"Ao atuarem individualmente, os ministros se beneficiam sozinhos da autoridade coletiva do tribunal. A autoridade da Corte é por eles consumida em pronunciamentos políticos na imprensa, em liminares heterodoxas, em pedidos de vista que impedem o... Continue lendo