image 1 1024x577 Dilminha bondade vai pagar promessas de 2010

A redução das tarifas de energia e o anúncio de que vai liberar R$ 66,8 bilhões para os novos prefeitos eleitos investirem em saneamento, pavimentação e mobilidade urbana constituem apenas o início da ofensiva programada pela presidente Dilma Rousseff para distribuir seus "pacotes de bondades".

"Dilminha bondade", como já é chamada no Palácio do Planalto, vai priorizar o nordeste, região que lhe deu a maior vantagem sobre José Serra em 2010 e principal reduto de um possível concorrente em 2014, o governador pernambucano Eduardo Campos.

Depois de ir ao Piauí na semana passada para entregar obras, nesta terça-feira Dilma esteve no Sergipe, onde inaugurou uma ponte e um parque eólico (energia produzida pelos ventos).

As próximas viagens ao nordeste para cumprir promessas que fez em 2010 serão a Pernambuco, Ceará, Alagoas, Paraíba e Rio Grande do Norte.

No encontro de segunda-feira, em Brasília, com milhares de novos prefeitos eleitos em 72% dos municípios em outubro,  que terão papel importante nos dois últimos anos do governo Dilma, a presidente prometeu a ampliação do programa "Minha Casa Minha Vida", mais recursos para o Bolsa Família e a construção de creches.

Aliar-se aos prefeitos será fundamental para Dilma na sua campanha pela reeleição, pois eles são responsáveis pelos cadastros dos beneficiários dos programas sociais e importantes parceiros na construção de creches.

Entre outros benefícios, a presidente também prometeu entregar retroescavadeiras e motoniveladoras compradas pelo governo federal aos prefeitos de municípíos com menos de 50 mil habitantes _ ou seja, a grande maioria das 5.500 cidades brasileiras.

Dilma sabe que só distribuir verbas não basta. Por isso, chamou os prefeitos a Brasília para que aprendessem o caminho das pedras da burocracia da Esplanada dos Ministérios, ou seja, onde e como conseguir recursos da União para os seus projetos, além de oferecer assistência técnica para a sua implantação.

Antes arredia, parece que agora "Dilminha bondade" pegou gosto em fazer política.

 

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • Digg
  • Facebook
  • Netvibes
34 Comentários

"“Dilminha bondade” vai pagar promessas de 2010"

29 de January de 2013 às 15:23 - Postado por rkotscho

* preenchimento obrigatório



Digite o texto da imagem ao lado: *

Política de moderação de comentários:
A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Comentários
  • Victor Hugo
    - 3 de fevereiro de 2013 - 16:32

    J Leite, seu texto de 12h02 é abjeto. Jamais o Divaldo defendeu aqui no Balaio os oportunistas que apoiam governo do PT (como apoiaram os governos passados e apoiarão os futuros). Mas voce, sim, J Leite, pois o PSDB que voce apoia é da mesma laia desde PMDB, que temos que engolir em nome da governabilidade. E para provar que suas afirmações sobre o PT ser de direita são maldosas basta lembrar o "Imposto Sobre Grandes Fortunas" proposto por Dilma e barrado (as vesperas da eleição) pelo PMDB que, repito, é da mesma laia do PSDB que você defende, como defendeu a candidatura de Bruno Covas à prefeitura de São Paulo apesar das denuncias de que este recebeu propina e não denunciou o esquema (mensalão das emendas do Alckmin), pois limitou-se a sugerir que doassem o dinheiro sujo pra Santa Casa. Voce já foi melhor, J Leite. Que decepção !!!!!

    Responder
  • J. Leite
    - 3 de fevereiro de 2013 - 12:02

    Caro divaldo. Você não citou nomes mas. Acredito que você se referiu a mim. Não sou oposição muito menos psdebista. Voce ja declarou aqui que votou em Fernando henrique e com serteza votou no Fernando Collor. Resumindo. Quando o PT era um partido que nos trazia esperaça de um brasil grande e um povo independente financeiramente voce era antiPT. Hoje que o PT representa a extrema direita. está sustentado por toda a base que deu sustentação ao governo militar e todos os escandalos de corrupção voce se diz um apaixonado pelo Lula e o PT. Acredito que quem é do contra é voce.

