Você está aqui: Página Inicial/Notícias/Carros/Notícias

NOTÍCIAS  

Publicado em 13/11/2012 às 13h04

Com fila de espera de 24 mil carros, fábrica do Hyundai HB20 entra em greve

Unidade foi inaugurada oficialmente há menos de uma semana em Piracicaba

HB20Divulgação

Compacto fabricado no Brasil tem fila de espera de até quatro meses para algumas versões

Veja mais fotos do HB20

 
Do R7

Cinco dias após ter sido aberta oficialmente, a fábrica da Hyundai em Piracicaba (SP) enfrenta sua primeira greve. Os trabalhadores da unidade, responsável pela produção do compacto HB20, decidiram pela paralização em assembleia realizada na manhã desta terça-feira (13). As informações são da Força Sindical e do Sindicato dos Metalúrgicos de Piracicaba.

O motivo da greve se deve pela recusa da montadora na proposta de reajuste salarial para os funcionários. A Hyundai Motors Brasil (HMB) ofereceu um aumento de 24,47%, que subiria o piso dos atuais R$ 1.287 para R$ 1.600, mas o Sindicato pediu um valor mínimo de R$ 1.800.

As exigências do sindicato são antigas, começaram no fim de agosto, quando a HMB iniciou a produção das unidades pré-série do HB20. Na época, os trabalhadores já pleiteavam a equiparação do piso salarial com o de outras montadoras asiáticas, como Honda e Toyota (cuja base é de R$ 1.600).

A proposta rejeitada também incluía um aumento de 8,1% nos salários de todos os funcionários, que ganhariam outro acréscimo de 5% seis meses depois, mais 5% após completarem dois anos de empresa. O pacote de benefícios recusado pelo sindicato também continha um vale especial de Natal no valor de de R$ 1.000, além de um vale-cesta básica de R$ 204 mensais.