"A liquidação extrajudicial de dois bancos em São Paulo está gerando, como é natural, uma certa intranquilidade naquela praça. Embora o sistema bancário bandeirante seja dos mais sólidos, sempre é de temer que o nervosismo dos pequenos depositantes venha a provocar um começo de pânico de consequências incertas, num setor tão delicado quanto o do crédito e da confiança. Eis por que cabe às autoridades financeiras a adoção de medidas destinadas a deter a ameaça de crise. Mesmo admitindo que a liquidação de bancos em situação difícil seja fato comum em qualquer parte do mundo, temos de convir que o momento brasileiro é delicado e, por isso mesmo, poderia prestar-se à deflagração de uma crise maior".

Alguma semelhança entre a notícia acima e o que está acontecendo hoje nos Estados Unidos e, por tabela, no resto do mundo?

Calma, pessoal, esta notícia foi publicada hoje, no segundo caderno do jornal "O Globo", mas na seção "Há 50 anos", que todo dia relembra os principais fatos de meio século atrás.

Algúem ainda se lembra destes dois bancos que quebraram na minha São Paulo de 1958, quando eu tinha 10 anos?  

Para quem sempre acha que o fim do mundo está chegando a cada crise, é bom republicar estas notícias, respeitando a linguagem e as circunstâncias da época.

Também para aqueles que não se conformam com a exportação de craques brasileiros para a Europa, tema da seção de "O Globo" de hoje,  vale a pena transcrever outra nota da seção "Há 50 anos" que nesta quarta-feira parecia destinada a nos provar que, quanto mais o mundo muda, mais a história se repete.

"Pela Ibéria, acompanhado pelo seu pai, o técnico Zezé Moreira, seguiu ontem para a Espanha o comandante de ataque Wilson Moreira. Ao despedir-se dos seus companheiros no Vasco, declarou que trancara a sua matrícula na Faculdade de Direito por três anos e o noivado por três meses, a fim de não perder a grande oportunidade que lhe foi oferecida pelo Betis, de Sevilha".

Trancar a matrícula na faculdade por três anos, tudo bem, mas o noivado por três meses, como assim? Essa eu não entendi...

Por onde andará Wilson Moreira, o filho do grande Zezé?

http://r7.com/v9kV