20170727 000701 1024x512 Samsung QLED   Três semanas com a impressionante smart TV Q7F 65 #review

O cinema é o mais próximo que temos do sonhar acordados para a pesquisadora Ana Maria Bahiana. A ideia também é defendida por diretores, como David Lynch, Jean Cocteau e Luiz Buñuel, dentre outros. Algo como a formação de uma plateia que transforma o sonho de um diretor em algo seu ou rejeita aquele conteúdo.

Acredite você ou não nessa teoria, a verdade é que a capacidade de mergulhar e até se afogar em uma história intrigante como Twin Peaks ou fantasiar com dragões e muralhas de gelo em Game of Thrones são tarefas mais fáceis quando você tem uma tela incrível, como uma QLED, na sua frente.

Os televisores QLED fazem parte de uma nova categoria trazida pela empresa sul-coreana Samsung para o Brasil em julho. Passei exatas três semanas com o modelo Q7F 65" e conto minhas impressões a seguir.

FOTOS: Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma smart TV

Bom, para começar, imagino que qualquer TV de 65 polegadas cause um impacto gigantesco na maioria dos ambientes. A seu favor a QLED da Samsung tem mais do que o simples tamanho. A nova linha foi chamada pela empresa de sua inovação mais recente e defende essa posição com três pilares: qualidade de imagem, design e conveniência no uso.

Qualidade da imagem

No que diz respeito à "perfeição de cores e realismo", as imagens no televisor da sul-coreana são impressionantes. Além de conteúdos de plataformas de streaming (HBO Go, Netflix e Amazon Prime Video) conferi conteúdos do dia a dia de todo o brasileiro: transmissões de futebol tem um tom mais dramático (especialmente quando seu time perde, não é legal) e até mesmo as novelas ganharam um "que" mais épico na QLED.

Antes de continuar, um rápido parêntese

A tecnologia QLED reúne pontos quânticos em um painel de LED.  O nome diz respeito a essa união Q + LED. Na realidade, não é primeira vez que a Samsung e outras empresas usam esse tipo de tecnologia, as TVs desse tipo já tiveram outras edições. Mas, o marketing é a alma do negócio, não é mesmo... Esse tipo de painel é apontado como o principal concorrente das TVs OLED (diodo emissor de luz orgânico, na sigla em inglês).  Ao mesmo tempo que o nome soa bem, ele diferencia os modelos premium da marca dos outros televisores SUHD.

Mas, como essa tal QLED funciona? A primeira coisa é saber que a definição da empresa tem mais relação com marketing do que efetivamente com a tal da tecnologia. Basicamente, a TV funciona ao colocar uma camada ou filme desses pontos na frente de uma painel de luz de LED. A camada é composta por essas partículas bem pequenas, que emitem sua própria cor individual de acordo com seu tamanho. De maneira MTO simplificada, o tamanho de cada partícula determina o comprimento da onda de luz e esse comprimento determina a cor diferente. Um painel QLED é capaz de reproduzir 1 bilhão de cores e 100% de volume de cor em cada cena, segundo a Samsung.

(malz, não foi tão rápido assim)

35432335375 f4f26aaf47 z Samsung QLED   Três semanas com a impressionante smart TV Q7F 65 #review

Outro dado que pode assombrar é a quantidade de nits - unidade de brilho emitido por uma tela - que uma QLED consegue emitir. São mais de 1500 nits. Em geral, uma TV UHD emite cerca de 300 nits, enquanto uma TV OLED chega a 800 nits, segundo a Samsung. Durante minha experiência com a QLED, medi bastante a reação das visitas e o brilho é um dos pontos mais comentados, além da sensação de realismo dada pelo televisor. Cabe ainda acrescentar aqui que joguei alguns games na TV, dois se destacaram: Persona 5 e The Legend of Zelda: Breath of the Wild. São dois jogões, que ficaram ainda mais belos nessa baita tela. No caso das sessões de jogatina noturna, era comum ter que diminuir o brilho para não iluminar a casa toda.

Em Persona 5, um dos pontos que mais se destaca no jogo é a escolha estética. Ter a chance de passar as últimas horas de uma jornada de mais de 115 horas com ajuda de uma QLED fez desse final algo ainda mais surpreendente. No caso de Zelda, já havia terminando a principal história, mas ainda há muito por explorar. O visual do jogo, fortemente influenciado pelas animações do Studio Ghibli, colaborou também para me deixar pregado na frente da TV.

