A vida tem umas coisas muito engraçadas. Passei a manhã toda tentando conseguir um hotel no Rio, mas está tudo lotado por causa de um congresso, algo assim.

Comecei pelo Novo Mundo, no Flamengo, onde sempre costumo ficar no Rio, mas peguei o telefone errado e acabei ligando para o Mundo Novo, que fica na Lapa. "É engano", me desculpei.

Aí descobri que o Novo Mundo e os outros hotéis que eles me indicaram estavam todos lotados. Apelei então para os serviços do Zé Zuquim, meu velho amigo Zezão, dono de uma agência de turismo. Também ele nada conseguiu.

Como tenho que estar lá hoje à noite para a festa de aniversário do grande jornalista sergipano Ancelmo Góis, coleguinha de "O Globo", que vai ser no Estrela da Lapa, resolvi ligar de novo para o Mundo Novo pra ver se lá tinha lugar. Pelo menos, ficaria mais perto da festa.

Por uma noite só, pensei, qualquer lugar serve. Mas, antes de telefonar para o hotel, me ocorreu de ligar para outro amigo, o Roberto D´Ávila, que conhece meio mundo no Rio e poderia me arrumar alguma vaga num hotel mais conhecido.

"Sabe onde eu estou?", perguntou-me o amigo, sempre de alto astral. "Em Paris, meu caro, em Paris... Agora estou embarcando para Roma".

Expliquei-lhe meu problema e aconteceu o inacreditável.

"Sem problemas, meu caro, fica no meu apartamento. Ligo agora para o consierge e aviso que voce vai ficar lá hoje..."

Acontece que o Roberto D´ávila mora simplesmente no Copacabana Palace. É lá que fica o apartamento dele...

Quer dizer, em questão de segundos, saí de um hotel na Lapa que não conheço e, pela primeira vez na vida, vou ficar hospedado no Copacabana Palace.

E, ainda por cima, de graça...

Não é engraçada essa vida?

  

http://r7.com/ksv8