R7 - Notícias

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

1 de Novembro de 2014

Você está aqui: Página Inicial/Notícias/Brasil/Notícias

Icone de Brasil Brasil

publicado em 03/10/2010 às 17h27:

Morre Aécio Cunha, pai do ex-governador
de Minas Gerais, Aécio Neves

Ex-deputado morreu em Belo Horizonte e a causa da morte ainda não foi informada

Do Hoje em Dia, com R7

Publicidade

Morreu neste domingo (3), em Belo Horizonte, aos 83 anos, o ex-deputado federal Aécio Ferreira da Cunha, pai do ex-governador de Minas e candidato ao senado pelo PSDB, Aécio Neves. Ele estava internado no hospital Life Center, na capital mineira, e morreu vítima de uma insuficiênica hepática. O governador Antonio Anastasia assinará decreto de Luto Oficial por três dias em todo o Estado.

Nascido em 4 de janeiro de 1927, na cidade de Teófilo Otoni, no Vale do Mucuri, Aécio Cunha, como era mais conhecido no meio político, foi deputado estadual entre 1955 e 1963 e deputado federal entre 1963 e 1987.

Estudou em colégios do Rio de Janeiro e bacharelou-se em Ciências Jurídicas e Sociais pela Faculdade Nacional de Direito da Universidade do Brasil, em 1950. No ano seguinte, mudou-se para Belo Horizonte com seu pai, Tristão da Cunha, que assumiria a Secretaria de Agricultura, Indústria, Comércio e Trabalho no governo de Juscelino Kubitschek. Tornou-se, em 1952, chefe de gabinete do novo secretário da pasta, deputado federal Juarez de Souza Carmo.

Sua trajetória política em mandatos eletivos começou em 1954, quando se elegeu deputado estadual pela região do Vale do Mucuri e Médio Jequitinhonha, tomando posse no ano seguinte. Em 1958, reelegeu-se para novo mandato de deputado estadual.

Aécio Cunha se elegeu, em 1962, para o primeiro de seus seis mandatos consecutivos como deputado federal. Foi membro efetivo das comissões de Defesa do Consumidor; Educação e Cultura, Finanças, Fiscalização Financeira e Tomada de Contas; e Minas e Energia. Foi, por duas vezes, relator da Comissão de Orçamento da Câmara.

Ao término de seu oitavo mandato legislativo, em 1986, Aécio Cunha foi candidato a vice-governador de Minas Gerais na chapa de Itamar Franco.

Na presidência de Itamar Franco, Aécio Cunha foi nomeado presidente do Conselho de Administração do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) e, posteriormente, conselheiro de Furnas Centrais Elétricas e da Cemig (Companhia Energética de Minas Gerais).

Aécio Cunha foi casado com Inês Maria Tolentino Neves, mãe de Aécio Neves, e, posteriormente com Sônia Maria Bastos.

 


Veja Relacionados:  Mina, Aécio Neves, Aécio Cunha, Minas Gerais
Mina  Aécio Neves  Aécio Cunha  Minas Gerais 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping