R7 - Notícias

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

27 de Maio de 2016

Você está aqui: Página Inicial/Notícias/Brasil/Notícias

Icone de Brasil Brasil

 

                                                      
publicado em 01/01/2011 às 14h59:

Marcelo Déda assume governo
e promete justiça social para SE

Governador se compromete a eliminar miséria, defender ambiente e melhorar educação

Do R7


Publicidade

O governador reeleito de Sergipe, Marcelo Déda (PT), assumiu o cargo neste sábado (1º) e prometeu lutar pelo desenvolvimento e pela justiça social no Estado. Em seu discurso, Déda destacou a experiência pessoal e política que adquiriu após o primeiro mandato. 

- O governo que assumo neste momento, já não é o mesmo que assumi há quatro anos. Um processo complexo e difícil, mas, também, inexorável, produziu mudanças na qualidade da gestão, nas práticas administrativas e no conteúdo das políticas públicas que executa. 

O governador destacou as transformações e mudanças por que passou Sergipe nos últimos anos, “cujos resultados se espalham em todo o seu território, se fazem presente em todas as áreas da sua vida social e econômica e já podem ser aferidos e mensurados, traduzindo-se em vida nova para milhares de sergipanos”. 

Para seu segundo mandato, Déda prometeu lutar pela inclusão social, redução das desigualdades, erradicação da miséria, defesa do meio ambiente, socialização do conhecimento e universalização dos direitos e da cidadania. 

- Hoje, como ontem, reafirmo as minhas credenciais de militante petista, socialista e democrata, compromissado com a luta do meu povo e incendiado pela mais nobre das ideias que já frequentaram o pensamento político da humanidade: a igualdade social. 

O governador se comprometeu ainda a manter o caráter laico do Estado, separando política dos dogmas religiosos e sustentando a liberdade de expressão, a liberdade religiosa e, inclusive, o direito daqueles que se afirmam ateus, agnósticos ou não seguem nenhuma religião.

- No seu discurso para este primeiro de janeiro, o papa Bento XVI, pontífice máximo da Igreja Católica, religião majoritária em nosso país e em nosso Estado, afirma de forma incisiva: ‘[Nenhuma pessoa] deveria encontrar obstáculos, se quisesse eventualmente aderir a outra religião ou não professar religião alguma’.


Veja Relacionados:  marcelo déda,sergipe,governador,educação,justiça social,desenvolvimento
marcelo déda  sergipe  governador  educação  justiça social  desenvolvimento 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping