Pule a fogueira Iaiá,

Pule a fogueira Ioiô,

Cuidado para não se queimar.

As festas estão bonitas nos arraiais nordestinos onde os folguedos juninos rivalizam com o carnaval. Para abrilhanta-las ainda mais, podem contar com as ilustres presenças dos deputados federais da região que foram oficialmente dispensados de bater o ponto esta semana, sem perda de salários, já que ninguém é de ferro.

Como se ganhar sem trabalhar fosse a coisa mais normal do mundo, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, liberou as excelências nordestinas, e a maioria dos demais aproveitou a deixa para esvaziar o plenário esta semana, dando uma trégua na fúria legiferante dos últimos meses.

Em mais um pitoresco episódio, que passou batido na imprensa, Cunha suspendeu a sessão da última quinta-feira, que iria votar mais um capítulo do pacote fiscal, a pretexto de se solidarizar com os senadores oposicionistas impedidos de entrar na Venezuela e, ato contínuo, comunicou sua decisão.

Ninguém vai ser descontado no contracheque e assim as excelências podem pular a fogueira despreocupadas que a Câmara garante. Não é bonito isso?

Vida que segue.

http://r7.com/H9JR