De vez em quando, quem vive de escrever sobre o cotidiano precisa dar uma parada para se reabastecer com palavras e experiências alheias que só encontramos nos livros. Nesta última semana de julho, passando frio numa cidadezinha sem banca de jornal,... Continue lendo