R7 - Notícias

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha
Você está aqui: Página Inicial/Notícias/Rio e cidades/Notícias

Icone de Rio e cidades Rio e cidades

publicado em 09/07/2010 às 11h51:

Conheça a trajetória polêmica de Bruno

Jogador tem histórico de frases polêmicas e uma relação difícil com a família

Do R7

O goleiro Bruno, do Flamengo, nasceu em Belo Horizonte (MG), no dia 23 de dezembro de 1984, e foi batizado como Bruno Fernandes Souza. Filho de Sandra Cássia Souza de Oliveira Santos e Maurílio Fernandes das Dores de Souza, o jogador tem um irmão, Rodrigo Fernandes.

O jogador nunca teve uma boa estrutura familiar. Três meses depois do seu nascimento, ele foi abandonado pelos pais e acabou criado pela avó paterna, Estela Santa Trigueiro de Souza, em Ribeirão das Neves, na região metropolitana de Belo Horizonte. Os pais do jogador e o irmão foram morar no Piauí. Os pais de Bruno se separaram poucos anos depois, em 1988.

Bruno só voltou a encontrar a mãe em 2006.

Veja a cobertura completa do caso Eliza

Carreira meteórica

Em 2004 o jogador iniciou sua carreira no Atlético Mineiro, tendo uma breve passagem também pelo Corinthians, antes de chegar ao Flamengo, em 2006. No rubro-negro o goleiro conquistou vários títulos, entre eles o Brasileiro de 2009, e teve seu nome cotado várias vezes para a Seleção Brasileira. Depois que o zagueiro Fábio Luciano se aposentou do futebol, Bruno assumiu a faixa de capitão da equipe.

Entretanto, a relação de Bruno com a torcida sempre foi conturbada. Por mais de uma vez o goleiro demonstrou irritação com os torcedores, tendo inclusive, dito que não ligava para o que a torcida achava dele.

Família cheia de problemas

Bruno não é o primeiro membro da família a ter problemas com a polícia. Sua mãe, Sandra, atirou cinco vezes em uma mulher, em 1996, sendo que nenhum dos tiros atingiu o alvo. Sandra teria discutido com Marinês Alves Dias, após consumirem cocaína em uma festa. A mãe do jogador foi denunciada pelo Ministério Público por tentativa de homicídio, mas nunca foi presa.

Em 2005, Sandra e seu companheiro na época, identificado como Luiz Timóteo, foram acusados de fraudar documentos de um terreno na Bahia. Já o pai do jogador, Maurílio Fernandes das Dores de Souza, foi acusado de furto e teve a prisão pedida sete vezes. Maurílio morreu em 2008.

O irmão de Bruno, Rodrigo Fernandes, de 20 anos, foi preso há dois anos por roubo em Teresina, no Piauí.

Declarações polêmicas

Em 2008, após uma partida do Flamengo em Minas, Bruno e os jogadores Marcinho e Diego Tardelli teriam participado de uma festa no sítio do goleiro. Prostitutas que estariam na festa prestaram queixa contra Marcinho, que as teria agredido. Bruno defendeu as mulheres dizendo: “Independentemente de ser prostituta ou não, é uma mulher e bater em mulher é covardia".

A mais famosa, porém, foi a frase dita após uma das muitas confusões entre o atacante Adriano e sua noiva: “Quem nunca saiu na mão com uma mulher?"

O temperamento de Bruno

O irmão de Bruno, Rodrigo, vive em uma casa simples, no interior do Piauí. Sem ajuda de Bruno, ele trabalha como gari e jogador de futebol, em um time pequeno. Em entrevista exclusiva à Rede Record, Rodrigo comentou o crime atribuído a irmão e falou do temperamento explosivo do irmão.

Assista ao vídeo:


 
Veja Relacionados:  caso,eliza,morte,bruno
caso  eliza  morte  bruno 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 


 

 


Shopping
Ir para a home do site