Cidades

27/1/2013 às 19h01

Corpos de vítimas de incêndio em Santa Maria começam a ser velados

Incêndio em boate de Santa Maria deixou ao menos 233 pessoas mortas

Da Agência Brasil, com R7

Familiares de vítima do incêndio choram sobre caixão em centro desportivo de Santa Maria Nabor Goulart/AP

Os corpos das vítimas do incêndio que atingiu uma boate de Santa Maria (RS) na madrugada deste domingo (27) começam a chegar aos poucos para o velório coletivo que será realizado em um dos ginásios do Centro Desportivo Municipal. Pelo menos cinco caixões já estão posicionados no local, ao lado de parentes e amigos.

O velório coletivo foi a opção encontrada para lidar com a falta de estrutura da cidade para realizar os velórios individualmente, diante do grande número de mortos.

O incêndio na boate Kiss, uma das mais famosas de Santa Maria, começou por volta das 2h30 da madrugada de hoje, depois que um sinalizador foi aceso durante o show da banda Gurizada Fandangueira. As faíscas do artefato incendiaram o revestimento acústico do teto da boate, o que produziu a fumaça tóxica que matou a maioria das vítimas.

Ao menos 30 pessoas respiram com ajuda de aparelhos

Argentina enviará pele para vítimas

Um culto ecumênico será realizado assim que a identificação dos corpos terminar.

Segundo as autoridades locais, essa etapa deve ser concluída só nesta segunda-feira (28), por volta das 8h.

Até o momento, 115 dos 233 mortos na tragédia já foram identificados pela Polícia Civil e pelos parentes, e 43 corpos foram removidos. Muitas vítimas eram estudantes universitários de municípios da região e devem ser enterrados nas respectivas cidades.

Você estava no local? Envie seu relato

Veja as imagens da tragédia em Santa Maria

  • Espalhe por aí:

Veja também

Todas as notícias
Publicidade

Vitrine de ofertas

Compartilhe
Compartilhe
Engoliu presilha

“Minha joia mais preciosa descansou nos meus braços”, diz mãe de criança

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Pacto de morte coletivo

Pais dizem que filhas não demonstraram variação no comportamento

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Goiânia

Familiares de vítimas de serial killer ficam frente a frente com suspeito

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Crime bárbaro

Mãe conta como matou a filha de 7 anos para ritual no PR; ossada é encontrada

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
  • Últimas de Cidades

  • Últimas de Notícias

Compartilhe
Braço amputado

Tigre ataca menino de 11 anos em zoo do Paraná ; pai responderá por lesão

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!