31
julho
às 18h31

Uma criança de 1 ano e 4 meses morreu depois de receber injeções em um posto de saúde na Praça Seca, zona oeste do Rio. Piettra Emanuele deveria tomar duas vacinas atrasadas, mas foram aplicadas quatro injeções. A criança teve convulsões e morreu após três paradas cardíacas.

Infelizmente, o que essa mãe tinha de mais valioso já se foi. Agora, resta-nos aguardar as investigações que vão comprovar se as quatro vacinas foram responsáveis pela morte dessa menininha que tinha todo um futuro pela frente. Triste ver uma vida se perder desta forma!

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks
30
julho
às 17h52

Um homem é procurado pela polícia acusado de seduzir e matar uma mulher em Magé, na Baixada Fluminense. A vítima, Soani da Silva Martins, de 52 anos, estava solteira há dois anos e procurava um novo relacionamento. Ela conheceu o "viúvo negro" João Correia, de 49 anos, em um restaurante. Em menos de um mês, o casal passou a morar junto. Para os parentes, Soani disse que iria viajar para conhecer a família do namorado, mas dias depois foi encontrada morta na casa em que morava. A polícia já identificou o suspeito que teve a prisão decretada e é considerado foragido.

A polícia diz que o suspeito seduzia as mulheres para depois roubar e matar. Segundo as investigações, Soani não foi a primeira vítima. Essa mulher foi enganada pelo amor. Carente, ela acreditava que João poderia fazê-la feliz e acabou sendo brutalmente assassinada.

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks
29
julho
às 13h42

Um vídeo feito por um cinegrafista amador mostra um trem da SuperVia passando por cima do corpo de um homem estendido nos trilhos. O flagrante ocorreu no final da tarde desta terça-feira (28) nas imediações da estação Madureira, zona norte do Rio.

É inacreditável. Será que perdemos a compaixão pelo próximo? Mesmo sendo um cadáver exposto nos trilhos, é inadmissível que um funcionário da SuperVia tenha dado ordem para que o trem passasse por cima do corpo. Falta mais amor no mundo. Como eu sempre digo: eu vou morrer, mas não terei visto tudo.

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks
22
julho
às 20h04

Um bebê de 7 meses que estava sozinho em casa morreu durante um incêndio no bairro Recanto, em Belford Roxo, na Baixada Fluminense. A mãe da menina, de 17 anos, foi até a casa da vizinha para buscar alguns alimentos e o celular que havia esquecido. A casa em que ela morava com a filha estava sem energia elétrica. Por isso, ela deixou uma vela acesa e, quando retornou, a casa estava em chamas. A mãe da criança tentou salvar o bebê, mas a menina já estava sem vida. De acordo com a polícia, a criança morreu por asfixia.

Agora, resta esperar as investigações para confirmar ou não a versão da mãe. Fato é que a criança, ainda mais sem luz na casa, não poderia ficar  sozinha, mesmo que por alguns minutos. Mas não podemos deixar de ressaltar que a pena maior para essa mãe já foi imposta. Ela perdeu a filha de 7 meses. No entanto, é um caso pra Justiça resolver. Triste perder um bebezinho tão novo e sob essas condições.
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks
21
julho
às 16h06

Um bebê de um ano e 10 meses teve a cabeça perfurada após ser agredido com uma tesoura por um homem na Rocinha, zona sul do Rio. Com uma barra de ferro, Milton Costa Silva também atacou a irmã do bebê, uma menina de dois anos, e a mãe das crianças, Aline Vanessa dos Santos, de 27 anos, que passou por uma cirurgia e está em estado estável. O suspeito do crime é vizinho da família e, segundo a polícia, teria envolvimento com drogas. Milton foi linchado por populares e morreu.

Que história cruel. O vizinho da família, aparentemente sem motivo, atacou mãe e filhos. Eu já disse isto mais de uma vez: sou contra fazer justiça com as próprias mãos. É claro que não tem perdão para o que este homem fez, mas também não é correto o linchamento. Que agora, onde ele estiver, pague pelo que fez e que o bebê se recupere o mais rápido possível.

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks
20
julho
às 11h54

Lembra desse caso? Então, a polícia procura o homem que mandou matar o amigo de infância por causa da moto da vítima que custa R$ 4 mil. Em conversas por um aplicativo de celular, Walter Duarte de Andrade, de 18 anos, chamou o amigo, Lucas Calixto, de 17 anos, para ajudar no conserto de um veículo. Apontado pela polícia como autor do crime, Matheus Vinicius Araújo, de 18 anos, foi preso em casa em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. Ele confessou que atirou duas vezes contra Lucas Calixto. O suspeito também disse que o crime foi planejado pelo amigo de infância da vítima, Walter, que confessou na delegacia ter encomendado a morte do amigo. Walter não ficou preso porque não tinha um mandado de prisão.

