Você está aqui: Página Inicial/Notícias/Carros/Notícias

NOTÍCIAS  

Publicado em 24/07/2013 às 12h50

Renault Clio e Chevrolet Agile bombam em teste de impacto mais rigoroso

Dupla tirou zero estrela na nova bateria de avaliações do Latin NCAP

AgileMontagem/Divulgação

Crash-test do Chevrolet Agile: as versões sem airbag foram piores do que o chinês JAC J3


 
Do R7

Os resultados da última bateria de testes de impacto do Latin NCAP, divulgados nesta quarta-feira (24), surpreenderam pelos extremos alcançados. Apesar do Seat Leon (que não é vendido no Brasil) ter sido o primeiro carro a ganhar a nota máxima da ONG, a péssima avaliação do Chevrolet Agile e Renault Clio se destacou negativamente. A dupla ganhou zero estrela na proteção para ocupantes adultos

Sem airbag
Tanto o Agile quanto o Clio avaliados não estavam equipados com airbag duplo frontal. Apesar do equipamento ser item de série no Chevrolet, o hatch fabricado em Rosário (Argentina) chegou a ser vendido no Brasil sem o equipamento. No Renault as bolsas infláveis não estão disponíveis nem como opcional.

A ausência do item foi crucial para o péssimo resultado. Na descrição do teste do Agile o Latin NCAP afirma que "a estrutura na área do habitáculo foi qualificada como instável, evidenciando a área dos pés do motorista descolamento de soldaduras, deixando um acesso direto aos pés do exterior do carro no teste". Na avaliação de proteção às crianças no banco traseiro o Chevrolet ganhou duas estrelas.

Com o Clio os resultados não foram melhores. Segundo o Latin NCAP "a proteção da cabeça do motorista foi baixa, ultrapassando os limites de leituras do dummy admitidos nos protocolos". A pontuação baixa se repetiu na avaliação para as crianças no banco traseiro: "A cadeirinha infantil para a criança de três anos não conseguiu evitar um excessivo deslocamento para frente no impacto". Neste quesito o Renault ganhou apenas uma estrela.

Posicionamento
Até às 15h desta quarta-feira a Chevrolet ainda não havia se pronunciado sobre os resultados do Agile. Já a Renault divulgou uma nota afirmando que o Clio não tinha airbag, mas que "corresponde à regulamentação em vigor nos mercados onde é vendido". A marca também afirmou que o Clio terá airbag duplo e ABS a partir de janeiro de 2014, atendendo à legislação brasileira.

A Renault aproveitou para destacar que o Clio teve desempenho similar à de seus concorrentes, como Peugeot 207, VW Gol e Fiat Palio. Segundo a empresa o compacto francês apenas obteve a nota mínima de zero estrela devido ao protocolo mais rigoroso do Latin NCAP, que, em teoria, também daria a nota mínima aos rivais do Clio.