Em resposta à minha pergunta aqui no Balaio e no "Jornal da Record News", na semana passada, sobre o que faz em Londres, desde abril, como representante da Prefeitura de São Paulo, com a missão de acompanhar "iniciativas dos Jogos Olímpicos de 2012", recebi do assessor Fagner Barbosa mensagem com a resposta do secretário Especial de Organização de Grandes Eventos, Walter Feldman, que reproduzo abaixo, na íntegra:

"São Paulo é a maior cidade da América Latina e a sua economia é maior do que muitos Estados do Brasil, portanto, é um caso único. A ideia do prefeito Gilberto Kassab em criar a secretaria de Grandes Eventos foi muito boa, porque há um mercado grande para explorar, vai render muitos frutos econômicos e sociais para a cidade. Os maiores 20 eventos mundiais geram cerca de US$ 200 bilhões e SP tem condições de disputar uma parte deste negócio. Assim, acompanho também o que Londres está fazendo para receber não só a Olimpíada, mas também outros grandes eventos, que paralelamente também são realizados negócios entre empresários de todo o mundo.  A partir deste aprendizado, estamos trazendo para São Paulo um Clube de Negócios. Já está gerando resultados. Na mídia por exemplo a CNN ampliou o seu escritório em SP, ao invés de montar outro novo no Rio de Janeiro, como estava previsto.

A quantidade de negócios que são fechados paralelamente aos eventos deixam um legado que beneficiará a população. Por exemplo, um shopping que está sendo construído na Vila Olímpica vai gerar 16 mil empregos diretos. Os investimentos necessários ao shopping na Zona Leste de Londres só aconteceram por causa da realização dos jogos. Outras melhorias foram feitas na região que estão transformando a realidade de um bairro pobre e abandonado. Estamos fazendo o mesmo em alguns bairros da Zona Leste e Norte. Temos projetos em andamento já com investidores e em breve anunciaremos detalhes para a mídia.

Também em Londres acompanhei o trabalho  de renovação com sustentabilidade que gerou maior procura no mundo dos negócios.

Estamos discutindo com o presidente da Federação Paulista de Futebol o projeto de “Estádio Saudável”, onde a população possa desfrutar através de programas de esporte, culturais e de saúde. Este projeto é um sucesso na Europa. As pesquisas mostram que a comunidade está mais saudável e feliz com a iniciativa. As atividades param somente quando há jogos de futebol. O prefeito já aprovou a iniciativa.

Em novembro vamos sediar pela primeira vez a final de Challengers da ATP, um dos torneiros mais importantes do Tênis. É uma grande conquista nossa. Estamos disputando a realização da Copa do Mundo no Parque Villa-Lobos, com as sete melhores equipes mundiais do esporte além do Brasil. São Paulo vai entrar no circuito dos grandes eventos, trazendo mais negócios, empregos e benefícios para a população.

Semana retrasada estive em SP para apresentar ao prefeito um clube de investidores liderado pela empresa MEI (organizadora dos jogos Olímpicos de Pequim e Londres além de outros grandes eventos). Convencemos a MEI de se instalar em SP e já começamos a desenvolver projetos em conjunto. No dia seguinte me reuni com 40 empresários estrangeiros e brasileiros realizada no estádio do Pacaembu. Muitas propostas de investimentos para S. Paulo foram discutidas, com base nos projetos de Grandes Eventos para a capital.

Ainda sobre os projetos, o prefeito Gilberto Kassab criou uma comissão intersecretarial com as áreas de Desenvolvimento Econômico, Turismo, Esporte e Relações Internacionais para instituir a área de grandes eventos em São Paulo. O recorde de investimentos em 2010 foi logo após a crise mundial e sem a perspectiva de grandes eventos. Agora pretendemos dobrar os eventos na cidade, de 26 para 52, muitos dos quais estou acompanhando para trazer para SP.

Estamos trabalhando para gerar mais lucro e principalmente para deixar um legado para a população. Estamos cansados de ver obras depois de grandes eventos que não servem para nada. Nosso trabalho se direciona para que os investimentos continuem depois de terminados, como a construção de hotéis e outros empreendimentos nas mais diversas áreas. Hoje SP é sede de 170 das 140 feiras e convenções realizadas na América do Sul, definitivamente é a cidade de negócios, eventos e turismo cultural".
***

Agradeço a atenção do secretário Walter Feldman e do assessor Fagner Barbosa. Não farei comentários sobre o relato apresentado por Feldman, deputado federal eleito pelo PSDB, partido do qual se desligou este ano, depois de assumir a Secretaria de Esportes de Gilberto Kassab, e antes de receber a missão em Londres, prevista para durar seis meses.
Como não sou dono da verdade, e o Balaio é um espaço democrático, deixo para os leitores a avaliação do trabalho do Secretário Especial de Organização de Grandes Eventos.
Bom fim de semana a todos.

http://r7.com/nuL1