R7 - Notícias

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

21 de Outubro de 2014

Você está aqui: Página Inicial/Notícias/Brasil/Notícias

Icone de Brasil Brasil

publicado em 16/12/2010 às 19h21: atualizado em: 16/12/2010 às 19h44

Dilma confirma Haddad, Lupi e Izabella
Teixeira como ministros do novo governo

Até o momento, presidente eleita anunciou 23 ministros

Gustavo Gantois, do R7, em Brasília

Publicidade

A presidente eleita Dilma Rousseff anunciou no começo da noite desta quinta-feira (16), por meio de nota, os nomes de mais três ministros que farão parte do futuro governo. Ao todo, Dilma já confirmou 23 ministérios. Caso não sejam criadas novas pastas, outros 14 titulares ainda precisam ser confirmados.

Foram oficializados os nomes de Fernando Haddad, no Ministério da Educação; para o Ministério do Meio Ambiente, a atual titular Izabella Teixeira foi mantida. No Ministério do Trabalho, Carlos Lupi continua à frente da pasta.

De acordo com a nota, “a presidente eleita considera que esses brasileiros têm dado e continuarão a dar importante contribuição para o desenvolvimento do país”.

O comunicado também afirma que Dilma orientou os novos auxiliares a “trabalhar de forma integrada com os demais ministérios para promover avanços que vão assegurar a melhoria de vida de todos os brasileiros”.

O PMDB, partido do vice-presidente eleito Michel Temer, e aliado do governo, ficou com seis das 37 pastas. Veja aqui quem são os escolhidos de Dilma.

Com a confirmação dos ministros o PT aumenta sua participação no futuro governo. Haddad é o 11º membro do partido a ser confirmado na Esplanada dos Ministérios. Lupi, por sua vez, preenche a cota que o PDT já vinha ocupando desde o início do governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Izabella Teixeira, por sua vez, é o que pode ser considerada uma estranha no ninho. Técnica ligada a organizações de preservação ambiental, Izabella fez carreira no Ibama e chegou a ser secretária-executiva do ex-ministro Carlos Minc. Ela o substituiu quando ele deixou a pasta para concorrer a deputado estadual pelo Rio de Janeiro e balançou no cargo devido a pressões de setores do PT que cobiçavam o ministério.

Após o quinto anúncio de ministros desde a eleição de Dilma, o partido da presidente eleita ainda conta com os ministros Fernando Pimentel (Desenvolvimento), Aloizio Mercadante (Ciência e Tecnologia), Antônio Palocci (Casa Civil), José Eduardo Cardozo (Justiça), Gilberto Carvalho (Secretaria-Geral), Guido Mantega (Fazenda), Miriam Belchior (Planejamento), Ideli Salvatti (Pesca), Maria do Rosário (Direitos Humanos) e Paulo Bernardo (Comunicações).

O PMDB é o segundo partido com mais ministros confirmados até agora. São eles: Nelson Jobim (Defesa), Pedro Novais (Turismo), Garibaldi Alves (Previdência), Edison Lobão (Minas e Energia), Wagner Rossi (Agricultura) e Moreira Franco (Assuntos Estratégicos).

Além deles, já foram anunciados, também, os nomes de Alexandre Tombini, como presidente do Banco Central; Alfredo Nascimento (PR-AM), que volta ao Ministério dos Transportes; e Helena Chagas, na Secretaria de Comunicação Social.

Após a divulgação da nota sobre os novos ministros, Dilma seguiu para a residência provisória da Granja do Torto. Mais cedo, em encontro com a presidente eleita, o ministro Carlos Lupi afirmou que Dilma deve fechar o restante de sua equipe até a sexta-feira (17), data marcada para a diplomação de Dilma e do vice-presidente eleito Michel Temer.

- Se faltar, vai faltar pouco. A tendência é a maioria ser anunciada até amanhã.


Veja Relacionados:  dilma rousseff, pt, ministério
dilma rousseff  pt  ministério 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping