Brasil

8/2/2013 às 03h12 (Atualizado em 8/2/2013 às 10h47)

Prestes a se tornar funkeira, Furacão da CPI diz que "o que não falta é convite para voltar para o Congresso"

Denise Rocha reclama do preconceito que vem sofrendo por começar a cantar funk

Do R7*

Denise Rocha diz que Brasil é "o País do preconceito" Reprodução/Twitter

Conhecida por Furacão da CPI, a advogada e ex-assessora parlamentar Denise Rocha vai virar funkeira, mas disse ao R7 que nunca vai deixar de ser advogada.

Ex-funcionária do gabinete do senador Ciro Nogueira (PP-PI), Denise não descartou a possibilidade de voltar a trabalhar para um parlamentar nos próximos anos.

— O que não falta é convite para voltar para o Congresso.

Porém, Denise diz achar “engraçado” todo o preconceito que vem sofrendo por investir no funk.

— Estou meio passada com a reação. As pessoas ficam falando “nossa, que decadência”. Todo mundo curte, dança e tá lá, apedrejando.

Depois de dizer que o Brasil é “o País do preconceito”, a ex-assessora afirma que “não imaginava que a repercussão contra o funk fosse grande desse jeito”.

— Parece até que eu matei alguém! Estou besta com o preconceito em relação ao funk. Só uma mulher burra pode cantar funk? Acho que tá na cabeça do povo. Eu não vou deixar de ser mais inteligente ou menos inteligente por causa disso.

Denise ficou famosa depois de aparecer em um vídeo em que protagonizava cenas quentes com um ex-namorado. Depois disso, a ex-assessora parlamentar foi exonerada do cargo pelo então chefe, senador Ciro Nogueira (PP-PI), e passou a investir na carreira artística.

Furacão da CPI vai virar funkeira, diz coluna

Leia mais notícias de Brasil

Veja fotos de Denise Rocha

Depois de posar nua para uma revista masculina, de se tornar lutadora de MMA e fazer vários ensaios como modelo, a bela decidiu investir na carreira de cantora. Com o mesmo empresário do funkeiro Mr. Catra, sua primeira música será Furacão, em que ela menciona a “turma do Senado”.

Sobre uma parceira com Catra, a Furacão da CPI diz que ainda está “focando no Carnaval” e que, depois do feriado, vai pensar no assunto.

— Ainda tem que ir no escritório. Depois do Carnaval, nós vamos gravar. Ainda estou fazendo essa música e vou fazer outras também. Agora estou chegando no Rio, completamente na correria.

Apelido

Denise Rocha recebeu o apelido de Furacão da CPI pois seu vídeo íntimo foi divulgado durante o período em que o bicheiro Carlinhos Cachoeira era investigado por ter relações com o jogo do bicho e a máfia dos caça-níqueis na CPI do Cachoeira.

A mulher do contraventor, Andressa Mendonça, também ficou famosa na mesma época. Por chamar a antenção por sua beleza, Andressa ficou conhecida como a Musa da CPI.

* Colaborou Giorgia Cavicchioli, estagiária do R7.

  • Espalhe por aí:

Veja também

Todas as notícias
Publicidade

Vitrine de ofertas

Compartilhe
Compartilhe
Justiça

Chocolate, livro, chinelo: veja casos "insignificantes" que acabaram no STF

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Aviação

Academia da Força Aérea abre as portas e o R7 foi conferir o poder aéreo das FAB

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Duro na queda!

Novos blindados do Exército resistem a explosões e atingem alvo a 2.000 metros

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Relacionamento

Amor na política: conheça os casais que se formam nos bastidores da vida pública

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
  • Últimas de Brasil

  • Últimas de Notícias

X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!