Taxistas, comerciantes e jornalistas têm uma coisa em comum: não gostam de feriados prolongados. Cai o movimento, as ruas (com a exceção natalina da 25 de Março), e os gabinetes ficam vazios, aumenta a falta de novidades no mercado da notícia... Continue lendo