PA5R0001BR 1 Moto G5: Design renovado e ótimo custo benefício #review

Se você está esperando uma grande surpresa ou uma câmera absurda, esse não é o aparelho mais indicado no mercado. No entanto, se você precisa navegar na internet, usar redes sociais, jogar com moderação, se interessa por um design metálico e se empolga com a segurança de um sensor de impressões digitais, o Moto G5 é para você.

Meu primeiro contato com o aparelho foi ainda em Barcelona, quando a Lenovo/Motorola anunciou duas opções: Moto G5 e Moto G5 Plus. Poucas semanas depois, os dois modelos intermediários chegaram ao Brasil: R$ 999 para o G5 e R$ 1.499 para o G5 Plus, preço sugerido pela Motorola. Atualmente, a marca vende a versão Plus mais barato: R$ 1.299. Os dois passaram pela redação, mas testei e gostei mais do Moto G5.

20170425 161416 Moto G5: Design renovado e ótimo custo benefício #review

Eu explico a razão por indicar o modelo baratinho. Em curto período de tempo, o mercado viu a chegada de todo um time de aparelhos novos (Moto G5, LG G6, Moto Z², Galaxy J5 Prime, Xperia ZX Premium e o Galaxy S8, etc). Mesmo com suas diferenças - que são várias - o Moto G5 faz um ótimo trabalho no dia a dia. Ao melhor estilo "companheiro de aventuras", o Moto G5 é bom o suficiente para o cotidiano - apesar de não se destacar  ou ser brilhante em alguns quesitos.

Vamos aos fatos: o "amigão da vizinhança" custa menos de R$ 1.000, tem um tela bastante agradável, bateria vai até o fim do dia com você e a interface do Android puro - se já não é um grande diferencial, também não te deixa na mão. A Motorola ousou pouco é apostou no que já dava certo. Uma escolha justa, afinal, o Moto G é o campeão em vendas no mercado brasileiro.

Design

A quinta geração do Moto G teve suas principais mudanças no design. O aparelho conta com acabamento em alumínio tem uma pegada muito boa. Nessa edição, você se livra daquele calombo de câmera que eu não curto muito. O conjunto todo do Moto G5 se destaca: o celular realmente simpático aos olhos.

Na frente, temos uma tela FullHD de 5 polegadas e, o destaque do aparelho, um sensor de impressão digital na borda inferior do celular.  O grande diferencial do G5 em relação ao G4 Plus nesse sentido é que o sensor tem mais funções. Agora é possível fazer a navegação mais comum pelo botão: voltar, abrir a bandeja de apps recentes, voltar para a home ou apagar a tela do Moto G5.

Interface e usabilidade

Essa nova interface faz com o aparelho "recupere" algum espaço na tela para consumo de conteúdos. Isso é realmente ótimo. No entanto, nem sempre a navegação sai como você quer. Me peguei, várias vezes, acessando a opção errada na hora de utilizar o sensor de digital para a opção de voltar, por exemplo. Outro problema recorrente, nem todos os apps estão 100% alinhados com esse sistema de navegação. Várias vezes, o Chrome não voltava para a página que eu estava acessando e, no lugar, me mandava para a home.

O Moto G5 chega com o Android 7.0 Nougat ao mercado, mesmo que essa seja uma informação pouco relevante para a maioria dos usuários. Afinal, nos últimos anos, o sistema do Google deu um belo salto de qualidade. No entanto, é bom saber que a Motorola/Lenovo (inverti dessa vez) mantém os usuários com o que há de mais recente por parte do sistema operacional do robôzinho.

A interface é simples, mas bastante direta e colabora para quem não tem lá muita familiaridade com tecnologia. É interessante notar também que o aparelho ainda oferece atalhos para iniciar a câmera, Moto Tela e outros recursos que já são marcas registradas das linhas Moto.

motog5 descricao 3 Moto G5: Design renovado e ótimo custo benefício #review

Performance

O Moto G5 tem uma performance aceitável. O celular oferece um processador Snapdragon 430, da Qualcomm, com 1,4 GHz, bateria de 2800 mAh - com carregamento rápido - e, no geral, realiza todas as tarefas básicas sem nenhum problema. Jogar também é possível, apesar de não ser o aparelho mais indicado para quem pretende carregar gráficos pesados e passar longas horas curtindo.

