Você está aqui: Página Inicial/Notícias/Carros/Notícias

NOTÍCIAS  

Publicado em 23/01/2013 às 15h05

Hyundai adere à moda "aventureira"
e lança o HB20X

Versão com visual "off-road" tem suspensão mais alta, lista de equipamentos completa e chega a partir de R$ 48.755; hatch vai brigar com CrossFox e Sandero Stepway

HB20XDivulgação

Visual "off-road" e mais recheado: eis a receita pro HB20X brigar com os líderes do segmento

Veja mais fotos do HB20X

 
Rodrigo Ribeiro, do R7, em Campos do Jordão (SP)*

Não dá para negar que o Hyundai HB20 chegou fazendo barulho ao mercado (ainda que ele tenha enfrentado diversos problemas). Porém a HMB pretende aumentar sua participação no mercado, incluindo o segmento dos hatches "aventureiros", que a partir do dia 20 de fevereiro terá o HB20X como novo integrante.

O modelo, revelado pela primeira vez no Salão do Automóvel, será oferecido apenas com motor 1.6, com câmbio manual ou automático. Os preços vão de R$ 48.755 a R$ 54.455, variando de acordo com a versão, Style ou Premium. Ambas são completas e feitas sob medida para enfrentar os dois veteranos da categoria: Volkswagen CrossFox e Renault Sandero Stepway

No meio
Inicialmente o posicionamento de preço do HB20X o coloca acima do Stepway e CrossFox. Contudo, ao contrário da concorrência, o sul-coreano aventureiro vem de série com mais equipamentos, incluindo trio elétrico, rodas de liga-leve de 15 polegadas, direção hidráulica, ar-condicionado, ABS e airbag duplo

Equipados com os mesmos itens, a dupla Renault/VW "espreme" o HB20X: com câmbio manual o Sandero custa R$ 45.890 e o CrossFox, R$ 49.279, contra R$ 48.755 do sul-coreano. As versões equivalentes da concorrência sem o pedal da embreagem partem de R$ 48.790 (Renault) e R$ 52.009 (VW), com o Hyundai partindo de R$ 51.255.

hb20x
Para-choques, saias e rodas exclusivas da versão "aventureira" do Hyundai HB20 (Crédito: Divulgação)

Duplo R
Por um lado o Stepway sai na frente no custo-benefício, tendo inclusive a opção de receber GPS com tela sensível ao toque, equipamento inexistente no HB20 e CrossFox e que ajuda a consolidar o modelo como líder da categoria de aventureiros. Contudo o Hyundai oferece em contrapartida dois "erres": racionalidade e refino.

Racionalidade porque apesar de contar com os apliques obrigatórios para ser um aventureiro (ao menos no visual), o HB20X mantém a lógica que fez da versão sem o "X" um sucesso. A suspensão, apesar de ter sido elevada em 4 cm, segue com uma boa calibração, absorvendo bem irregularidades sem permitir que a carroceria se incline excessivamente em curvas.

Os pneus também são fruto da razão: a marca optou por uma medida 195/65, o que o deixou mais "gordo" quando visto de lado, visando uma melhor absorção de impactos. Porém a HMB manteve o uso de um composto voltado totalmente para o asfalto, favorecendo o ótimo isolamento acústico do compacto.

E o refino do HB20X é o mesmo do hatch que roubou os holofotes em 2012. Além do ótimo acabamento, a Hyundai demonstrou atenção aos detalhes, como o sistema de partida automática: além de evitar desgaste excessido do motor de arranque, o equipamento obriga que o motorista acione o pedal da embreagem para ligar o carro, evitando acidentes caso o câmbio esteja engatado.

hb20x
Dentro só mudou a cor das costuras dos bancos: azul na versão Style e cinza na Premium (Crédito: Divulgação)

Escolha difícil
O HB20X também aproveitou para corrigir algumas falhas de percurso do HB20, como o sistema de som (opcional no Style e de série no Premium), que finalmente recebeu conexão bluetooth para celulares com comandos no volante. Mas a novidade obriga o futuro comprador a fazer uma escolha: ou leva o som com bluetooth, ou o com CD-Player, pois não há equipamento que cumpra as duas funções.

Os vidros ganharam função "um-toque" para todas as portas na versão Premium, com comando na chave. O HB20X topo de linha também inclui alarme com sensor de presença (que dispara caso o vidro seja quebrado) e sensor de estacionamento traseiro. Os itens podem ser dispensados, com o bônus de que outras melhorias da linha 2013 estão disponíveis em todas as versões do hatch aventureiro, incluindo a iluminação do console central em azul (antes era verde e destoava do painel) e o acabamento prateado ao redor dos difusores de ar.

Mesmo equilíbrio, mais potência
Com a opção pela versão feita, o proprietário terá em sua garagem o melhor hatch compacto "aventureiro" do segmento. Para chegar a esta conclusão o R7 Carros precisou guiar as versões automática e manual em um trajeto de quase 400 quilômetros entre São Paulo e Campos do Jordão (SP), em um percurso com trecho rodoviário, urbano e off-road.

No asfalto o HB20X mantém o ótimo desempenho da versão "civil", com o motor de 128 cv disponibilizando potência desde as rotações mais baixas. A versão com câmbio manual aproveita melhor essa força, tendo engates suaves e precisos, mas o automático não decepciona, sendo superior à caixa usada no Stepway— o CrossFox é automatizado.

O silêncio a bordo impressiona, mesmo em velocidades de até 120 km/h, assim como a estabilidade, de fazer inveja no "molenga" Sandero. O equilíbrio em curvas é próximo do CrossFox, com o bônus dos pneus do HB20X terem mais aderência. O Hyundai segue na frente do Volkswagen no espaço interno e no porta-malas, únicos itens em que o Stepway é superior

hb20x
HB20X no barro: só em estradas de terra batida, mas a suspensão aguenta o tranco (Crédito: Divulgação)

Nos calcanhares
A meta da Hyundai Motors do Brasil é de vender 20 mil HB20X até o final do ano, o que representaria 20% das vendas da linha de hatches compactos do grupo. O índice o coloca exatamente atrás do Volkswagen CrossFox (21 mil carros vendidos em 2012) e Renault Sandero Stepway (22 mil) e é perfeitamente factível de ser obtido se depender apenas do produto. Contudo a marca ainda deve superar o crônico problema da lista de espera de seus carros, que acabou prejudicando o HB20 no final do ano passado. Contornado esse problema, o modelo pode até flertar com a liderança, sem precisar ficar mais alto para isso.

*O jornalista fez o test-drive a convite da Hyundai Motors do Brasil