Brasil

2/11/2012 às 14h10 (Atualizado em 2/11/2012 às 14h10)

Delúbio diz que PT foi vítima de "operação de guerra"

Em artigo, o ex-tesoureiro condena postura da oposição nas eleições

Agência Estado

Em artigo publicado nesta quinta-feira (1º) em seu blog, o ex-tesoureiro do PT, Delúbio Soares, condenado no processo do mensalão pelo STF (Supremo Tribunal Federal) por corrupção ativa e formação de quadrilha, comemora o crescimento de seu partido nas eleições municipais e condena a forma como o julgamento repercutiu durante a campanha eleitoral.

Intitulado "O recado das urnas", o artigo de Delúbio diz que o PT foi alvo de "uma autêntica operação de guerra" pela oposição e que o mensalão foi propagado de maneira "distorcida", provocando a "judicialização" da vida política e a "politização" da Justiça. "A repetição de mentiras relativas à Ação Penal 470 se transformaram na mais forte — e, talvez, única — mensagem da grande maioria dos candidatos da oposição", criticou.

Delúbio afirma que os adversários erraram ao investir na despolitização dos eleitores. "A oposição, desta forma, apostou na despolitização de nosso eleitorado e numa suposta ignorância de uma massa que seria desinformada, ignorante e que não saberia interpretar os fatos e nem desconfiar do jogo sujo da manipulação da notícia pela mídia partidarizada", condenou o ex-tesoureiro.

Leia mais notícias de Brasil

"(A oposição) não apresentou propostas administrativas, nem tratou de questões absolutamente fundamentais no dia-a-dia das populações urbanas e rurais, dos jovens, dos trabalhadores, das mulheres, das minorias. E, por isso, perdeu", concluiu.

Para Delúbio, apesar dos meses que antecederam as eleições terem sido marcados por "mentiras" e pelos "interesses partidários", o PT saiu vitorioso nas urnas. "A vitória das forças democráticas e progressistas, representadas pelo PT e pelos partidos da base aliada, foi evidente e incontestável, em mais de 70% das prefeituras municipais em disputa", completou.

Segundo Delúbio, o sucesso nas urnas se deve "à aprovação popular ao jeito petista de governar como uma condenação às campanhas rasteiras e demonizadoras de que fomos alvo por parte da oposição, aquela que perdeu fragorosamente".

O petista também destaca as novas lideranças que surgiram com os resultados das urnas. "Há uma nova geração petista, de homens e mulheres jovens, qualificados para administrar, sobejamente mais preparados que os pretensos quadros da oposição destrutiva e rancorosa", disse, referindo-se à "retumbante vitória" de Fernando Haddad em São Paulo. No texto, Delúbio acrescenta que Haddad se sobressaiu à campanha "expressa na baixaria em que se constituiu a cruzada reacionária, denuncista, preconceituosa e falso moralista do derrotado José Serra, o arauto do baixo nível na vida pública brasileira."

  • Espalhe por aí:

Veja também

Todas as notícias
Publicidade

Vitrine de ofertas

Publicidade

Compartilhe
Compartilhe
Justiça

Chocolate, livro, chinelo: veja casos "insignificantes" que acabaram no STF

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Aviação

Academia da Força Aérea abre as portas e o R7 foi conferir o poder aéreo das FAB

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Duro na queda!

Novos blindados do Exército resistem a explosões e atingem alvo a 2.000 metros

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Relacionamento

Amor na política: conheça os casais que se formam nos bastidores da vida pública

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
  • Últimas de Brasil

  • Últimas de Notícias

X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!