R7 - Notícias

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

27 de Maio de 2016

Você está aqui: Página Inicial/Notícias/Cidades/Notícias

Icone de Cidades Cidades

publicado em 10/02/2012 às 11h28:

Após dez dias de greve da PM, Bahia registra 153 mortes

Número é 106% maior se comparado com o mesmo número de dias antes da greve

Do R7

Publicidade

No décimo dia de greve da PM, Salvador e região metropolitana já registram 153 homicídios desde a noite do dia 31, quando começou a paralisação, até a manhã desta sexta-feira (10). 

Os valores sinalizam um aumento de 106% em relação aos dez dias anteriores, período em que houve 74 mortes. O número mais crítico foi registrado na sexta-feira (3), quando 31 pessoas foram assassinadas na área.   

Leia mais notícias do R7

Por enquanto, a greve continua. Policiais militares da Bahia se reúnem novamente na tarde desta sexta-feira, no Sindicato dos Bancários, no Largo dos Aflitos, em Salvador, para definir os rumos da greve na Bahia. O novo encontro, que deve acontecer às 16h, foi marcado após a assembleia com entidades da PM terminar sem acordo para encaminhar ao governo e com um racha.

Além da prisão de Marco Prisco, líder da paralisação, e do escândalo por conta de gravações telefônicas, o movimento enfrenta agora uma divisão. A Associação dos Oficiais da Polícia Militar da Bahia (AOPMBA) decidiu não aderir à greve. A decisão foi tomada em reunião extraordinária da categoria na noite desta quinta-feira. 

A principal divergência entre PM e governo é sobre o pagamento da GAP 4, a Gratificação de Atividade de Policial. O governador do Estado, Jaques Wagner, propôs que o pagamento aconteça em novembro, mas os policiais querem que aconteça imediatamente. 

Policiais militares da Bahia se reúnem novamente na tarde desta sexta-feira (10), no Sindicato dos Bancários, no Largo dos Aflitos, em Salvador, para definir os rumos da greve na Bahia. O novo encontro, que deve acontecer às 16h, foi marcado após a assembleia com entidades da PM terminar sem acordo para encaminhar ao governo e um racha surgir entre os grevistas. 

Além da prisão de Marco Prisco, líder da paralisação, e do escândalo por conta de gravações telefônicas, o movimento enfrenta agora uma divisão. A Associação dos Oficiais da Polícia Militar da Bahia (AOPMBA) decidiu na noite de quinta-feira não aderir à greve. A deisão foi tomada em reunião extraordinária da categoria. 

A principal divergência entre as associações da PM que mantém a greve e o governo é sobre o pagamento da GAP 4, a Gratificação de Atividade de Policial. O governador do Estado, Jaques Wagner, propôs que o pagamento aconteça a partir de novembro, de maneira escalonada (até 2015), mas os policiais querem o pagamento imediatamente. 

Prefeito de Porto Seguro diz que Carnaval não será afetado
Bahia viveu seu "momento Iraque", diz Marco Maia

Na terça-feira (7), líderes e governistas chegaram a se reunir. Depois de sete horas de conversas, eles não chegarem a um consenso. Desde então, as conversas tinham sido suspensas. 

Saída da Assembleia Legislativa

Na manhã desta quinta-feira, logo após deixarem o prédio da Assembleia Legislativa, os policiais militares se reuniram e decidiram continuar em greve.

Durante a desocupação do prédio público, que aconteceu de forma pacífica, o líder do movimento na Assembleia Legislativa, o ex-policial Marco Prisco, foi preso com outro líder grevista, Antônio Paulo Angelini. Os dois já tinham prisão decretada. Além deles, três PMS já haviam sido detidos e sete mandados estão em aberto.

Assista ao vídeo:

Veja Relacionados:  PM, Carnaval, Exército, Polícia Federal, greve
PM  Carnaval  Exército  Polícia Federal  greve 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping