Ricardo Kotscho

Comentários

Feed RSS para comentários sobre este post.

O URL de TrackBack deste post é: http://noticias.r7.com/blogs/ricardo-kotscho/2013/02/02/o-dia-em-que-conheci-a-neta-que-nasce-em-junho/trackback/

  1. Parabéns Kotscho, é vida que chega.

    Comentário por Dias — 2 de fevereiro de 2013 em 15:35

  2. Parabéns Kotscho. Ser avô é ter as alegrias de pai sem as responsabilidades.

    Comentário por rudi — 2 de fevereiro de 2013 em 17:41

  3. Boa noite Ricardo!

    Meus parabéns antecipado pela netinha!!!! Mas isso não é tão moderno não. Eu também senti essa emoção quando vi minhas duas filhas antes de nascer...quer dizer...a primeira, porque a segunda fez mistério até o fim! Mas fico imaginando tua emoção mesmo assim. Pelo fato de ver a filha da tua filha, mais uma, se preparando para vir ao mundo. Felicidades mil para ela e para todos vocês.
    Robson de Oliveira

    Comentário por Robson de Oliveira — 2 de fevereiro de 2013 em 19:27

  4. Antes de mais nada, parabéns ao Vovô pela netinha que já vem vindo por aí. Um neto (a) é como uma flor que desabrocha no nosso jardim que vem para nos encantar. É a alegria saudável que enche os corações de esperança e um alento para dias melhores. Eu sou um avô que vivo dividido tendo duas aqui no Brasil que eu chamos de postiças pois o marido da minha filha mais nova agregou a minha vida duas gemeas sensacionais, umas gracinhas que eu não esqueço um instante, de modo nenhum, mas que são tão parecidas que até às veses confundo quem é quem e os outros dois estão do outro lado do equador, lá na América do Norte mas eu às vezes os vejo pelo computador que fica o dia todo ligado esperando que eles acessem pelo skype. Eles já estão crescidinhos a mais velha com 6 anos e o mais novo, único neto tem 4 anos. Quando nasceram eu tive que por de lado o meu pavor de avião e ir até lá para curtí-los, é uma alegria sem limites. Agora há pouco minha esposa estava sabendo das peraltices da Melissa que nunca se cansa e a mãe, minha filha reclama de tanto faniquito dela e o Joshua, único neto, é mais comedido ouve tudo em portuquês e responde em inglês e a mulher tem que se desdobrar para entender apesar de já ter estudado inglês, coisa que eu pensava que ia ficar apenas naquelas aulas do segundo grau e tive também que revisar tudo e mesmo assim ainda troco ao falar o substantivo pelo adjetivo. Eles não passam mais de um dia sem ligar e quando não liga, a esposa já fica preocupada e a iniciativa então passa a ser dela. Fico às vezes pensando o tanto que seria chato viver e não ter algo a que se apegar como um familiar e como somos seres sociais, quando eles chegam já fazem parte do nosso intimo e ficamos apreensivos só de não vê-los quando a saudade aperta. Como bem o disses, vida que se segue mas sempre a gente segue em frente participando de cada instante da vida deles e sentindo como se fosse nossa cada conquista que alcançam e com certeza alcançarão. Eis aí o motivo do significado da vida social. Parabéns Kotscho, e seja muito feliz com a sua florzinha que vem iluminar a nossa existência, digo porque ela já é uma brasilierinha como nós e que nos poderá trazer muitas alegrias como patrício que sou dela, assim como nossos amigos do seu blog democrático.

    Comentário por divaldo — 3 de fevereiro de 2013 em 00:40

  5. Confesso que passei pela mesma experiência com meus netos e ainda estranho esse modernismo todo que transforma a lua em uma rocha gelada e o sol numa massa nuclear incandescente. As cobranças, as expectativas e a pressa da vida moderna começam a nos pressionar antes mesmo de nascermos... Que esse pequeno anjo seja muito feliz, Kotscho.

    Comentário por Mr. Chance (Muito Além do Jardim...) — 3 de fevereiro de 2013 em 08:05

  6. toda esta alegria, se torna ainda mais justificável, por sua linda netinha estar para nascer num Brasil pós LULA. Que ela seja mais uma petralhinha, para atazanar a vida desta tucanada, isto, se até lá, estes ainda não tenham sido extintos, o que é pouco provável.

    Comentário por everaldo — 3 de fevereiro de 2013 em 09:42

  7. Quando a gente conseguir de terminar de ler o post do divaldo, a neta do Kotscho já estará com dez aninhos...

    Comentário por Eurico Mendez — 3 de fevereiro de 2013 em 11:26

  8. Parabéns,por mais uma neta!.E sobretudo pela esperança de vê-la crescer num Brasil que oferece esta tecnologia e recursos da medicina moderna - Embora poucos são os brasileiros e brasileiras, com poder" aquisitivo capz de dispor destes e de diversos outros recursos.

    Comentário por RGS(PESQUISADOR) — 3 de fevereiro de 2013 em 15:30

  9. Parabéns , en homenagem ao seu grane amigo LULA , a netinha vai ser CORINTHIANA rsrsrsrsr

    Comentário por MEDICOBH55 — 3 de fevereiro de 2013 em 16:08

  10. Contagia-me a alegria do vovô. Parabéns, e que venha mais uma netinha saudável e muito inteligência. Tem por quem puxar, de mais de uma geração.

    Comentário por antonio barbosa filho — 3 de fevereiro de 2013 em 16:23

  11. Parabéns Ricardo, que Deus ilumine a Olguinha! Eu também espero a chegada do meu neto (a) que vai chegar em julho. É o primeiro (a)...a expectativa e a alegria são imensas...ainda não o conheço, mas o amor já é muito forte! Deus abençoe você, meu pequeno!

    Comentário por Cleusa — 5 de fevereiro de 2013 em 14:57

  12. Caro Ricardo, passei por essa experiência ha treze anos passados justamente, pois hoje o meu caçuça completa trteze anos graças a Deus. Os outros dois filhos anteriores não foi possível acompanhar em video a ultrassonografia, mas sentir o pulsar do coração, como podemos analisar tudo isso?, ficamos embasbacados diante de tanta beleza que a natureza apresenta e neste momento, agradecemos sim o Criador, por toda a beleza proporcionada, principalmente a Vida. Parabéns.

    Comentário por tarcisio antonio do nascimento — 8 de fevereiro de 2013 em 17:33

Deixe um comentário

Quebras de linhas e parágrafos são automáticos, os endereços de email nunca são exibidos, HTML permitido: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>


Fechar esta janela.

0,445 Powered by WordPress