Lula e Dilma A grande festa do PT vista do lado de fora

Foto: Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula

Pedro França Agência Senado A grande festa do PT vista do lado de fora

Foto: Pedro França/Agência Senado

Quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013: este dia vai ficar marcado no calendário político pela festança do PT em São Paulo, para comemorar os 33 anos do partido e 10 de governo, e também por ter dado largada à corrida da sucessão presidencial.

No mesmo dia, o tucano Aécio Neves, que ainda não assumiu a sua candidatura, saiu das sombras e resolveu fazer um contraponto ao listar "os 13 fracassos dos governos do PT", sem dar nenhuma pista sobre quais são os projetos da oposição para o país.

Lula aproveitou para lançar Dilma à reeleição e a presidente fez o discurso que vai usar na campanha de 2014: "É um governo que não tem medo dos números porque eles estão a nosso favor. E lutaremos para que dentro de algum tempo não haja um só brasileiro miserável".

Neste primeiro dia de embate, o PT ganhou de lavada da oposição tucana, mais preocupada em fazer uma festa para a dissidente cubana Yoáni Sanchez.

Mostrando união total em torno de Dilma Rousseff, ao contrário de Aécio, que ainda não conseguiu conquistar o PSDB paulista, o PT foi ao ataque, depois de passar seis meses na defensiva, desde o ínico do julgamento do mensalão.

Quem deu o tom foi o ex-presidente Lula: "A resposta que o PT deve dar à oposição é dizer que eles podem se preparar, podem juntar quem eles quiserem e que, se eles quiserem e que, se eles têm dúvida, nós vamos dar como resposta a eles a reeleição da presidente Dilma em 2014".

Lula foi direto na resposta a um dos temas explorados no discurso de Aécio e que certamernte será usado na campanha, ao dizer que está disposto a discutir qualquer tema com a oposição, "inclusive corrupção".

"Existem duas formas de sujeira aparecer. Uma é você mostrar, a outra é esconder. E eu duvido que tenha na história do país um governo que criou mais instrumentos e mais transparência para combater a corrupção do que o nosso governo. Eles (tucanos) nunca ligaram para transparência".

Mais do que nos discursos inflamados, a grande diferença entre os candidatos do PT e do PSDB neste primeiro dia de campanha estava nos apoios partidários.

Enquanto no palco do PT, armado no auditório de um hotel junto ao Anhembi, estavam os presidentes dos dez partidos que apoiaram a eleição de Dilma em 2010, mais o PSD de Gilbeto Kassab, na tribuna do Senado, em Brasília, Aécio contou apenas com o apoio alguns senadores do seu próprio partido.

Foi assim que vi, pela primeira vez do lado de fora, a grande festa do partido que nasceu nas lutas sindicais comandadas por Lula no ABC paulista e cuja trajetória acompanhei até o PT chegar ao poder central em 2003.

Muita gente me perguntou ontem por que eu não fui à festa. Por uma razão muito simples, expliquei aos amigos: porque não fui convidado. É muito chato na minha idade entrar de penetra numa festa.

Vida que segue.

 

+ Leia mais sobre a vida de repórter de Ricardo Kotscho no R7 Livros 

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • Digg
  • Facebook
  • Netvibes
41 Comentários

"A grande festa do PT vista do lado de fora"

21 de February de 2013 às 08:57 - Postado por rkotscho

* preenchimento obrigatório



Digite o texto da imagem ao lado: *

Política de moderação de comentários:
A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Comentários
  • valter m figueiredo
    - 5 de março de 2013 - 00:26

    Parabens ao os dez anos de governo o BRASIL melhorou muinto.

    Responder
  • Edna,2
    - 25 de fevereiro de 2013 - 19:33

    É mesmo minha amiga virtual *NONA FERNANDES*,tinha esquecido da compra de votos da ex maria antonieta do planalto(parodiando o jornalista JOSÉ SIMÃO)realmente foi muito *barato comparando ao que os políticos cobram e pagam por favores feitos e recebidos:FOI DE GRÁTIS como costuma falar os paulistas. Se *EU* fosse totalmente destituida de caráter e bom senso e tivesse *virado político *EU* cobraria muito mais.rsrsrsrsrs...

    Responder
  • Angela
    - 24 de fevereiro de 2013 - 14:35

    Apenas acho que existe uma legislação eleitoral que proibe campanha antes da data estabelecida. Ignorar e afrontar essa lei, é uma das coisas mais deprimentes e tristes que há no Brasil.

    Responder
  • Rossi
    - 23 de fevereiro de 2013 - 06:03

    Resta ao ecim apoio do Guerra,Jungman e R.Freire.É pouco.Ecim vai continuar falando sozim.