    Responder
  • emerson xavier da silva
    - 2 de fevereiro de 2013 - 09:08

    Não é que a Dilma esteja aplicando "pacotes de bondades" porque tomou gosto na política. É que se trata de outra política em que "bondades" são consideradas "maldades" pelo setores minoritários da sociedade. Arrochar salário, massacrar civis (Unaí, Corumbiara, Carajás, São Paulo 1, 2, 3, Pinheirinhos...), promover torturadores e assassinos, tudo isso também é política de gente que tem gosto na política. E essas ações são vistas como "pacotes de bondades" para essa gente diretamente ligada a trabalho escravo, Uribe da Colômbia, Fujimori....

    Responder
  • Edna,2
    - 1 de fevereiro de 2013 - 19:57

    Ô MEU AMIGO VIRTUAL VITOR HUGO,não fale uma blasfêmia dessa comigo,*EU* nunca votei nesse *carinha*.Ô DÓ!rsrsrsrsrs...

    Responder
  • divaldo
    - 1 de fevereiro de 2013 - 19:45

    Aqueles que torcem prá que tudo dê errado porque as coisas não andam de conformidade com seus interesses não acham que a administração PTista está dando certo. Para eles é assim mas pra nós é muito pelo contrário, está até bom demais, ainda mais que o resto do mundo está numa pindaída de dar dó e justamente por causa de administrações neoliberais. Digam o que quiserem porque este comportamento vai se afigurando que não passa de dor de cotovelo. E nós que estamos dando braçadas com a nossa economia com a administração PTista vamos rindo à toa enquanto pos oportunistas esperneiam. Nós temos esperança que as coisas vão ficar muitos melhores porque sentimos na pele, no estomago e no bolso que o caminho é este, por outro lado temos paciencia porque o Lula pegou um Brasil na bacia das almas, com o FMI a cada mes batendo nas portas e hoje é até o contrário, ninguém manda mais nos nossos destinos e nossas rentáveis empresas nem precisam mais ser leiloadas a troco de bananas. Amigos comentarístas tucanos invejosos podem continuar com suas difamações baratas que damos de ombros e vamos rir. A nossa querida Presidenta vai dando benesses ao povo que há anos vinham sendo subtraidos das suas economias já depauperadas pelos goverrnos tucanos do sociólogo apelidado de farol de Alexandria pelos blogs apelidados por eles de "sujos" porque falam e noticiam a verdade. Enquanto isso a nossa querida Dilma vai mostrando a sua bondade e cumprindo as suas promessas enquanto os cães ladram e armam as suas arapucas esperando que ela caia mas é só tiros nos pés que vão dando. 2014 já vem vindo e não vai ter para os tucanos, mesmo porque o seu partido está se defiando a cada tiro nos pés que dão. Pro partido, só falta o padre para dar a extrema unção porque o caixão já está pronto.

    Responder
  • Yane
    - 1 de fevereiro de 2013 - 10:04

    Vitor Hugo e suas bobagens. Esse desgoverno populista deveria investir em infraestrutura ao invés de capinar votos com o bolsa família. Governo sem projeto e de medidas paliativas. Paulo Bent, concessão é a palavra bonitinha que o governo usa para maquiar as privatizações corretas que vem fazendo, pois não tem competência para gerir NADA.

    Responder
  • Victor Hugo
    - 31 de janeiro de 2013 - 20:55

    Edna 2, sua conta de luz vai subir porque Raimundo Colombo do DEM (atual PSD) vai dar-lhe esse presente em retribuição ao voto com que voce honrou-o ao elegê-lo governador. Eu mereço !!!!

