Você está aqui: Página Inicial/Notícias/Carros/Notícias

NOTÍCIAS  

Publicado em 30/06/2013 às 00h30

Fiat planeja fabricar no Brasil utilitário e sedã que pode resgatar nome Tempra

Modelos são cotados para serem produzidos na unidade em construção em Goiana (PE)

Dodge DartDivulgação

Nova geração do Dodge Dart pode voltar ao Brasil e dar origem ao novo Tempra


 
Diogo de Oliveira, de Buenos Aires (Argentina)*
O ano de 2014 promete ser de grandes movimentações na Fiat do Brasil. Em segredo, a montadora prepara veículos inéditos para enfrentar a concorrência crescente. Um deles é um hatch subcompacto para substituir o Mille, com oferta na faixa dos R$ 25 mil. No outro extremo estão dois veículos, um utilitário e um sedã médios, que fortalecerão a marca italiana em segmentos onde sua atuação hoje é mais discreta. As informações foram comentadas no Salão de Buenos Aires, que encerra neste domingo (30).

Esses dois veículos marcarão a inauguração da fábrica de Goiana, cidade próxima a Recife, em Pernambuco. A unidade já está em construção e seu lançamento está pré-marcado para o fim de 2014, com início de produção no comecinho de 2015. Lá serão fabricados o utilitário que substituirá o Freemont, versão Fiat do Dodge Journey. A dupla atualmente é importada do México. O modelo, porém, deve ser menor.

Tempra deve renascer

O outro modelo é um sedã médio provavelmente feito sobre a plataforma do novo Dodge Dart, lançado em 2012 nos Estados Unidos. E mais: cogita-se ressuscitar o nome Tempra, sedã médio de maior sucesso da montadora no País, nos anos 90. A solução pegaria carona na moda “retrô”, espalhada por diversos segmentos de mercado e que busca resgatar algo que marcou no passado. Apropriado, não?

Fiat 500L
Fiat diz que minivan 500L, lançada em Buenos Aires, não virá ao Brasil. Será? (Diogo de Oliveira/R7)

O utilitário também pode seguir a tendência. A Fiat guarda o projeto a “sete chaves”, mas especula-se há algum tempo que o modelo será a versão crossover do pequeno Cinquecento. O 500X, como já sugere a imprensa especializada há algum tempo, deve mirar o segmento de jipinhos urbanos, liderado por Ford EcoSport e Renault Duster e que terá, até 2014, Chevrolet Tracker e Peugeot 2008.

E os planos da Fiat não param por aí. A montadora pretende fabricar entre 200 mil e 250 mil veículos na fábrica de Goiana. Como a dupla não fecharia essa “conta”, existe a possibilidade de a montadora produzir outros dois modelos da Chrysler, um da Jeep, outro da Dodge, ambos feitos sobre a plataforma que servirá ao sedã e ao utilitário. Cogitam-se o renascimento do Dart e a nova geração do jipinho Compass. A ver.

*O jornalista viajou a convite da Anfavea

Quer saber tudo sobre carros? Acesse R7.com/carros