Médicos decretam morte cerebral de bebê que inalou fumaça da crack

Mãe teria usado a droga com a criança no colo, diz hospital

Bebê está internado desde domingo, por intoxicação
Bebê está internado desde domingo, por intoxicação Reprodução/Rede Record

Um bebê que inalou fumaça de crack teve morte cerebral decretada pelos médicos do Hospital Materno Infantil, em Goiânia.  

O menino, de apenas um mês de vida, estava internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) desde o último domingo (14), por intoxicação por fumaça. Ele estava respirando com a ajuda de aparelhos. 

Leia mais notícias de Cidades  

Segundo o hospital, os pais da criança são usuários da droga e a intoxicação teria sido provocada porque o bebê estaria no colo enquanto a mãe fumava.