Cidades

26/1/2013 às 01h10 (Atualizado em 26/1/2013 às 16h45)

Decisão da Justiça de Santa Catarina impede casal de adotar criança em esquema fraudulento 

Para furar a fila de adoção, eles convenceram a mãe biológica a mentir 

Do R7

Um casal de Lauro Muller (SC) tentou adotar uma criança de forma ilegal. Eles queriam burlar a lista de espera do Cuida (Cadastro Único Informatizado de Adoção e Abrigo) e convenceram uma gestante a doar o bebê a eles após o nascimento. Para isso, eles pagariam as despesas dela durante a gravidez. A farsa foi descoberta e os dois perderam a guarda na Justiça. O MPSC (Ministério Público de Santa Catarina) divulgou o caso nesta sexta-feira (25).

Segundo a promotoria, o caso começou em 2010, quando a criança tinha quatro meses. Os pais adotivos chegaram a dizer que a mãe biológica, uma adolescente, teria um caso com o pai adotivo e que o bebê era fruto da relação extraconjugal. A certidão de nascimento foi feita com o nome dos dois, mas seria alterada com um pedido judicial para que fosse incluído o nome da mãe adotiva.

Leia mais notícias de Cidades

No entanto, ao longo do processo, um exame de DNA provou que o bebê não era filho do pai adotivo. Em abril de 2011, a Justiça autorizou a exclusão do nome do pai da certidão de nascimento e a criança foi encaminhada a uma família substituta, devidamente cadastrada no sistema de adoção.

O casal recorreu, mas perdeu a decisão em segunda instância em junho de 2012. Os desembargadores do Tribunal de Justiça de Santa Catarina, inclusive, permitiram que o bebê fosse adotado em um processo regular, sem que a mãe biológica pudesse interferir. 

  • Espalhe por aí:

Veja também

Todas as notícias
Publicidade

Vitrine de ofertas

Compartilhe
Compartilhe
Pacto de morte coletivo

Pais dizem que filhas não demonstraram variação no comportamento

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Goiânia

Familiares de vítimas de serial killer ficam frente-a- frente com suspeito

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Palmas (TO)

Suspeito de estuprar e matar mulher ri ao ser preso e debocha: “Saio em 3 meses”

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Crime bárbaro

Mãe conta como matou a filha de 7 anos para ritual no PR; ossada é encontrada

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
  • Últimas de Cidades

  • Últimas de Notícias

Compartilhe
Braço amputado

Tigre ataca menino de 11 anos em zoo do Paraná ; pai responderá por lesão

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!