    Responder
  • J. Leite
    - 31 de janeiro de 2013 - 19:51

    Eu diria que o governo do PT é um governo que fracaçou. Quando o Lula era candidato ele dizia que o país precisa de planejamento de longo prazo. Dizia que ia preparar o país par o crecimento. Que ia fazer tudo para tirar o país do marasmo em que se encontrava. O Lula eleito esqueceu tudo o que prometeu. Não tem projeto de longo prazo e nem do momento. Até o bolsafamilia é um projeto que não deu certo. Guariba. Aquela cidade do Piaui onde o governo lançou o bolsa familia o povo continua vivendo da mizeria do bolsafamilia. 87% da população sobrevive do bolsa familia. Uma senhora disse. ( Se cortar os R$100,00 que eu recebo do bolsa familia nós vamos morrer de fome). O governo tem que levar é investimento em infraestrutura para as áreas pobres do país. tem que levar tecnologia agricola e dizer para aquele povo que tem que usar tecnicas modernas para o plantio e trabalhar muito. Só o trabalho com tecnicas avançada tira o povo da pobreza. Se o governo investisse os R$20 bilhões por ano que ele gasta com o bolsafamilia em infraestrutura nas áreas pobres do páis. Levar agua onde falta agua. As ferramentas modernas para o pessoal trabalhar. O engenheiro agronomo para ensinar tecnicas modernas para o trabalhador produzir mais o resultado seria muito melhor. Me lembro de uma das ultimas cônicas que a grande escritora cearence "Raquel de Queiroz" escreveu no Estadão. (Antigamente o nordestino plantava algodão. Hoje nem algodão ele planta mais. Vivem numa casa caindo aos pedaços. O mato chega até a porta. Nem sequer um pé de frutas eles tem no quintal. Eles não precisam plantar. Pelo menos uma pessoa de cada familia recebe a aposentadoria rural. os filhos recebem o bolsaescola. Recebem cestas de alimentos doadas palas igrejas e entidades de caridade. Trabalhar pra que?). A pobreza ainda continua para a maioria do povo. O nordestinos continuam vendendo as suas melhores terras a preços menores do que a compra do arame farpado para cercar o terreno, disse um fazendeiro da Bahia. Os jovens nordestinos continuam indo para as cidades grandes, cortar canas, colher frutas na épocada colheita enquanto os gauchos, paranaenses, catarinenses, paulistas e até americanos compram suas terras que pouco produziam e, em pouco tempo ficam ricos com as fartas colheitas nos estdos do Piaui, Maranhão e Bahia. Tem é que ensinar aquele povo a aproveitar melhor as suas terra.

    Responder
  • Maria Fulô
    - 31 de janeiro de 2013 - 18:06

    Quando era Ministro da Justiça de FHC Renan, se não era elogiado, também não fustigado... O que aconteceu em Gotthan City?

    Responder
  • Paulo Bent
    - 31 de janeiro de 2013 - 17:18

    Caramba, tem gente que ainda não entendeu a diferença entre "privatização" e "concessão". Atualmente está havendo CONCESSÃO (por tempo determinado) de portos, aeroportos, rodovias, etc. PRIVATIZAÇÃO (ad aeternum) ficou no passado (CSN, VALE, etc.). Que tal parar de tentar confundir o povão?

    Responder
  • Heraldo Campos
    - 31 de janeiro de 2013 - 13:51

    Prezado Kotscho Poderíamos incluir também no pacote das "bondades" que a taxa de desemprego em 2012 ficou em 5,5% e é a menor em dez anos, segundo dados recentes do IBGE.

    Responder
  • RGS(PESQUISADOR)
    - 31 de janeiro de 2013 - 11:36

    Levando-se em consideração a bondade da presidente Dilma. Mas, mudando um pouco de presidência. No caso,presidências do Senado Federal e do Congresso Nacional.De acordo com as melhores informações sobre os candidatos - Ambos tem uma coisa em comum;TODOS TEM PENDÊNCIA COM O JUDICIÁRIO!.Na minha modesta opinião,o povo e os formadores de opinião insatisfeitos com a CORRUPÇÃO no seio do comando da nação - Devem fazer protesto constante e diuturno. Com faixas, cartazes, dispositivos adesivos para automóveis etc,.Com a inscrição;FORA CORRUPTOS DO BRASIL!. Ou será que a CORRUPçÃO foi extinta nesta última década, por falta de punição dos culpados?.Com a palavra o jornalista Ricardo Kotscho e os leitores deste importante blog,de política nacional.Grato.

    Responder
  • Claudio Freire
    - 31 de janeiro de 2013 - 10:55

    O objetivo maior dessas medidas não é fazer "bondades". Isso simplifica a questão. O objetivo maior é dinamizar a economia com a diminuição do chamado "Custo Brasil", pois a energia elétrica era um dos itens que mais contribuíam com esse custo, que tornava os produtos aqui produzidos desnecessariamente caros. Afinal, estava na hora de encerrar o lobby das empresas estatais de energia, para continuarem cobrando na tarifa a parcela dos custos de construção das usinas que já estavam amortizadas (usinas essas de propriedade da União, as empresas estatais são Concessionárias no sistema, é bom lembrar). Dilma sabe muito bem que uma economia se desenvolvendo, apesar da forte crise mundial, será seu maior ativo político. É isto que ela está perseguindo. Em tempo: os governadores de São Paulo, Minas Gerais e Paraná, todos do PSDB, apesar de saberem que a medida é correta, se colocaram contra, numa atitude de politicagem explícita e de visão míope de gestão, pois os contratos de concessão se encerram em 2015. Estão adiando um problema, além de estarem pensando mais na empresa que na população de seus estados.

