acho legal, sim, a matéria sobre releases estupidos que a redação recebe. Os da Amanda Françozo são hilários. Realmente, quem se importa se ela foi para a Disney pela primeira vez?

 

A matéria de capa da TRIP, com Athayde Patreze, foi estranha. O repórter, Bruno, parece ter acreditado em tudo. O que é muito louco. O microfone do Athayde não é de ouro, ele não tem esse dinheiro todo, quase tudo que ele aparenta ter era permuta e a casa dele é no fim do mundo e não é nenhuma mansão. Tudo por fazer, tudo de muito mau gosto. A começar pela cama redonda. Lembro de ter perguntado onde ele comprava lençóis circulares.

 

Tudo nele é fake. Mas a revista acredita em tudo. O que não invalida meus sentimentos. Continuo gostando do Paulo Lima, do ARthur, da Milly, da TPM, da Trip, de tudo. Mas se precisar de um revisor ou revisora, eu conheço alguns ótimos!

 

comentarios-iconComente
Um beijo, um browse, um aperto de mouse da @rosana
  • Twitter
  • RSS
  • Facebook

12 de março de 2005 às 15h31

Mergulhando

swimlady Mergulhando

comentarios-iconComente
Um beijo, um browse, um aperto de mouse da @rosana
  • Twitter
  • RSS
  • Facebook
Ir para a home do site
Todos os direitos reservados - 2009- Rádio e Televisão Record S/A
exceda.com