Convencionou-se dizer que a campanha eleitoral só começa mesmo depois da estreia dos programas dos candidatos no rádio e na televisão. Por isso mesmo, os partidos investem a maior parte dos seus recursos no pagamento dos marqueteiros de grife responsáveis pela produção destes caríssimos instrumentos de campanha, como se eles fossem decisivos para definir os vencedores nas urnas.

E o que aconteceu nessas primeiras quatro semanas de overdose de marketing político para inflar as candidaturas de Aécio, Dilma e Marina, os três presidenciáveis que ainda disputam uma vaga no primeiro turno?

A julgar pelas últimas pesquisas, tivemos a confirmação, em mais um Ibope divulgado na noite desta terça-feira: não mudou absolutamente nada na posição dos candidatos, e os índices se mantêm os mesmos, dentro das margens de erro, desde o primeiro levantamento feito após a morte de Eduardo Campos e a estreia da propaganda na TV, no dia 19 de agosto.

É só conferir os números: no final de agosto, no levantamento feito entre os dias 23 e 25, Dilma liderava com 34%, seguida por Marina, que tinha 29%, e Aécio, com 19%.

Dilma  Propaganda na TV nada mudou nas pesquisas

Marina  Propaganda na TV nada mudou nas pesquisas

aecio  Propaganda na TV nada mudou nas pesquisas

Agora, na mais recente pesquisa Ibope, que foi a campo entre os dias 13 e 15 de setembro, Dilma registra 36%, Marina 30% e Aécio 19%.

Na gangorra dos números de uma semana para outra, Dilma oscilou três pontos para baixo (tinha 39%) e Marina perdeu um (antes registrava 31%). Os quatro pontos que as duas candidatas perderam foram parar na conta de Aécio, que subiu de 15% para 19%, exatamente o mesmo índice que mostrava em agosto.

Ou seja, até aqui, jogou-se muito dinheiro fora, com propaganda e pesquisas, engordando os bolsos dos marqueteiros e torrando a nossa paciência. Ou alguém ainda consegue acompanhar na tela a disputa entre os eternos Levy Aerotrem e Eymael, um democrata-cristão, para ver quem é pior e tem menos votos?

Para tirar conclusões, é sempre melhor esperar as próximas pesquisas, agora quase diárias, que serão divulgadas até o dia 5 de outubro. Façam suas apostas, que a roleta continua girando, principalmente na Bolsa de Valores.

Vida que segue.

http://r7.com/XSsi