Estava pensando em escrever sobre os egos supremos e os supremos bate-bocas desta quinta-feira no Supremo Tribunal Federal, em mais um quiproquó entre o presidente Joaquim Barbosa e o vice Ricardo Lewandowski, que quase saíram no tapa, segundo a "Veja", mas uma rápida navegada pelos principais portais de notícias me fez mudar de ideia.

Me deu até água na boca ao ler a matéria  "Cid Gomes contrata buffet de R$ 3,4 milhões no Ceará", da repórter Maria Lima, de "O Globo", que nos informa, só pra matar de inveja: "Serviço no gabinete e na residência oficial inclui bombinhas de escargot e de salmão com caviar, camarões ao sol nascente, crepe de lagosta e sushi tropical, entre outras iguarias". Tenho curiosidade em saber: como serão os camarões ao sol nascente e as bombinhas de escargot?

cidgomesce.132601 Governador do Ceará, Cid Gomes só gosta de coisa fina

Com seu habitual bom humor, o governador cearense pode até dizer que isso é implicância de jornalista pobre acostumado a comer prato feito no boteco da esquina (não é meu caso), mas quem revelou o garboso cardápio oficial apelidado de "farra do caviar" foi o único deputado estadual de oposição ao governo  Cid Gomes, Heitor Ferrer, do PDT, que não larga do seu pé.

Além de caviar e escargots, o extenso cardápio oferece 495 pratos diferentes, que não são encontrados em qualquer restaurante cearense. Só tem coisa fina: bacalhau, salmão, presunto de Parma, funghi, vieiras, pães exóticos (como serão?). Os comensais poderão escolher entre arroz de champanhe, bolinhos de bacalhau com sementes de papoula servidos com molho de vinho tinto, creme de lagosta, paellas variadas e frigideiras de arroz selvagem. Para poder dar conta de tanta comida, o governo também comprou mil garrafas de 473 mililitros de energético.

Na hora de servir os banquetes estarão à disposição 700 garçons, 500 garçonetes e 15 chefs de cozinha do buffet Anira Serviços de Alimentação Ltda., um batalhão de fazer inveja aos superfuncionários dos governos militares que denunciei numa série de reportagens sobre as mordomias oficias publicada no "Estadão", nos anos 70 do século passado, tempos em que escrever sobre estes assuntos era perigoso.

No período de 2010 a 2013, o mesmo buffet recebeu do governo R$ 3,5 milhões para abastecer as despensas da família Gomes. Em nota oficial, o governo informou que "a nova licitação com vigência iniciada no dia 1º de agosto, não corresponde ao período de um ano. O prazo deve ser aditivado até o período de quatro anos". Ocorre que o mandato de Cid Gomes termina no ano que vem e ele não pode ser candidato à reeleição. Ou seja, a herança gastronômica ficará para seu sucessor.

Inconformado com a fartura e o tamanho da despesa, o deputado Heitor Ferrer foi à tribuna da Assembleia Legislativa esta semana para denunciar o abuso:

"Enquanto o sertão sofre uma seca inclemente, o palácio do governo se banqueteia. Serão gastos R$ 287 mil por mês ou R$ 9.566 por dia, o que daria para perfurar um poço profundo diariamente para os conterrâneos que sofrem sede e fome no sertão. O povo está morrendo, e o governador está servindo bombinhas de salmão com caviar, entre outras comidas que nem sei pronunciar o nome.

O contraste entre a vida  de governantes e governados no Ceará realmente é chocante. Ferrer já havia denunciado antes gastos de R$ 81 milhões com contratações de bandas e megashows de Plácido Domingos e Ivete Sangalo, além de outros R$ 67 milhões com frete de aviões para levar a sogra e a família do governador a passeios em capitais da Europa. do Caribe e dos Estados Unidos, como lembra a repórter Maria Lima.

Em resposta a Ferrer, Cid Gomes limitou-se a tirar um sarro: "Acho isso miúdo! É coisa de gente miúda, que vai ser eternamente deputado".

José Simão e José Serra

Hoje comecei o dia dando muita risada ao ler a coluna do José Simão, a meu ver o mais sério e respeitado cronista da cena política brasileira. Um trecho:

"Serra diz que certamente será candidato a alguma coisa em 2014. Presidente do Palmeiras? Miss Bumbum 2013? Porteiro de necrotério?"

Bom final de semana a todos. Apesar de tudo, não se deve nunca perder o bom humor.

http://r7.com/RWCz