Oposição protocola representação na PGR por investigação de declarações de Valério

Partidos querem que depoimento publicitário seja analisado pelo órgão

Da Agência Brasil

Partidos de oposição protocolaram nesta quarta-feira (12) nova representação para que a PGR (Procuradoria-Geral da República) investigue a suposta participação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no esquema de compra de votos de parlamentares no Congresso. Na terça-feira (11), o jornal O Estado de S. Paulo publicou reportagem em que o publicitário Marcos Valério Fernandes de Souza diz que Lula teve contas pessoais pagas por empréstimos fraudulentos.

É a segunda vez que parlamentares da oposição vão à PGR pedir que o órgão abra investigação sobre o caso. No mês passado, os oposicionistas foram à procuradoria após denúncias de Valério divulgadas pela revista Veja.

Leia mais notícias de Brasil no Portal R7

Pela manhã desta quarta-feira, o PPS protocolou na PGR ofício para que seja disponibilizada cópia das declarações atribuídas ao publicitário, conforme noticiado pelo jornal paulista.

A bancada do PT na Câmara protocolou uma reclamação na Corregedoria Nacional do Conselho do Ministério Público contra a subprocuradora da República Cláudia Sampaio e a procuradora Raquel Branquinho. Para o líder do PT, Jilmar Tatto (SP), elas seriam as responsáveis pelo vazamento do depoimento do publicitário para a imprensa. Os petitas querem a instauração de procedimento disciplinar contra as duas por "infração ética".

  • Espalhe por aí:
Publicidade

Twitter

X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!