Veja você: um amigo de infância planejou a morte do rapaz por causa de uma moto. No dia em que festejamos o dia do amigo, essa notícia nos traz o alerta de que não podemos ser ingênuos e precisamos desconfiar até mesmo de quem está ao nosso redor. Pra você que me segue, desejo, verdadeiramente, um Feliz Dia do Amigo.
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks
15
julho
às 12h42

Um jovem de 22 anos é suspeito de matar o próprio pai na Baixada Fluminense. A família acredita que o filho do homem, que está desaparecido, seja responsável pelo crime. O açougueiro Ademildo da Silva Alves, de 62 anos, morreu ao ser atingido por golpes de faca depois de discutir com o jovem que é usuário de drogas e tem envolvimento com tráfico de drogas, vê se pode?. Ademildo se recusou a dar dinheiro para o filho que, inconformado, atacou e matou o pai na porta de casa. O caso está sendo investigado pela Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF).

Mais uma vez, na minha querida Baixada, acompanhamos um crime em família. O filho, que segundo os próprios familiares, tinha envolvimento com tráfico de drogas e era dependente químico assassina o pai. E o pior: por poucos reais. A vítima, ainda de acordo com parentes e amigos, sempre tentou tirar o filho do caminho das drogas, mas, em um ataque de fúria, o jovem destruiu a vida de toda a família. Uma pena que a gente ainda tenha que presenciar crimes como esses!

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks
14
julho
às 11h59

Uma covardia sem fim. Uma jovem de apenas 18 anos foi morta durante uma tentativa de assalto em São João de Meriti, na Baixada Fluminense. Tamires da Cunha Amaral voltava para casa quando bandidos tentaram levar a moto que ela dirigia. Assustada, a jovem acelerou a moto e foi atingida por trás, covardemente! Mesmo ferida, Tamires conseguiu conduzir a moto por alguns metros, mas perdeu o controle da direção, bateu em uma árvore e morreu no local. Os vagabundos fugiram sem levar nada.

Agora você vê: a Tamires, brutalmente assassinada, deixa o filho de apenas um mês de vida. Que tristeza. Uma família destruída e uma criança indefesa que agora fica órfã. Pra bandidagem isso pouco importa. Mais uma inocente vítima da violência em nossa cidade. Aonde vamos parar?

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks
09
julho
às 23h23

Policiais da Divisão de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí assumiram as investigações da morte da professora Rosane Siqueira Teixeira, de 57 anos, que foi assassinada em dezembro do ano passado em Maricá, na Região dos Lagos. Rosane estava sozinha em casa se recuperando de uma cirurgia quando o crime ocorreu. O corpo dela foi encontrado com sinais de espancamento e golpes de faca no rosto e no pescoço. No boletim de ocorrência, o crime foi registrado como latrocínio, mas a família contesta a versão da polícia já que não houve arrombamento no sítio e o alarme que não foi acionado. Familiares acreditam que a morte de Rosane foi encomendada.

Vamos confiar no trabalho da polícia! A meu ver, esse crime não pode ser considerado um latrocínio. Afinal, não houve arrombamento nem relato de vizinhos de uma possível discussão. Agora é esperar o resultado das investigações por parte da DH.

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks
08
julho
às 12h44

Uma briga em um bar resultou na morte de um metalúrgico em Santa Cruz da Serra, município de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Lucílio Teixeira, de 44 anos, saiu de casa para comprar frango assado para jantar com a família. Lá, ele encontrou com um amigo, sargento da PM, que comemorava o aniversário da esposa dele. O policial, identificado como André Meireles, convidou a vítima para participar da festa. Mas, no final de tudo, o Lucílio foi obrigado a pagar a despesa da comemoração, você acredita nisso? Segundo testemunhas, Lucílio se recusou a pagar e saiu pedalando em uma bicicleta quando foi covardemente alvejado e assassinado. O PM André Meireles foi trabalhar normalmente no dia seguinte e, claro, foi preso enquanto estava em serviço.

Bom, precisamos aguardar as investigações para concluir a culpabilidade do PM. Mas é o que eu sempre digo: há trabalhadores bons e ruins em todas as profissões, e na polícia não é diferente. Se o sujeito for condenado, que ele pague pelo crime tolo que cometeu.

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks