Dupla Simone e Simaria lamenta distância dos filhos para cumprir agenda de shows: "É muito duro ficar longe"

Wanessa Camargo e Naiara Azevedo também estão no Câmera Record de quinta-feira (8)

Do R7

A dupla vai contar um pouco da rotina da fama
A dupla vai contar um pouco da rotina da fama Reprodução/Instagram

Que trabalhadora brasileira nunca se sentiu culpada por não estar em casa quando o filho precisa? As baianas Simone e Simaria, um dos nomes mais fortes da nova leva de mulheres que brilham no sertanejo, pensam nisso a cada vez que marcam um show. Em entrevista exclusiva, Simaria, mãe de Pawel e Giovanna, lamenta ao falar sobre o assunto ao Câmera Record desta quinta-feira (8).

— Eu ontem saí de casa e sei que tenho que passar sete dias sem ver os meus filhos. Saí chorando... É muito duro ficar longe.

No auge da fama, as irmãs fazem 22 apresentações por mês, em média, e dizem que hoje conseguem entender o que a mãe delas passou. Uma das cantoras se surpreende enquanto participa da atração.

— Agora que eu estou fazendo a entrevista com você, olha que coisa louca, é que eu consegui me dar conta disso: o tanto que minha mãe sofreu na vida.

Wanessa em momento família com o marido e os filhos
Wanessa em momento família com o marido e os filhos Reprodução/Instagram

É este também o dilema de Wanessa Camargo, que está de volta às raízes sertanejas, depois de concentrar a energia nos filhos José Marcos, de 5 anos, e João Francisco, 2. Ser mãe também reaproximou a filha de Zezé Di Camargo do gênero que consagrou o pai.

— Eu queria falar de amor de novo, ver as pessoas chorando com as minhas músicas, se emocionando, casando com as minhas músicas, declarando seus amores.

Simone, Simaria e Wanessa Camargo são algumas das estrelas que o Câmera Record entrevista para investigar a nova geração de sertanejas. Em 2016, as mulheres triplicaram o número de músicas nas paradas de sucesso. E o topo da lista também é delas. Cinquenta Reais, um caso real de traição que Naiara Azevedo transformou em letra, está entre as mais tocadas do ano. A paranaense lembra bem da rejeição no começo da carreira.

— 'O que esta gorda, mulher, está achando? Que vai fazer sucesso?' Era isso que as pessoas falavam.

E ainda: como Bruna Viola, Mariana Fagundes, Maiara e Maraísa conseguiram vencer num universo tradicionalmente masculino? É nesta quinta-feira (8), às 23h, logo depois do Jornal da Record.

  • Espalhe por aí:

Vídeos

Carregando

Twitter

X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!
Access log
Access log