O aparelho chega com 2 GB de memória RAM e 32 GB de armazenamento (expansível até 128 GB via microSD). O Moto G5 também tem entrada para dois chips, permitindo que você tenha duas linhas - o que já é padrão no Brasil. Apesar de esperar mais da memória RAM, o celular faz um trabalho bem satisfatório com o conjunto apresentado. Os 32 GB de memória também estão virando um padrão, mas fazem grande diferença em relação a celulares concorrentes - alguns ainda oferecem 16 GB ou menos por aí.

Um pouco que vale ressaltar é que não fiquei "na mão" nenhum dia com o Moto G5. A bateria do aparelho é o suficiente para manter um dia inteiro de uso intenso. Isso significa: chamar no "Zap", usar GPS para viagens até o interior, tirar fotos, gravar entrevistas e até compartilhar um pouco da vida ou curtir a vida alheia nas redes sociais.

Fotos

Um ponto que não me agradou muito no G5 foi sua câmera. O celular conta com um sensor principal de 13 MP (com abertura de f/2.0) e conta com a tecnologia PDAF para detecção de foco. No entanto, esse foco automático nem sempre cravava de primeiro, o que gerou algumas fotos meio borradas. O dispositivo conta com um flash de LED no sensor principal e zoom digital de até 8 vezes. Ah, sem contar que as fotos em ambientes escuros ficaram um bocado granuladas em algumas ocasiões.

Já a câmera frontal conta com 5 MP e abertura mais modesta: f/2.2. Um diferencial desse conjunto é a lente de ângulo aberto e o flash na tela para melhorar seus cliques no escuro.

Em ambientes bem iluminados é possível fazer ótimas fotos com o Moto G5. Puxando os reviews anteriores desse blog aqui, percebo que sempre sobra uma ou outra crítica ao Moto G por conta da sua câmera. Acho que ele faz um trabalho honesto. Poderia ser melhor, mas há claramente uma opção dos fabricantes por equilibrar o custo do aparelho com seu desempenho. Diria que o Moto G5 mostra mais uma vez essa preocupação claramente.

No entanto, vale citar que, os consumidores estão cada dia mais exigentes com todos os aspectos de seus celulares. E a câmera é um dos principais. Chega de conversa, dá uma olhada nas fotos:

IMG 20170425 143535404 Moto G5: Design renovado e ótimo custo benefício #review

IMG 20170421 171249160 Moto G5: Design renovado e ótimo custo benefício #review

IMG 20170424 194326327 Moto G5: Design renovado e ótimo custo benefício #review

IMG 20170421 171239345 Moto G5: Design renovado e ótimo custo benefício #review

Moto G5 x Moto G4

O Moto G5 foi criticado no lançamento já que algumas características foram limadas da versão mais barata, como a TV Digital, se compararmos com o Moto G4, seu antecessor. A memória RAM é a mesma, a bateria é menor e as câmeras têm a mesma quantidade de pixels. No entanto, pode me chamar de maluco, o Moto G5 me parece um produto mais bem acabado.

O novo modelo chega nas cores preto/cinza e dourado. Tanto o design quanto a performance fazem com que o Moto G5 se destaque em relação ao seu antecessor. No quesito fotos, os dois celulares ficam empatados. A tela do Moto G4 é maior: tem 5, 5 polegadas mantém a mesma resolução do celular da geração atual, o que garante uma vitória ao Moto G4 nesse quesito. Porém, vale lembrar que o consumo de bateria é bastante semelhante - assim como o preço dos dois celulares no varejo.

motog5 descricao 1 Moto G5: Design renovado e ótimo custo benefício #review

Levando todas essas pequenas decisões em conta, acredito que o definidor para quem está em dúvida é o recurso de TV digital - que, nessa geração, migrou para o modelo G5 Plus. Se você não se importa com essa opção de entretenimento, vá com fé no Moto G5. Em relação aos concorrentes, o celular também é um concorrente forte, que já conta com a confiança dos consumidores brasileiros. E deve garantir esse sucesso por mais uma geração, já que o Moto G5 entrega um bom conjunto.

Outra ressalva importante é a chegada de um novo concorrente que pode canibalizar o Moto G, da própria Lenovo/Motorola. Por R$ 50 mais barato, o Moto E4 Plus traz mais bateria (5000 mAh), tela de 5,5 polegadas (apesar de ser apenas HD) e um conjunto de câmeras parecido (a câmera frontal, inclusive tem flash), sensor de impressão digital e o mesmo design.

http://r7.com/nBDo