    Responder
  • Yane
    - 31 de janeiro de 2013 - 10:41

    Paulo Barbosa você está fora da realidade. Sem plano de saúde privado a população toda morre na fila!! Só se o seu for ruim, o meu não é! Estatizar isso!!! Depender do SUS do PT é cova na certa. Estatização é o retrocesso, tanto é que a presidente está privatizando aeroportos, portos, ferrovias, rodovias, etc.

    Responder
  • Vannelder
    - 31 de janeiro de 2013 - 10:38

    E do jeito que vão as coisas, com os indicadores cada vez piores, no ano que vem o ministro mais importante da presidente será o FELIPÃO SCOLARI. Tem que se ganhar essa Copa de qualquer maneira, no estilo EU TE AMO MEU BRASIL, MEU CORAÇÃO É VERDE, AMARELO, BRANCO E AZUL ANIL! Ah, antes que eu esqueça: quando a presidente vai em cadeia nacional de rádio e tv anunciar o iminente aumento da gasolina?

    Responder
  • Mr. Chance (Muito Além do Jardim...)
    - 31 de janeiro de 2013 - 10:35

    "Dia desses revi um vídeo sobre a URSS na época do Stálin, e as coisas eram assim por lá" Vannelder parece ser mais um desses ex-jornalistas em atividade que permanece congelado na Guerra Fria e que sobrevive alugando sua pena desgastada para quem pagar mais...

    Responder
  • Claudio
    - 31 de janeiro de 2013 - 10:03

    Papo inconsequente dos marronzinhos que leem a "grande midia". O governo federal "tem obrigação" de ajudar qqr estado ou municipio que precisam de ajuda. Iaaso não se trata de bondade e sim de obrigação. Dilma está certa. O que essa raça oposicionista teme é que isso se transforme em mais votos para ela. E isso, eles não engolem e poranto criticam. Apenas isso.

    Responder
  • Edna,2
    - 31 de janeiro de 2013 - 01:01

    "Sinceramente:tô mais perdida que cego em tiroteio". Se as tarifas vão baixar:como é que a CELESC(concessionária de Sta.Catarina)já está programando um baita aumento nas nossas contas de luz? Chego a triste conclusão que *aquelas duas cuias,uma que fica para cima e a outra que fica para baixo*, que encontram - se em frente do Palácio do Planalto significa que:O GOVERNO DÁ COM UMA MÃO E TOMA COM A OUTRA.OU NÃO???????....

    Responder
  • Paulo Barbosa
    - 30 de janeiro de 2013 - 21:11

    Não vejo como critica o post, o maior problema é que as prefeituras de cidade menores estão numa pindaiba grande e a presidenta recebe todos até a oposição. Pindaiba porque os novos prefeitos eleitos receberam de seus antecessores o caixa vazio e a população é a mais prejudicada. O interesse da presidenta é a população pelo carater que ela demosntra, diferente de quando a Erondina em S.P e Maria Luiza no Ceará (PT)foram prefeitas, quando foi um boicote total a sua gestão, e essa "bondade" diferente da oposição numa politicagem de governos federais anteriores(e não interessa a nínguém) por demais vingativas que não engoliu e nem engole a esquerda do povão. A conseguencia do pacote da bondade ja adjetivada pela oposição, naturalmente dará bons frutos à presidenta, Deus a ouça são meus desejos e votos.

    Responder
  • Victor Hugo
    - 30 de janeiro de 2013 - 20:51

    Vannelder, voce deveria ler livros sobre os horrores de nossa ditadura militar que torturou, matou e desapareceu como muitos de nossos irmãos brasileiros, mulheres grávidas e crianças, inclusive. A USP (Universidade de São Paulo) tem uma exposição com provas documentais, depoimentos e fotos que, salvo melhor juizo, é permanente. E tem também um memorial com o nome de integrantes da comunidade USPiana que foram presos, torturados e assassinados nesse periodo negro e vergonhoso de nossa hostória. Deixe que os russos cuidem de suas mazelas e cuidemos nós das nossas, Vannelder. Voce aprovaria que os russos criticassem as privatarias tucanas ou os 10 anos de atraso nas obras do Metrô privatizado de Alckmin, suas vítimas e denúncias torrenciais de corrupção ? Não nos faça passar vergonha. Abração, Vannelder.

    Responder
1 2