Brasil

27/9/2013 às 11h30 (Atualizado em 27/9/2013 às 16h02)

Popularidade de Dilma avança e chega a 54%, aponta CNI/Ibope

Aprovação da presidente subiu nove pontos em relação à última pesquisa

Kamilla Dourado, do R7, em Brasília

Os índices de popularidade do governo e da presidente Dilma Rousseff voltaram a subir. Pesquisa divulgada nesta sexta-feira (27) pela CNI (Confederação Nacional da Indústria), em parceria com o Instituto Ibope, mostra que 54% dos entrevistados aprovam a forma de governar da presidente Dilma. Foi uma alta de nove pontos percentuais na popularidade de Dilma em relação a julho — quando o índice estava em 45%.

Já o índice de desaprovação da presidente caiu de 49% para 40%. O percentual de entrevistados que não sabem ou não responderam à entrevista ficou em 6%.

O gerente-executivo de pesquisa da CNI, Renato da Fonseca, diz que ainda é cedo para avaliar se a presidente vai voltar aos índices anteriores de popularidade.

— O governo sinalizou que vai atender reivindicações e as manifestações diminuíram. Mas vamos ter que esperar para ver o que vai acontecer mais a frente.

Sobre a avaliação do governo Dilma, o índice dos brasileiros que consideram o governo da petista bom ou ótimo atingiu 37%. Na última pesquisa, o governo da presidente tinha 31% de aprovação.

A porcentagem dos brasileiros que consideram o governo de Dilma regular subiu de 37% para 39%. Já o índice daqueles que avaliam o governo Dilma como ruim ou péssimo caiu de 31% em julho para 22% em setembro. Apenas 1% dos entrevistados não souberam avaliar o governo Dilma.

Os índices de confiança em Dilma também mostraram recuperação e subiram de 45% para 52%. Os que não confiam somam 43% contra 50% em julho.

Dilma Rousseff venceria eleição no 1º turno, segundo Ibope

Leia mais notícias de Brasil

A pesquisa foi realizada entre os dias 14 e 17 deste mês e ouviu 2002 pessoas em 142 municípios do País. A margem de erro é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos.

Atuação do governo

As políticas do governo na área de combate à fome e à pobreza continuam sendo a área mais bem avaliada do governo Dilma. As políticas de transferência de renda são aprovadas por mais da metade da população (51%), enquanto outros 47% reprovam essa área e 2% não souberam ou não quiseram responder. 

A saúde é a área mais mal avaliada do governo Dilma com 77% de desaprovação. O índice subiu desde a divulgação da última pesquisa, em junho, quando, à época, 66% dos entrevistados desaprovavam as políticas na área. Em setembro, o índice de aprovação ficou em 21% contra 32%, em junho. Em setembro, 1% não soube avaliar ou não respondeu, contra 2% em junho.

A segurança pública é o segundo item mais mal avaliado, sendo desaprovado por 74% da população e aprovado por 24% dos entrevistados, segundo pesquisa de setembro. Em seguida, vem a política tributária do governo com 73% de desaprovação e e 22% de aprovação.

Espionagem

As denúncias de espionagem pelos Estados Unidos ao governo brasileiro foram as notícias mais lembradas pelos entrevistados. Segundo a pesquisa CNI/Ibope, o tema está na memória de 21% das pessoas.

Para o gerente-executivo de pesquisa da CNI, a postura de Dilma em relação ao assunto também pode ter ajudado na melhora dos índices de popularidade.

- O governo teve boa reação, isso pode ter ajudado. 

As notícias sobre programas sociais, sobretudo o programa Mais Médicos, foram lembradas por 18% dos entrevistados, enquanto as notícias sobre manifestações foram citadas por 14% da população ouvida. 

 
  • Espalhe por aí:

Veja também

Todas as notícias
Publicidade

Vitrine de ofertas

Compartilhe
Compartilhe
Justiça

Chocolate, livro, chinelo: veja casos "insignificantes" que acabaram no STF

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Aviação

Academia da Força Aérea abre as portas e o R7 foi conferir o poder aéreo da FAB

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Duro na queda!

Novos blindados do Exército resistem a explosões e atingem alvo a 2.000 metros

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Relacionamento

Amor na política: conheça os casais que se formam nos bastidores da vida pública

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
  • Últimas de Brasil

  • Últimas de Notícias

X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!