    Responder
  • divaldo
    - 23 de fevereiro de 2013 - 01:15

    É certo que festas e ou comemorações são um prato cheio para jornalistas mas eu penso que o Democrata Kotscho não ser convidado não foi falha do PT porque quem é de casa convidar até fica parecendo redundância, não é preciso. O democrata Kotscho de antemão já está convidado e até convocado, não há como dizer que foi esquecimento. Grande amigo Kotscho, eu penso que voce não precisa se magoar, mesmo porque sabemos que não é disto, não pensas deste modo. Tenho minha certeza que o Lula quando te ver vai dizer; Kostcho, eu não acredito que precisaria mandar um convite todo cheio de requinte porque voce já sabe que estás automaticamente convidado, é só comparecer! Prepara-te para ouvir isto do Lula quando o encontrar.

    Responder
  • divaldo
    - 23 de fevereiro de 2013 - 00:48

    O colega Renato Jacó Weber, abaixo fez do seu comentário, um discurso de palanque de candidato e até certo ponto eu estou de acordo com ele, salvo algumas ressalvas. Uma delas, entre várias eu pergunto embora ele já disse ser difícil, onde arranjar um candidato limpo e honesto a 100% para votar? Outra ressalva, em país que 99% dos politicos são de alguma forma empossados por interessados, como administrar sem haver conchavos para aprovar as suas diretrises? Como governar sozinho com suas ideologias e metendo os pés pelas mãos intempestivamente como muitos pensavam que o PT faria sem ter nenhum apoio? Só o apoio do povo não basta, não vemos todos os dias os anseios do povo não sendo atendidos? Mais uma caro colega, como o PT poderia governar do jeito que voce queria e que mais alguns ex-correlegionários também com muitos embusteiros de palntão como o PIG por exemplo, o PSDB que viraram uma banca de defesa de interesses dos oportunistas que querem exatamente por isso pedir impeachment de quem está brigando sozinho alegando ser incentivador da desordem social contra uma turma de profissionais da politica que usa de todas as artimanhas para derrubar quem governa pelo povo? Na certa quando voce fez o seu comentário não pensou nas ressalvas que eu fiz; não é? Pois bem, este é o mau da nossa gente que muitas vezes quer dar sua contribuição mas não raciocina direito sobre o problema e acaba dando um recado que fica vazio, sem pé nem cabeça. Mas, pelo sim pelo não, há muitas coisas ditas que são como a luz do dia, claras e verdadeiras e todos nós sabemos mas os caminhos são tortuosos e temos que saber como contorná-los.

    Responder
  • antonia felix
    - 22 de fevereiro de 2013 - 23:35

    Caro Kotsho: você nao está, nem nunca estará do lado de fora de uma festa para celebrar vitórias do PT porque você está na alma do PT, no sangue do PT, na aura do PT, como eu, sempre crítico, mas agindo com base na ética da responsabilidade. Então sinta-se assim: quanto mais fora mais dentro!

    Responder
  • everaldo
    - 22 de fevereiro de 2013 - 12:42

    ...Vítor Hugo, meu nêgo...FHC...FHC...isto não é algum tipo de inseticida não ??? Pesquisando no Google encontrei um ancião, octagenário, chará deste inseticida, totalmente efeagagado, que depois de uma longa vida, resolveu dedicar seus últimos dias pra falar asneiras, a última é que, na visão dele, um sujeitim por nome de Aecim, pode ganhar de DILMA, a outra é que na sua visão "desbaseada" o PT ainda não disse pra que veio. Tá noiado ou num tá ???

    Responder
  • Ricardo
    - 22 de fevereiro de 2013 - 12:35

    O que aconteceu com o Aécio? Deram um choque nele? O cara não cala mais a boca. É "dellirium tremens" ?

    Responder
  • Vannelder
    - 22 de fevereiro de 2013 - 12:31

    VIVA O BRASIL! Chega dá gosto de ver uma festa dessa. É tanto resultado bom aí pra se mostrar. Graças ao Lula, nosso país foi descoberto em 2003. PSDB e DEM são coisas do passado. Aécio é figurinha do álbum da Barbie. PSB do Eduardo Campos que se comporte! Ai, ai, ai, ai...hummmm. Quieto aí! Nem um pio! Deixa o Lula falar. Vamos respeitar o MITO! A miséria acabou. A saúde e o saneamento tão 100%. A violência tá zerada. A corrupção inexiste. A inflação sob controle. O déficit público desapareceu. A Petrobrás esparramando o petróleo do pré-sal em cada posto de gasolina espalhando por todo canto. A conta da energia vai diminuir de novo e apagão é igual a FHC. As concessões tão aí mostrando pro povão como é que se faz. Eita que o Brasilzão tá demais, sô! E ainda vem fã do imperialismo yanke querer falar de Cuba, falar mal do FIDEL? Ah não! Isso não. Aqui não! Tamo juntos agora com o Kassab e abraçando o Maluf. Isso é que é bom de ser ver! Em 2018 vem o Haddad, daí que em 2026, vem o Zeca Dirceu pra presidência. Ô felicidade! É o paraíso.

