R7 - Notícias

Buscar no site
Você está aqui: Página Inicial/Notícias/Rio e cidades/Notícias

Icone de Rio e cidades Rio e cidades

publicado em 21/10/2009 às 18h55:

Sobe para 36 número de mortos na guerra do tráfico no Rio

Balanço aponta pelo menos 17 presos

do R7

A Polícia Militar recontou o número de mortos pela guerra do tráfico nos morros cariocas e informou que 36 pessoas já morreram desde o último sábado (17). O balanço foi divulgado às 18h14 desta quarta-feira (21) pela Polícia Militar. A PM informou ainda que duas pessoas ficaram feridas e 17 foram presos. Outros 45 usuários de drogas foram detidos. Foram localizados vários armamentos. 

No balanço divulgado nesta quarta-feira, três pessoas morreram no morro do Juramento, durante uma operação do 9º Batalhão de Polícia Militar (Ilha do Governador). No Fallet, morreu Leozinho dos Prazeres, identificado como o chefe do tráfico local. 

No morro Santo Amaro, o Catete (zona sul), morreram duas pessoas em uma ação do 2º Batalhão da Polícia Militar. No local os policiais também encontraram duas granadas e uma submetralhadora. Uma pessoa morreu em uma ação do Bope (Batalhão de Operações Especiais), a tropa de elite da PM carioca, no morro da Mangueirinha, em Duque de Caxias (Baixada Fluminense). 

A DRAE (Delegacia de Repressão às Armas e Explosivos) da Polícia Civil do Rio investiga o destino de sete fuzis que foram apreendidos na última terça-feira (20) por policiais rodoviários federais na BR-070, no município de Primavera do Leste, em Mato Grosso. Um homem foi preso na ação. Ele estava com 5.000 munições para armas de diversos calibres e disse aos policiais que todo material seria enviado ao Rio de Janeiro. A Polícia Rodoviária Federal informou que ele receberia R$ 10 mil pelo transporte. Todo o material estava num fundo falso de uma camionete que saiu de Ji-Paraná (RO).

O que os agentes do Drae querem saber é qual facção criminosa iria receber o armamento. Os materiais vieram da Bolívia, segundo investigações feitas pelo Drae.

O delegacia informou que, somente em junho, traficantes do complexo do Alemão, na zona norte, compraram 29 armas -entre fuzis, pistolas e metralhadoras antiaéreas de um fornecedor conhecido como "Senhor das Armas", preso em agosto deste ano, no Rio. Ele seria o responsável por abastecer a quadrilha do Alemão com armas vindas da Bolívia e do Paraguai. 


Informações do Serviço de Inteligência da Polícia Civil apontam que os bandidos do Alemão, que integram a base da facção criminosa que invadiu o morro dos Macacos no último sábado (17), têm cerca de 40 metralhadoras antiaéreas calibres pontos 30 e 50. A queda de um helicóptero da Polícia Militar do Rio no sábado deixou três policiais mortos e outros três feridos.

A Polícia Militar ocupou desde o início da manhã desta quarta-feira os principais acessos aos morros dos Macacos e do São João, na zona norte do Rio. 

Além de operações em favelas da zona norte da capital, agentes também vasculharam o morro Santo Amaro, no Catete, zona sul da cidade. Policiais do Batalhão de Botafogo chegaram à favela às 10h e apreenderam uma granada de bocal, que costuma ser acoplada a fuzis 762 para ser lançada e material para embalar drogas. O caso foi registrado na delegacia do bairro.

Em Santa Teresa, região central do Rio, policiais do batalhão do Estácio trocaram tiros com bandidos por volta das 11h. Um suspeito foi baleado e levado para o hospital Souza Aguiar. Drogas e munição foram apreendidas.

Na zona norte, cerca de cem policiais militares do batalhão de Olaria realizam uma grande operação na favela Vila Cruzeiro, no Complexo do Alemão. Por volta das 12h, um intenso tiroteio com traficantes de drogas deixou moradores em pânico. Segundo a equipe de reportagem da TV Record que está no local, várias pessoas saíram correndo pelas ruas da favela em direção ao asfalto, tentando se proteger das balas. O comércio fechou, escolas suspenderam as aulas e linhas de ônibus evitaram circular pelo local.

No início desta tarde, o traficante Rodrigo de Melo Reis, de 20 anos, conhecido como Chorrão. Ele seria um dos chefes do tráfico na favela do Jacarezinho, na zona norte do Rio, e teria participado do confronto entre traficantes nos morros dos Macacos e São João, no último sábado.

Veja Relacionados:  drogas, guerra do tráfico,
drogas  guerra do tráfico 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 


 

 


Shopping
Fogão Fogão Mania Vi R$ 580,41
Monitor Monitor Wal-Mart R$ 348,00
Blu-Ray Player Blu-Ray Pl Saraiva R$ 299,00
Blu-Ray Player Blu-Ray Pl Saraiva R$ 449,00
Ir para a home do site
Todos os direitos reservados - 2009 Rádio e Televisão Record S/A