Cidades

27/1/2013 às 18h31 (Atualizado em 27/1/2013 às 18h41)

Ao menos 30 pessoas respiram por aparelhos e 14 sofreram queimaduras graves em incêndio no RS

Incêndio em boate de Santa Maria deixou ao menos 233 pessoas mortas

Do R7

O ministro da saúde, Alexandre Padilha, conversa com Dilma em Santa Maria, acompanhados pelo governador do RS, Tarso Genro (dir.) ROBERTO STUCKERT FILHO / PRESIDENCIA / AFP

O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, confirmou neste domingo (27) que cerca de 92 pessoas seguem internadas após o incêndio em uma boate de Santa Maria, no Rio Grande do Sul, que deixou ao menos 233 mortos. Dentre os internados, cerca de 30 respiram por aparelhos e 14 sofreram queimaduras graves.

O incêndio na boate Kiss, em Santa Maria, a cerca de 300 km da capital Porto Alegre, resultou na morte de 233 pessoas, segundo o Corpo de Bombeiros: são 120 homens e 113 mulheres.

Durante coletiva na cidade gaúcha, Padilha afirmou que há cerca de 92 pessoas internadas em hospitais de Santa Maria e de Porto Alegre.

Segundo o ministro, a maioria das vítimas sofre de intoxicação respiratória, sendo que 30 delas respiram com ajuda de aparelhos.

Argentina enviará pele para vítimas

Você estava no local? Envie seu relato

Veja as imagens da tragédia em Santa Maria

Há também pacientes com queimaduras graves, mas em menor número, disse Padilha. Ele informou que 14 pessoas foram transferidas para Porto Alegre com queimaduras graves.

— Esses 14 pacientes têm características de ‘grandes queimados’.

Padilha afirmou também que a prioridade agora “é salvar as vidas que ainda podemos salvar”.

Além disso, é preciso dar suporte médico e psicológico e “levar alívio” aos familiares das vítimas, destacou o ministro, que aproveitou para pedir doações de sangue aos hospitais da região.

Conheça as piores tragédias em boates

O incêndio na boate Kiss, uma das mais famosas de Santa Maria, começou por volta das 2h30 da madrugada deste domingo, depois que um sinalizador foi aceso durante o show da banda Gurizada Fandangueira. As faíscas do artefato incendiaram o revestimento acústico do teto da boate, o que produziu a fumaça tóxica que matou a maioria das vítimas.

"O fogo espalhou-se em segundos", disse a delegada Luíza Sousa, da 2ª Delegacia de Polícia Civil.

De acordo com a Defesa Civil, ainda não foi possível precisar o número exato de pessoas que estavam na boate no momento do incêndio. Segundo o coronel Oscar Moiano, comandante da Defesa Civil do Rio Grande do Sul, eram mais de mil.

O comandante do Corpo de Bombeiros do Rio Grande do Sul, coronel Guido Pedroso de Melo, disse que havia 1.500 pessoas no local, que tem autorização para receber até mil pessoas.

 

 

  • Espalhe por aí:

Veja também

Todas as notícias
Publicidade

Vitrine de ofertas

Compartilhe
Compartilhe
Engoliu presilha

“Minha joia mais preciosa descansou nos meus braços”, diz mãe de criança

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Pacto de morte coletivo

Pais dizem que filhas não demonstraram variação no comportamento

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Goiânia

Familiares de vítimas de serial killer ficam frente a frente com suspeito

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Crime bárbaro

Mãe conta como matou a filha de 7 anos para ritual no PR; ossada é encontrada

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
  • Últimas de Cidades

  • Últimas de Notícias

Compartilhe
Braço amputado

Tigre ataca menino de 11 anos em zoo do Paraná ; pai responderá por lesão

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!