R7 - Notícias

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

21 de Abril de 2014

Você está aqui: Página Inicial/Notícias/Cidades/Notícias

Icone de Cidades Cidades

publicado em 07/11/2009 às 12h06:

Prefeito do Rio elege as obras mais complexas para Olimpíada de 2016

Para Eduardo Paes, projetos de revitalização da zona portuária e do corredor T5 são os grandes desafios nos próximos anos

Camila Ruback, do R7 no Rio

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PMDB), apontou - a pedido da reportagem do R7 em entrevista na última quinta-feira (5) - as obras para a Olimpíada de 2016 que considera mais complexas. Para ele, os projetos de revitalização da zona portuária, que a transformará em área de lazer, e do corredor T5 (via de ônibus expresso que ligará a zona norte à Barra da Tijuca, na zona oeste) são os dois maiores desafios nos próximos anos. 

Saiba mais sobre os projetos de revitalização do porto e do corredor T5

- São duas intervenções que mudam o Rio. Uma muda o Centro e a outra muda o subúrbio. Em relação ao Corredor T5, por exemplo, estamos falando em quase mil desapropriações. É muita desapropriação. Dá muito trabalho, dá muito problema. Já em relação ao processo de revitalização do porto, as obras começaram e estamos trabalhando intensamente. O T5 ainda vai começar.

Em entrevista em seu gabinete na sede da Prefeitura, no Centro do Rio,  Eduardo Paes comentou o início do planejamento para os jogos que serão realizados na capital fluminense, sem deixar de lado a ansiedade provocada pela tarefa.

- Queria que tudo já estivesse resolvido desde anteontem (risos) (...) Sinto uma angústia, pois é uma grande preocupação com o planejamento. O município, os governos federal e estadual e o Comitê Olímpico Internacional ainda estão definindo matrizes de responsabilidades, mas é problemático, porque fazer obras no Brasil é muito difícil. A burocracia é complicada. 

Ainda não sabe o custo que o município terá com a Olimpíada porque "o planejamento ainda está em fase embrionária", diz o prefeito. De acordo com ele, também está em discussão "quem faz o que". O debate foi sugerido pelo próprio COI e a fiscalização de tudo o que é feito pela prefeitura já pode ser acompanhado pela população na internet, no portal Transparência Olímpica.

Para ele, houve equívocos no planejamento do Pan (Jogos Panamericanos) de 2007, realizado na cidade. Eduardo Paes acha que a estrutura gerada para os campeonatos é hoje mal aproveitada e diz que quer fazer diferente.

- Os Jogos Panamericanos foram um verdadeiro sucesso, mas acho que não se tirou deles o que podiam dar para a cidade. As estruturas poderiam ter sido melhor aproveitadas. Não houve muita preocupação com o legado. Essa é justamente a minha prioridade em relação a 2016.

Paes acha que o calendário de eventos no Rio de Janeiro nos próximos anos pode ser considerado um teste para a Olimpíada. Ele enumerou os Jogos Mundiais Militares, em 2011, Copa das Confederações, em 2013, a Copa da Mundo, em 2014, e os 450 anos do Rio, em 2015.

Veja Relacionados:  olimpíadas,rio de janeiro
olimpíadas  rio de janeiro 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping
Blu-Ray Player Blu-Ray Pl Saraiva R$ 299,00
Blu-Ray Player Blu-Ray Pl Saraiva R$ 449,00
Fogão Fogão Mania Vi R$ 580,41
Monitor Monitor Wal-Mart R$ 348,00