A importância do autoconhecimento para a Geração Y

(Informe publicitário Catho) Jovens precisam entender a si mesmos para se desenvolver

Thinkstock

A Geração Y cresceu em meio a muitos elogios e com o ego inflado por pais, professores e demais parentes que aprenderam que crianças desenvolvem-se mais rapidamente quando são motivadas. A criação desta geração normalmente foi feita por pais que sentiam-se culpados por trabalhar demais e queriam compensar seus filhos com uma sobrevivência menos turbulenta.

Esta geração, assim como todas as outras, possui defeitos e qualidades. Faz parte da vida em sociedade mudar e a criação da geração Y não é um fracasso ou um sucesso absoluto, mas sim um novo modelo de convivência familiar com pontos positivos, como a maior abertura ao diálogo, e pontos negativos, como a falta de autoconhecimento.

Autoconhecimento e a Geração Y no mercado de trabalho

Com uma geração mais questionadora, mas não acostumada a receber feedbacks negativos, quando chegam ao mercado de trabalho, os indivíduos da geração Y tendem a se frustrar, pois começam a participar de situações a quais nunca foram preparados, e cada “não” parece o fim da linha para eles.

Segundo a presidente da Stanton Chase e especialista em Geração Y, Eline Kullock, o autoconhecimento é fundamental no mercado de trabalho: “É a partir do autoconhecimento e da maturidade ou inteligência emocional, que o jovem pode refletir ou pedir orientações sobre como mudar. E até mesmo pedir ao seu gestor que lhe ajude a identificar toda vez que estiver adotando o mesmo comportamento, questionado como inadequado. E esta iniciativa ajuda e muito no processo de desenvolvimento do jovem profissional”.

O autoconhecimento é uma ferramenta poderosa, afinal quem domina esta competência é capaz de passar por situações de crises com grande facilidade, visto que sabe exatamente quais são os seus pontos positivos e quando eles devem ser utilizados. Além disso, o autoconhecimento profissional é capaz de fazer com o potencial de um indíviduo seja aprimorado continuamente.

Como desenvolver autoconhecimento

Saber escutar é uma das melhores formas de se adquirir autoconhecimento. Muitas vezes há dificuldades de se enxergar defeitos pessoais e estes mesmos defeitos são evidentes para pessoas próximas que podem ajudar. Se colocar na posição das outras pessoas também é uma forma interessante de se obter autoconhecimento, uma vez que você começa a entender as suas emoções com outro ponto de vista.