Você está aqui: Página Inicial/Notícias/Carros/Notícias

NOTÍCIAS  

Publicado em 13/11/2012 às 11h55

Novo Renault Clio promete ser o popular mais econômico do Brasil

Montadora diz que hatch tem autonomia para percorrer 15,8 km por litro na estrada

Novo Clio 1Divulgação/Renault

Após uma década sem mudar, Clio é levemente reestilizado e vem esquentar briga entre populares (Crédito: Divulgação)

Veja mais fotos do "novo" Clio!

 
André Paino, do R7

O novo Renault Clio, lançado oficialmente na noite desta segunda-feira (12) no Rio de Janeiro, promete ser o carro mais econômico entre os populares de entrada, segundo a fabricante francesa. Equipado com o renovado motor 1.0 16V Hi-Power, mais potente e econômico que antes, o hatch tem autonomia para percorrer 15,8 km/l na estrada quando abastecido com gasolina — na carroceria duas portas. Na cidade, o novo Clio promete fazer 14,3 km com um litro do combustível, enquanto com o etanol no tanque, os consumos rodoviário e urbano caem para 10,7 km/l e 9,5 km/l, na ordem. Ainda assim, as médias garantiram nota A no Programa de Etiquetagem do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia, o Inmetro.

Além de mais econômico, os preços das três versões disponíveis (Authentique com duas e quatro portas e Expression com quatro portas) também são um grande atrativo para que a Renault alcance uma arrojada meta: aumentar em 50% as vendas do Clio no ano que vem em relação a 2012. Na versão mais simples Authentique, com duas portas, o modelo tem preço inicial sugerido de R$ 23.290. Com quatro portas, o valor passa a R$ 24.290. E na versão “top” Expression, que agrega ar quente e limpador, lavador e desembaçador de vidro traseiro, a montadora pede R$ 24.950. Ar-condicionado (R$ 2.500) é opcional nas três configurações, mas a direção hidráulica (R$ 1.100) é exclusiva do Expression — os itens juntos adicionam R$ 3.600.

Preços e versões:

Authentique 1.0 16V Hi-Power 2 Portas
– R$ 23.290
Authentique 1.0 16V Hi-Power 4 Portas – R$ 24.290
Expression 1.0 16V Hi-Power 4 Portas – R$ 24.950

Novo Clio 2
Motor 1.0 16V Hi-Power foi reformado para ganhar potência e reduzir consumo (Crédito: Divulgação)

Coração revigorado

Se comparado ao antigo Hi-Flex, o novo motor Hi-Power ganhou potência tanto com etanol quanto com gasolina. São 80 cv e 77 cv de potências máximas, respectivamente, a 5.750 rpm. O torque também melhorou. Agora são 10,1 kgfm com gasolina, e 10,5 kgfm com etanol, ambos a 4.250 rpm. Apesar de mais econômico, o novo Clio — que estreou no Salão do Automóvel de São Paulo, no fim de outubro — registra números de desempenho melhores. Segundo a Renault, com etanol no tanque o veículo faz de 0 a 100 km/h em 13,7 segundos e atinge velocidade máxima de 168 km/h. Com gasolina, a aceleração de 0 a 100 km/h é feita em 14,3 segundos, com velocidade final de 167 km/h.

Mas para conquistar o título do carro mais econômico de sua categoria (nota A no Programa de Etiquetagem do Inmetro), a montadora francesa precisou inovar e fazer uso de tecnologias para atingir o resultado. Uma das medidas adotadas, por exemplo, foi a instalação de pneus "ecológicos", com menor resistência à rolagem — e consequentemente menor queima de combustível. Além disso, diversas alterações no motor também foram necessárias, entre elas o aumento da taxa de compressão (de 10:1 para 12:1), e o desenvolvimento de novos pistões e injetores.

Entre os itens de série disponíveis neste “novo” Clio estão computador de bordo com oito funções, alarme sonoro de advertência de luzes acesas, conta-giros, relógio digital e brake-light, além de interessantes três anos de garantia. Opcionalmente, é possível acrescentar ar-condicionado e direção hidráulica. Com a reestilização, o popular da Renault também entrou na onda da personalização. Entre faixas adesivas, molduras para o painel e cores internas e externas, o cliente tem até 288 possibilidades de diferentes combinações para montar seu Clio de acordo com o seu gosto pessoal.

CONFIRA AQUI A GALERIA DE FOTOS DO "NOVO" RENAULT CLIO 2013

Novo Clio 3
"Novo" Clio tem quase 300 opções de personalização; hatch é produzido na Argentina (Crédito: Divulgação)