    Responder
  • RGS(PESQUISADOR)
    - 22 de fevereiro de 2013 - 10:21

    VIVA O BRASIL! VIVA A DEMOCRACIA!.Sem esta,com certeza não poderíamos contemplar esta cena!.CONCORDÃO?.Por falar em democracia no Brasil - Não entendo claramente o motivo(ou motivos) destes manifestantes pró-DITADURA CUBANA!.Será que trata-se de "inocentes úteis", ou MERCENÁRIOS a serviço de Fidel e do seu regime,falsos brasileiros.Se ao menos fossem cubanos legítimos a serviço de Fidel e Raul Castro - Até que entenderia!.Imaginem um "HERÓI" DITADOR com as qualidades e longevidade do Fidel Castro e do seu regíme político comandando o Brasil.A ditadura duraria bem mais que as duas décadas do regíme militar.Seria mais que 5 DÉCADAS!. Pensem e reflitão a respeito!.Nao sei se é do interesse do blogueiro e jornalista democrata Ricardo Kotscho,falar,ou digítar a respeito da visita da Yoani Sánchez ao Brasil.

    Responder
  • Pedro Pedreiro
    - 22 de fevereiro de 2013 - 08:52

    Que espetáculo ver o nosso Lula, cheio de saúde e entusiasmo, ao lado de Dilma transbordando de felicidade. E já temos despontando no horizonte uma nova estrela do PT, Fernando Haddad; que tem tudo para suceder Dilma em 2018. PT: o passado, o presente e o futuro em constante interação e harmonia. Viva o Brasil!

    Responder
  • augusto2
    - 22 de fevereiro de 2013 - 08:52

    tanto o nome, sobrenome como sobretudo a politica dele era tao, tão boa que foi logo abandonada pela novas diretorias do BC.MF com vantagens amplas pra todo o mundo, exceto os bancos & rentistas, lembramos a maurício. O que fizera lula com tão triste nome era só aguentar o chato da familia na empresa por conveniencias politicas.

    Responder
  • Maria Fulô
    - 22 de fevereiro de 2013 - 07:42

    Ao Netho das 22:27... Caro ex-jornalista em atividade, você pode trocar de nome, mas tua sintaxe te trai sempre. Bons tempos aqueles da Ditadura Militar, não? Tem saudades? Pois o povo brasileiro não... e por isso continuará reelegendo os candidatos do PT que podem não ser perfeitos, e não são, mas batalham por um Brasil melhor equilibrado economicamente e menos injusto.

    Responder
  • everaldo
    - 22 de fevereiro de 2013 - 07:35

    ...tá perdoado por não ter ido, pois nesta idade é isto mesmo, dá um branco, e o caba se esquece que não se convidam os donos da festa. -Véim...vamú pará com frescurage ??? Isto é coisa de tucano ...né não ???

    Responder
  • Maria
    - 22 de fevereiro de 2013 - 03:50

    Nem queira entrar nessa festa. Muito melhor estar de fora. Principalmente todos os brasileiros que foram traídos pelas ilusões petistas. Entre eles me incluo e faço mea culpa .

    Responder
  • Victor Hugo
    - 22 de fevereiro de 2013 - 01:55

    Netho, o que significa FHC ? O "F" é de fernando e o "C" é de Collor ? Mas o ex-presidente impichado não se chamava Fernando Collor de Mello ? Não é o Tancredo, nem o Sarney , nem o Itamar, quem é esse tal de FHC ? Tô lembrando não. Sabe quem foi, Everaldo ?