O contraste era bastante perceptível, mesmo quando havia pouca iluminação na sala. Com ajuda do HDR, conteúdos em 4K apresentavam uma experiência próxima do sonho coletivo mesmo. Das coisas que eu assisti na QLED e curti muito: animações, como Yuri!!! on Ice. A abertura desse anime específico ficou realmente épica no televisor da Samsung. Assista: mesmo que não seja numa QLED!

Experiência e estilo

Outro ponto bastante interessante no caso de uma TV como  a Q7F é a experiência proporcionada. A começar pela instalação, a Samsung oferece uma série de acessórios para transformar o televisor em uma peça quase de decoração na sua sala. Além de um suporte de parte No-Gap, que permite a instalação da TV como se fosse um verdadeiro quadro, o aparelho QLED da Samsung ainda conta com uma base cheia de estilo, caso você vá localizá-lo em algum móvel.

011 1024x448 Samsung QLED   Três semanas com a impressionante smart TV Q7F 65 #review

Para tornar essa instalação mais fácil e também permitir que você fixe a TV na parede, a QLED conta com uma base de conexões que pode ser colocada onde você quiser. Ou seja, você só liga um cabo na TV e, em seguida, conecta seus outros aparelhos todos nessa base. Pendrives, HDMI e até mesmo o cabo de sinal de TV digital são conectados nessa base. Um dos pontos que mais me agradaram, afinal, eu não queria ter que ficar mexendo num televisor de 65 polegadas para trocar o pendrive ou retirar O HDMI conectado na base do Nintendo Switch, por exemplo. Essa "conexão invisível", nome dado pela marca, já é adotada em outros modelos e faz todo sentido!

O controle remoto também complementa essa visão da Samsung de praticidade e estilo. A TV conta com um controle chamado de Q Smart. Além de ser bem menor do que os trambolhos que usamos em TVs mais antigas, o Q Smart funciona de forma integrada com a interface dessa nova linha de televisores.

Nem tudo é perfeito

Uma das facilidades da QLED Samsung é seu sistema operacional Tizen, que permite que você navegue pelas opções da smart TV assim como usa seu Android. São várias facilidades proporcionadas pelo sistema. Se você usa Android, por exemplo, é possível usar o menu de compartilhamento de fotos e vídeos para jogar o conteúdo diretamente para a TV. No geral a navegação é bem simples, os menus foram simplificados para serem mais diretos ao ponto. No entanto, algumas opções são bem escondidas e você precisa caçar em sub-menus para conseguir realizar os "ajustes finos" na TV.

controle Samsung QLED   Três semanas com a impressionante smart TV Q7F 65 #review

Um recurso que promete facilitar sua vida é o de controle único, já que a TV conta com um banco de dados de aparelhos que você pode conectar nela. Ou seja, a QLED já reconheceu meu PlayStation 4 de cara. Segundo o pessoal da companhia, ela seria capaz de reconhecer vários outros aparelhos, até mesmo a concorrente Apple TV. No entanto, alguns pendrives que testei não foram reconhecidos, nem o Nintendo Switch. Provavelmente, porque os pendrives eram mequetrefes e o Switch é um videogame recente.

Apesar de já ter mais de 300 apps em sua loja, apreciador de animes e séries de fantasia que sou, notei a ausência de dois apps especificamente: Chrunchyroll e HBO Go. Claro que isso não significa necessariamente uma falha da Samsung, já que essas empresas de conteúdo têm estratégias próprias de distribuição. No entanto, é um verdadeiro pecado depender do Chromecast para fazer o streaming de qualquer conteúdo em uma baita TV como essa.

Outra parte do serviço que a Samsung está oferecendo em conjunto com as TVs QLED é o Concierge, atendimento por telefone 24 horas por dia, consultoria remota ou presencial, resposta para qualquer solicitação em até 48h, e treinamento para uso do produto.

Fabricados no Brasil, os dois modelos têm o preço sugerido de R$ 9.999,00 para a Q7F 55” e R$ 18.499,00 para a Q7F 65”, aparelho que foi enviado para os testes. Sim, é um produto premium, com um preço premium também. A experiência com uma QLED é realmente impressionante. Recomendo que você, pelo menos, experimente essa visão privilegiada de qualquer conteúdo em uma loja. Vale lembrar que a empresa é conhecida por trazer essas novidades para as linhas mais acessíveis ao longo do tempo. Por isso, vale a pena ficar ligado para saber o que as próximas gerações de TVs que combinam LED e pontos quânticos trarão. Com certeza, as novidades são promissoras.

PS: tive um problema grande com esse teste, até meu gato sente falta da QLED. Saudades =(

20170708 092008 HDR Samsung QLED   Três semanas com a impressionante smart TV Q7F 65 #review

http://r7.com/LkGa