Publicado em 20/03/2014 às 10h20

“Encoxadores” dos trens devem levar pau para aprender a respeitar as mulheres

 “Encoxadores” dos trens devem levar pau para aprender a respeitar as mulheres

A ação dos chamados “encoxadores” nos trens do Metrô e da CPTM, em São Paulo, é uma agressão extrema à mulher, e, por isso, deve ser combatida ferozmente. Esses molestadores não merecem nenhum respeito. Na sociedade machista que ainda vivemos, apesar de todos os avanços, eles se acham no direito de abusar da mulher porque assim é o mundo. Afinal, elas são apenas mulheres.

O R7 foi o primeiro portal a denunciar a ação desses bandidos e todos os dias surgem fatos novos. Desde o início do ano, 17 deles já foram presos. Pelas contas da polícia, cerca de 30 grupos se reconhecem como “encoxadores”. Um absurdo.  E o pior: não só se vangloriam dos seus atos, como adoram expor suas vítimas na internet.

Quem anda nos trens de São Paulo, do Rio, de BH, enfim, de qualquer grande metrópole brasileira, vê todos os dias esse tipo de abuso.  Com o transporte coletivo carregando gente como carrega gado, esses caras se sentem no paraíso. Ou melhor, no inferno. Agem livremente. Alguns chegam ao despudor de exibirem suas partes íntimas. Sem espaço, a mulher é uma presa fácil.

Falei de trem, mas nos ônibus isso também acontece. Antes, a mulher sofria calada. Agora, começa a reagir. Ainda bem. Mas muita gente ainda tem vergonha de denunciar a molestação com medo de passar de vítima a ré. Têm idiotas que culpam a mulher pelo homem cometer o abuso.

Fico tão revoltado com isso, que não faço por menos. Esses “encoxadores” têm de levar uma boa sacudidela toda vez que fizerem isso. Só assim, sob o peso de uma mão pesada, saberão controlar seus instintos perversos.

Vou dar uma sugestão: a Polícia Militar poderia colocar disfarçadas  policiais femininas dentro dos vagões. Quando esses caras agissem, elas partiriam para cima. Sem pena nem dó. As mulheres agredidas se sentiriam mais seguras porque estariam protegidas por uma policial feminina, portanto, não correndo o risco de ainda serem culpadas por uma eventual sensualidade ou uma roupa mais ousada.

Fica a sugestão. Tá lendo por quê?

 

 

9 Comentários

"“Encoxadores” dos trens devem levar pau para aprender a respeitar as mulheres"

20 de March de 2014 às 10:20 - Postado por fcdsantos

* preenchimento obrigatório



Digite o texto da imagem ao lado: *

Política de moderação de comentários:
A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Comentários
  • jones jason
    - 20 de março de 2014 - 20:57

    divide o Brasil em duas partes, metade para as mulheres e metade para os homens, depois divide por cores e assim por diante. um trem cheio desses ninguém escapa de ser esbarrado homem ou mulher, ta certo que tem uns cretinos que usam de ma fé. mas pra mim o negócio é dividir o mundo em duas partes dai isso acaba.

    Responder
  • reginaldo
    - 20 de março de 2014 - 18:11

    pra mim se os tranportes tivessem em abundancia que quer dizer muitos e trens também jamais ia acontecer isso não to defendendo ninguém mais penssa néssa possibilidade porque alem de nois todos trabalhar o dia enteiro ainda de brinde temos que encarar os tranportes lotados ao ponto de ficar cem ar la dentro cem conforto nenhum la dentro

    Responder
1 2 3 4 5
Ir para a home do site
Todos os direitos reservados - 2009- Rádio e Televisão Record S/A
exceda.com