Operação Carne Fraca foi exagerada e irresponsável, diz ex-ministro da Agricultura

Francisco Sérgio Turra disse à Folha de S.Paulo que falhas representam 5% do setor

Do R7

Operação da Polícia Federal causou medo nos brasileiros Fabio Rodrigues-Pozzebom/Agência Brasil

O Operação Carne Fraca, deflagrada na última sexta-feira (17) está na mira de especialistas no setor agropecuário. Em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo, o ex-ministro e presidente da ABPA (Associação Brasileira de Proteína Animal), que representa produtores e exportadores de carne suína e de frango, Francisco Sérgio Turra, chamou a comunicação feita pela Polícia Federal foi “exagerada” e deu a impressão que a carne brasileira é insegura.

— Foi muito forte esse discurso irresponsável, fruto de um levantamento ainda incompleto da própria operação.

Segundo ele, os produtores brasileiros seguem padrões elevados de qualidades. Além disso, os problemas identificados “são exceções pontuais envolvendo algumas marcas”.

— O que tem de haver é um forte esclarecimento à população. Temos 99,5% do setor absolutamente em dia, oferecendo produtos saudáveis dentro do padrão de conformidade aqui e lá fora. Nem 0,5% tem falhas.

O especialista ainda destaca a credibilidade mundial do Brasil como produtor de carne, inclusive submetido à inspeção de técnicos dos países importadores, que nos vistoriam continuamente.

— A imagem do Brasil, da proteína brasileira, é impecável lá fora.  É um absurdo nivelar tudo, generalizar, vender a ideia de que no Brasil nada presta, de que tudo é podridão, é errado, nada está na conformidade da lei. Quando é justamente ao contrário: somos o país que tem a melhor biosseguridade.

Apesar dos problemas, Turra disse ao jornal Folha de S.Paulo que a operação é positiva, mas destaca que há ressalvas. 

— Na medida em que você deixa no ar algumas coisas, abre espaço para cada um tirar uma conclusão. Por isso, deveria haver um resultado rápido sobre quem errou e qual foi a prática e então punir os que estão envolvidos.

  • Espalhe por aí:

Twitter

X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!