Eles já não assustam mais ninguém, de tão familiares que se tornaram de todos nós nas últimas semanas, mas agora é o próprio presidente do Senado, José Sarney, quem se surpreende com a quantidade: "Não sei por que agora resolveram tirar todos... Continue lendo