Mais de 20 famílias já saíram de casa em Rio Branco por causa da cheia do Rio Acre

Pessoas necessitam ir para outros lugares porque estavam ilhados em suas casas

A cheia do rio Acre fez com que 21 famílias saíssem de suas casas em Rio Branco, no Acre, de segunda-feira (11) para terça-feira (12). As águas não chegaram a atingir as residências, mas as pessoas tiveram que ir para outros locais porque estavam ilhadas em casa.

Segundo a assessoria de imprensa da prefeitura da capital, seis famílias estão temporariamente no Parque de Exposições da cidade e 15 foram removidas para casas de parentes.

Na terça-feira, o nível do rio chegou a 14,11 metros, mas hoje de manhã já tinha baixado para 14,06. O retorno às casas só deve ser normalizado quando o nível chegar a cerca de 10 metros. Nesta quarta-feira, o tempo está bom na região, mas há previsão de chuva para os próximos dias.

Leia mais notícias de Cidades

O nível das águas vem subindo desde a semana passada e, na  sexta-feira (8), o rio ultrapassou os 12 metros, marca a partir da qual a prefeitura de Rio Branco aciona um plano de contingência. O plano de contingência municipal prevê, além do serviço de acolhimento de eventuais desabrigados, a remoção das famílias que forem desalojadas para a casa de parentes .

Quatro bairros da região mais baixa de Rio Branco já foram atingidos pelas águas do rio Acre: Ayrton Senna, Taquari, Seis de Agosto e Baixada da Habitasa, de acordo com a Defesa Civil do Estado.

Os moradores que necessitarem de remoção das áreas atingidas pela águas podem solicitar apoio do Corpo de Bombeiros pelo número 193.