    Responder
  • Renato Jacó Weber
    - 22 de fevereiro de 2013 - 01:52

    VISÃO ATUAL DOS PARTIDOS POLÍTICOS BRASILEIROS: Durante muitos anos acreditei que os partidos políticos eram os que sustentavam as bases dos programas ideológicos, suas convicções, ideias e ideais para o País e que os políticos que compunham seus quadros se afinavam com as propostas deste partido e seriam a sustentação desta base partidária e suas diretrizes seriam defendidas em âmbito nacional, em todas as unidades do território, com coerência, honestidade, ética e transparência seguindo o programa proposto em todos os níveis: municipal, estadual e federal. Antes da eleição do presidente Lula eu acreditava que o único partido que possuía estas características seria o Partido dos Trabalhadores – PT no qual eu fui militante fervoroso. Acreditava que o PT colocaria o Brasil nos eixos, que faria todas as reformas necessárias. Faria a reforma agrária, a reforma urbana, a reforma política, reformularia as leis, valorizaria a educação, a saúde e principalmente o povo brasileiro. Quanta ingenuidade minha, seria um sonho realizado e assim como eu, milhões de brasileiros acreditavam neste sonho. Quanta desilusão e decepção. Hoje vejo um PT desmoralizado, com integrantes do alto escalão do partido envolvidos na maior corrupção do país. Falta de coerência, de ética, de honestidade e de moral de muitos de seus integrantes que continuam nos quadros do partido. Hoje vejo o PT como vejo a maioria dos grandes partidos. Não há unidade partidária a nível nacional. O interesse não é o bem da nação e do povo brasileiro e sim o interesse maior é sempre para o partido e seus integrantes se manter no poder, fazendo coligações e conchavos de toda ordem, as mais esdrúxulas possíveis. A nível municipal um tipo de coligação, a nível estadual outro e a nível federal diferente ainda, sem nenhuma coerência, com partidos e pessoas que usam destas artimanhas para se locupletarem e usurpar os cofres públicos e o povo. Colocando os seus interesses acima dos da Pátria. Gerando miséria e o sofrimento do povo menos favorecido, sem ter as condições básicas e dignas de saúde, trabalho, alimentação, moradia, segurança e educação e além do mais, incentivando o povo a ser desonesto com seus exemplos. A hora é chegada. É a vez do povo brasileiro despertar, se conscientizar e exigir dos políticos que cumpram o seu dever com honra, honestidade e sempre para o bem comum da nação. Função para a qual foram eleitos com procuração do povo através do voto. Se não conseguirmos mudar o comportamento dos atuais políticos que estão no poder iremos substituí-los através do voto nas próximas eleições. Sei que não é tarefa fácil identificar os bons nas atuais condições, pois as leis não nos favorecem e além do mais, parece haver um complô entre as pessoas que estão no poder e aliados às grandes redes de televisão que insistem em manter o povo na ignorância. Somos uma grande Nação, um povo honrado e trabalhador. Não vamos permitir que uma minoria de maus caracteres nos governem e dirijam nossas vidas, sobrepondo-se aos homes de bem desta nação. Chega de timidez, vamos fazer ouvir a nossa voz e dar um basta em toda essa corrupção e descaso dos políticos de todos os setores do país, para o nosso bem, para o bem de nossos filhos, netos e bisnetos e todos os nossos sucessores.

    Responder
  • Netho
    - 21 de fevereiro de 2013 - 22:27

    Sapato alto nunca faz bem. Até agora Dilma está abaixo da média de FHC, no tocante à média do crescimento do PIB. E não se pode descartar um segundo turno, com a entrada de Eduardo Campos no jogo. Uma coisa inacreditável a oposição conservadora impôs a Lula e ao PT; algo que não imaginava ser aceitável por Lula e pelo próprio PT: o "fatiamento"! De um lado, Lula e os históricos do PT, dentro do saco da AP470. De outro lado, a neopetista Dilma, que nunca esteve com o PT, nem comunga com a base social do partido. Isso não tem como dar certo; ainda que a "terceirização" presidencial tenha funcionado razoavelmente até agora. Lula deveria se reapresentar como candidato presidencial em 2014 para submeter sua história e a do seu partido ao julgamento popular, sem medo de ser feliz por conta da AP470. Esconder Lula e os históricos do PT debaixo da saia da Dilma é um atestado de rendição política à pauta fixada pela midiocracia e pela oposição. Falta um segundo volume a ser escrito por Kotscho: Do Planalto à ribalta.

    Responder
  • Johnny
    - 21 de fevereiro de 2013 - 22:25

    Kotscho, comece a se acostumar. Depois de alguns posts que você andou escrevendo com algumas críticas a postura de alguns figurões do PT e sua base aliada, que trabalham no 1º e 2º escalão do Governo Federal, você será bastante "esquecido" pelos caciques do partido. Tem suas vantagens. Pelo menos você não precisará partilhar da agradável companhia de algumas figuras de proa da base governista (Sarney, Kassab, Collor, Maluf, Temer, Renan, etc.). Com o cuidado que os responsáveis pela Comunicação do PT costumam trabalhar jamais você ficaria de fora de uma comemoração dessa. Decerto sua presença causaria alguns constrangimentos. Um abraço

    Responder
1 2 3