eduardo campos e lula Lula merece respeito, diz Eduardo Campos

Eduardo Campos e Lula na sede do Instituto Lula, em São Paulo. Foto: Ricardo Stuckert

Na mais veemente defesa feita até agora do ex-presidente Lula, que vem sendo atacado por setores da oposição e da mídia após a Operação Porto Seguro, na esteira das investigações sobre tráfico de influência de altos funcionários nomeados no governo anterior, Eduardo Campos, governador de Pernambuco e presidente nacional do PSB, pediu tratamento de respeito igual ao que é dado ao ex-presidente Fernando Henrique Cardoso.

"Vamos compreender o papel de Lula como o do ex-presidente FHC na história, de líderes que têm imperfeições, que cometeram erros, todos os dois, mas que legaram ao Brasil, cada um a seu tempo, algo que é importante para a vida brasileira até hoje, a democracia. Nós podemos ter divergências com o presidente Lula, mas ele merece o respeito do Brasil".

Campos deu estas declarações na segunda-feira, após o seminário "Novos Ventos na Política Brasileira", promovido pelo jornal "Valor Econômico, do qual também participaram o prefeito eleito de São Paulo, Fernando Haddad, do PT, e Eduardo Paes, do PMDB, reeleito no Rio de Janeiro.

Apontado pela imprensa, após as eleições municipais deste ano, como um dos possíveis presidenciáveis em 2014, Campos foi o primeiro entre os principais líderes da base aliada do governo a romper o silêncio, após o julgamento do mensalão e da Operação Porto Seguro, para falar do importante papel desempenhado por Lula na história recente do país:

"Ele, como um líder popular, viveu momentos difíceis na história, na ocasião em que faltava democracia no país. Depois, chegou à Presidência da República e teve o equilíbrio de garantir um rumo seguro para a economia brasileira, ganhou prestígio, inclusive no exterior. Além disso, legou independência à Polícia Federal, como se vê até hoje, nomeou oito ministros para o Supremo Tribunal Federal, que decidiram com isenção sobre um episódio que, no passado, jamais seria objeto de julgamento no Supremo. E estamos vendo um Ministério Público que não engaveta mais e que denuncia. Este é o legado que eu vejo do governo Lula".

O governador pernambucano pediu a punição dos culpados que usaram cargos públicos para fazer tráfico de influência: "É preciso que se apure tudo e os responsáveis sejam punidos com o rigor da lei. O Brasil tem mudado, não se aceita mais que uma carga tributária de quase 36% possa ser administratada por práticas patrimonialistas".

Ao contrário do PSDB, que não participou do seminário, e no mesmo dia ameaçou pedir uma CPI enquanto lançava a candidatura de um reticente Aécio Neves para a sucessão presidencial, Eduardo Campos deixou bem claro que não aposta no quanto pior melhor para viabilizar a sua candidatura.

"O que nós queremos é exatamente o contrário, é que o Brasil vá bem. Nós queremos ganhar o ano de 2013 e ajudar a presidente Dilma".

Para alcançar este objetivo, Campos defende mudanças no rumo estratégico do país. "O que é preciso fazer? É o momento de abrirmos o diálogo nacional, sereno, objetivo, colaborativo para ganharmos o ano de 2013".

Negando que seja, mas falando em tom de candidato, o governador deu a sua receita: "Precisamos alavancar o investimento, mas não é só isso. Precisamos melhorar a educação, investir em ciência e tecnologia, melhorar a infraestrutura. Tem uma pauta que não está tão clara como nos últimos anos".

 

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • Digg
  • Facebook
  • Netvibes
23 Comentários

"“Lula merece respeito”, diz Eduardo Campos"

4 de December de 2012 às 11:15 - Postado por rkotscho

* preenchimento obrigatório



Digite o texto da imagem ao lado: *

Política de moderação de comentários:
A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Comentários
  • Neto
    - 10 de dezembro de 2012 - 20:24

    Campos é sinônimo de traíra. É o Aécio do Nordeste. É o tucano do agreste pernambucano. E quem é EC para exigir o tal respeito? Respeito na política tem nome e endereço: voto e urna. Lula só tem um modo de exigir respeito e de se fazer respeitar: ser eleito presidente em 2014. Sem o que será chutado como cão sarnento o tempo todo. Já passou da hora de Lula dar-se conta dessa obviedade ululante, se é que não dissimulou tal movimento no tabuleiro para usá-lo no momento derradeiro.

    Responder
  • Carlos Alberto
    - 8 de dezembro de 2012 - 21:14

    Meu Caro senhor... quem merece respeito é o contribuinte brasileiro que esta cansado de ver na TV um homem(LULA) que não sabe de nada quando o assunto é a corrupção no seu governo e/ou do seu partido...mas, que adora da pitaco em tudo..quase um oraculo... Amigos, amigos ...a inteligência do brasileiro a parte...valleu

    Responder
1 2 3 4 5
Ir para a home do site
Todos os direitos reservados - 2009- Rádio e Televisão Record S/A
exceda.com