fotomontagem1 Já deu, Mano! Cai fora e leva o Marin

O título acima já estava pronto ao final do primeiro tempo do amistoso do Brasil contra a África do Sul, na tarde desta sexta-feira, no Morumbi, em que mais uma vez vimos como vai mal o outrora melhor futebol do mundo. Com esta seleção de Mano e Marin, não teremos a menor chance na Copa de 2014.

Não dá mais, chega! Em casos normais, é o presidente quem demite o treinador. Como isso não vai acontecer, porque os dois são igualmente medíocres e covardes, Mano Menezes poderia fazer o favor de pedir o boné e levar junto com ele o tal de José Maria Marin e seus óculos escuros panorâmicos, legítimo herdeiro de Ricardo Teixeira como dono da massa falida da CBF.

Faz mais de dois anos que o técnico escolhido por Teixeira para o lugar de Dunga, após o vexame na Copa da África do Sul, prova a cada jogo que é incapaz de montar um time de futebol com a camisa da seleção brasileira, depois de testar um caminhão de jogadores. Pouco importa que o Brasil tenha achado um gol e vencido por 1 a 0, com um gol do incrível Hulk. Vale o pedido que faço no título.

Jogamos tão mal que Mano, um técnico sempre muito agitado à beira do gramado, que passou as Olimpíadas gritando com os jogadores e xingando os juízes, ficou o tempo todo encolhido no banco de reservas com medo de ser vaiado.

No final do jogo, com o Brasil todo recuado para garantir a "goleada" contra uma seleção de jogadores apenas esforçados e muito ingênuos, as vaias da torcida que lotou o Morumbi gritaram que chegamos ao fundo do poço. E não vamos fazer nada, não vai acontecer nada, fica tudo por isso mesmo, faltando menos de dois anos para a abertura da Copa no Brasil?

Ganhar ou perder faz parte da vida, mas é preciso ter um mínimo de competência e vergonha na cara para vestir a camisa e comandar uma seleção pentacampeã do mundo jogando em casa.

Quem o caro leitor do Balaio colocaria no lugar de Mano?

E para a vaga de Marin, se um dia for aberta, temos algum candidato?

http://r7.com/pvTt