Cidades

2/4/2013 às 01h10

MP deve apresentar nesta terça-feira denúncia sobre incêndio na Kiss

Entrevista coletiva está marcada para 13h30 em Santa Maria

Do R7

O Ministério Público do Rio Grande do Sul deve se pronunciar nesta terça-feira (2) sobre as denúncias envolvendo o incêndio na boate Kiss, em Santa Maria (RS). Uma entrevista coletiva está marcada para 13h30min na sede da Promotoria de Justiça da cidade.

A Polícia Civil responsabilizou 28 pessoas pelo incêndio, sendo que 16 foram indiciadas por homicídio doloso. O Ministério Público pode oferecer a denúncia contra os envolvidos citados pela polícia e também acrescentar novos nomes, ou sugerir novas investigações.

Os promotores David Medina, Joel Oliveira Dutra e Maurício Trevisan trabalharam durante todo o feriado de Páscoa e são os responsáveis pelas denúncias. O inquérito tem mais de 13 mil páginas, divididas em 52 volumes.

Segundo exames do IGP (Instituto Geral de Perícia), as 241 mortes aconteceram pela inalação de dióxido de carbono com cianeto, provocada pela queima da forração acústica da casa noturna. O incêndio na boate Kiss aconteceu no dia 27 de janeiro.

Polícia indicia 16 pessoas em inquérito sobre incêndio na boate Kiss

Entenda o caso

O incêndio na boate Kiss, em Santa Maria, a 290 km de Porto Alegre, aconteceu na madrugada do dia 27 de janeiro e deixou 241 mortos e mais de cem feridos. O público participava de uma festa organizada por estudantes da UFSM (Universidade Federal de Santa Maria). O fogo teria começado quando a banda Gurizada Fandangueira se apresentava. Segundo testemunhas, durante o show foi utilizado um sinalizador — uma espécie de fogo de artifício chamado "sputnik" — que, ao ser lançado, atingiu a espuma do isolamento acústico, no teto da boate. As chamas se alastraram em poucos minutos.

A casa noturna estava superlotada na noite da tragédia, segundo o Corpo de Bombeiros. O incêndio provocou pânico e muitos não conseguiram acessar a única saída da boate. Os proprietários do estabelecimento não tinham autorização dos bombeiros para organizar um show pirotécnico na casa noturna. O alvará da casa estava vencido desde agosto de 2012.

Esta é considerada a segunda maior tragédia do País depois do incêndio do Grande Circo Americano, em Niterói, região metropolitana do Rio de Janeiro. Em 17 de dezembro de 1961, o circo pegou fogo durante uma apresentação e deixou 503 mortos.

  • Espalhe por aí:

Veja também

Todas as notícias
Publicidade
Compartilhe
Doença rara

Veja o antes e o depois do tratamento de menina coberta por pelos em Goiás

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Goiânia

Polícia divulga novas imagens do assalto que terminou com modelo baleada

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
São Cristóvão (SE)

Pais são suspeitos de deixar criança ser amante de homem em troca de vaca

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Santa Catarina

Pai e filha gays já torraram R$ 50 mil para se casar no mesmo dia. Veja preparativos

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
  • Últimas de Cidades

  • Últimas de Notícias

Compartilhe
Fórmula caseira

Óleo de coco e canela: bronzeamento queima 80% do corpo de jovem

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!