Corinthians, Palmeiras, Santos e São Paulo: listo os semifinalistas do Paulistão em ordem alfabética porque os quatro grandes chegam à fase decisiva em situação de absoluto equilíbrio. Qualquer um pode ser campeão. Não tem nenhum Barcelona neste campeonato.

Pela primeira vez em muitos anos, nenhum pequeno conseguiu se classificar. Foram 19 jogos de cada time até agora, para no fim acontecer o óbvio, sem muitas emoções, que ficaram para o próximo final de semana, quando o campeonato começa para valer.

Os quatro clubes da elite do futebol paulista montaram este ano bons elencos e são comandados por treinadores com larga experiência e altos salários.

No banco, o Palmeiras de Felipão e o Santos de Muricy, dois bravos vencedores, estão melhor servidos do que o São Paulo de Paulo César Carpegiani, o nosso popular PCC das invenções pardais, e o Corinthians de Tite, o novo Rolando Lero do futebol, mas isso não quer dizer nada.

Palmeiras e Corinthians, que se enfrentam numa das semifinais, mostraram até aqui um futebol burocrático, jogando para o gasto. No outro jogo, teremos São Paulo e Santos, que encantaram mais quem gosta de ver um bom espetáculo, mas também deram mais sustos em suas torcidas.

Neymar e Lucas confirmaram neste começo de ano que já são as novas grandes estrelas do futebol brasileiro, ao lado de Paulo Henrique Ganso. Qual deles chegará à grande final contra o vencedor do Palmeiras de Kleber e do Corinthians de Liedson?

Como todos sabem que sou ligeiramente são-paulino, vou deixar a resposta para vocês.

http://r7.com/13q6